Os principais obstáculos no início de um relacionamento

Os principais obstáculos no início de um relacionamento

25, janeiro 2017 em Emoções 639 Compartilhados
Os principais obstáculos no início de um relacionamento

Quando começamos um relacionamento, sobretudo no início, são apresentados diferentes obstáculos que teremos de superar. Isso é algo inevitável e muito comum, já que estamos conhecendo a fundo a pessoa e tentando encaixar suas peças com as nossas, de maneira que as quinas não perfurem nenhum dos dois.

Na interação no começo de um relacionamento surgem dificuldades com as quais você terá que lidar. Nossas expectativas vão ser derrubadas pouco a pouco, e iremos dar de cara com a realidade. Esse passo pode gerar muita frustração se idealizarmos demais a outra pessoa.

Esses obstáculos, em geral, servem para ter um maior conhecimento da outra pessoa, e sua superação forma os cimentos sobre os quais a relação seguirá se edificando. Por ser um processo de adaptação, vamos ter que aceitar as complicações e, em alguns casos, armar-nos com paciência para superá-las. Irremediavelmente isso faz parte do processo de descoberta e redescoberta da pessoa com a qual começamos um relacionamento.

Aprender a se comunicar

Comunicar-se e fazê-lo bem é um dos principais desafios apresentados aos casais, sobretudo no início da relação quando ainda não foram construídas as dinâmicas compartilhadas. Para que a comunicação seja saudável, temos que aprender a expressar o que precisamos.

Uma pessoa que está há muito tempo conosco provavelmente já se tornou uma especialista em interpretar nossa linguagem verbal, mas um novo parceiro sem essa bagagem vai ter uma vida mais fácil se propusermos uma comunicação aberta em vez de criptografada.

A comunicação frequentemente pode ser prejudicada pelos mal-entendidos e as interpretações que vamos fazendo em tempo real e de maneira quase que automática. Para superar isso, uma boa ideia é sempre perguntar antes de interpretar, e sobretudo investir toda nossa atenção em escutar quando falam com a gente.

Aprender a se comunicar num relacionamento será um desafio pelo qual teremos que passar antes ou depois. Se não aprendermos a nos comunicar, a relação está destinada ao fracasso. É um pilar básico para o bom funcionamento do relacionamento de casal, por isso não podemos descuidar.

comunicacao-casal

Ajustar-nos à realidade

A idealização é um componente estreitamente relacionado com o ato de se apaixonar; é inevitável nos fixarmos mais nas coisas boas do nosso parceiro quando iniciamos a relação. No entanto, é preciso tentar ter os pés no chão para que nossas expectativas não se distanciem muito de quem realmente é a outra pessoa.

Temos que saber que, mesmo que nosso parceiro tenha muitos aspectos bons, também terá outros muitos dos quais não vamos gostar. No final das contas, é na aceitação que aparece o verdadeiro amor, quando estamos preparados para ver a outra pessoa tal e como ela é, sem pretender mudá-la.

Tentar preencher o vazio

O parceiro não está ali para cumprir com nossas expectativas, nem para preencher nosso vazio interior. Buscar uma pessoa para não nos sentirmos sozinhos e para esquecer experiências passadas com outros parceiros é a primeira remada para que a relação não chegue a um bom porto. Os vazios temos que preencher nós mesmos, ainda que outras pessoas possam contribuir para torná-los mais ou menos ricos em conteúdo.

arvore-casal

Podemos não estar bem com nós mesmos, mas não podemos esperar que seja a outra pessoa quem resolva nosso conflito, e que nos dê a paz e a segurança de que precisamos em nossas vidas. Ninguém pode fazer o trabalho que corresponde a você para resolver seus conflitos internos, nem mesmo o seu parceiro/a.

Uma relação saudável consiste em estar com a outra pessoa para compartilhar quem somos, e não por necessidade de preencher nossos vazios. Se fugirmos da solidão, cairemos no erro de não aprender a estar com nós mesmos.

Recomendados para você