Os benefícios da gratidão para aliviar o estresse

· maio 13, 2015

Há pessoas que são capazes de manter uma atitude bastante positiva, independentemente do que estiver acontecendo ao seu redor. São capazes de se concentrarem no positivo, inclusive em momentos muito negativos. Esse tipo de pessoa é capaz de ver algo bom, inclusive nas pessoas que mais se escondem, de encontrar uma oportunidade nas circunstâncias mais complicadas, de apreciar o que possuem, inclusive quando têm pouco ou perderam algo. Lendo isso, muitos vão perguntar “Como é possível conseguir manter uma atitude positiva, inclusive em momentos de grande estresse? É possível cultivar essa atitude positiva nesses casos?”

Felizmente, a resposta é sim. É possível cultivar essa atitude positiva pois, ainda que tenhamos nascido com certa propensão a desenvolver um determinado caráter, o cérebro é um músculo que pode ser treinado, e é possível reforçar a tendência natural da mente em direção ao otimismo.

Dessa forma, enquanto vários fatores influenciam a capacidade de recuperação emocional e o otimismo, os estudos mostram que o cultivo da gratidão pode ajudar a manter um estado de ânimo mais positivo na vida cotidiana e contribuir para um bem estar emocional maior, que também trará benefícios sociais.

Cultivar a gratidão é um dos caminhos mais simples para obter maior satisfação geral com a vida e maior sentido da felicidade. As pessoas com maior nível de gratidão tendem a ter relações mais sólidas, já que apreciam mais seus entes e amigos queridos e estes, ao se sentirem apreciados, mostram também uma atitude de apreço ao outro.

Como cultivar a gratidão

Em primeiro lugar, é importante se dar conta dos momentos nos quais começamos a nos sentir estressados por alguma coisa que não gostamos. Uma boa prática é tentar pensar em várias coisas positivas pelas quais podemos nos sentir gratos. Quanto mais lembrarmos a nós mesmos os aspectos positivos das coisas com maior facilidade, desenvolveremos essa atitude positiva, inclusive em casos de grande estresse.

Outra atitude interessante consiste em não nos compararmos a ninguém. Essas comparações costumam ser completamente desnecessárias e não fazem mais do que aumentar nosso nível de estresse. A razão é porque tendemos a nos comparar com outros que estão mais próximos dos nossos ideais e, em vez de ver neles a nossa inspiração, o que acontece é que acabamos nos sentindo inferiores e sentindo cada vez mais inveja. Entretanto, nesses casos, podemos optar por nos comparar a pessoas que possuem menos, e nos sentirmos agradecidos pelo que temos, ainda que, aparentemente, não seja muito. Poderemos descobrir riquezas muito mais além do material e virtudes mais interessantes que as meramente físicas.

Por último, um bom costume para cultivar a gratidão é manter um diário de gratidão, que ajudará a manter uma atitude positiva diária. Além disso, poderá servir para obter uma fonte de inspiração positiva em momentos negativos, que será muito valiosa, já que é fruto da nossa própria existência.