Se as palavras estão sufocando você, é hora de pronunciá-las

Se as palavras estão sufocando você, é hora de pronunciá-las

4, setembro 2016 em Emoções 105 Compartilhados
Se as palavras estão sufocando você, é hora de pronunciá-las

Nem a pessoa mais calada pode manter em silêncio todos os seus sentimentos, já que todos precisamos descarregar de vez em quando e verbalizar o que nos afoga por dentro. De fato, haverá temporadas nas quais provavelmente você sentirá que isso que você tem entalado na garganta está lhe fazendo mal e talvez você não veja forma de colocá-lo para fora em palavras. Como se você tivesse engasgado e não pudesse respirar pelo coração.

Talvez isso leve você a pensar que não existem palavras suficientemente precisas para transmitir um retrato suficientemente fiel do que lhe acontece. É completamente normal, procure respirar. Todos já passamos por essa situação alguma vez e posso afirmar que nada vai ficar ali para sempre: acredite se quiser, a sua bolha de dor irá se romper e você encontrará uma forma de alívio e de se sentir melhor.

Não expressar as suas emoções pode fazer você adoecer

São tantas as emoções que chegamos a sentir que, sem importar se são positivas ou negativas, precisam ser exteriorizadas para que possamos canalizá-las adequadamente. Do contrário, ficam no seu interior fazendo barulho e tirando parte da sua energia.

“Não acumule silêncio, grite de vez em quando.”
-Anônimo-

mulher-triste-por-palavras-não-ditas

Certamente, o corpo e a mente pedem fluidez que recolhem das experiências, e se não a recebem, podem adoecer: por exemplo, a alexitimia é um transtorno consequência de levar ao extremo essa incapacidade de manifestar as emoções.

Se você sente que travou e que não sabe continuar, talvez seja a hora de deixar que as palavras falem por si e de procurar ajuda. Não para que alguém diga o que você tem que fazer ou não, mas sim para encontrar essa sensação de compreensão da qual todos precisamos.

Persiga as palavras que querem fugir

É curioso que quando você mais tem a sensação opressora de querer dizer alguma coisa não consiga fazê-lo, porque as palavras querem fugir. Contudo, se você encontrar em si mesmo a força suficiente para persegui-las, conseguirá se refazer com elas.

É possível que na hora de falar você gagueje, as suas frases fiquem entrecortadas e que você sinta que a boca fica seca. Ou também pode acontecer que, em vez de falar, você prefira escrever e então seja difícil amarrar seus pensamentos, ou que você se surpreenda com o que vê diante do papel.

Contudo, as palavras que sufocam precisam sair porque é bom que você mesmo as ouça e as aceite. Enquanto você não expressá-las, não poderá assumi-las nem saberá como agir diante delas.

menina-dente-de-leao-sufocada-por-palavras-nao-ditas

Algumas ferramentas para desabafar

Desabafar é um dos processos mais complicados que temos que encarar como pessoas, pois equivale a deixar o peito descoberto enquanto você sofre para ver de perto o que o aflige. Contudo, existem algumas técnicas que podem facilitar o desabafo emocional e ajudá-lo a encontrar a sua paz interior:

  • Ser seu próprio conselheiro: se você acha que possui boa capacidade de objetividade para se analisar, é provável que tratar dos seus próprios prós e contras do que lhe acontece seja um bom exercício de desabafo para você.
  • Chorar: sempre digo que é benéfico chorar, mas acho que é preciso entender que é útil unicamente quando somos conscientes de que está nos aliviando. Permita-se chorar até cansar se for preciso, mas depois de fazê-lo procure tirar conclusões a respeito.

chorar-por-palavras-nao-ditas

  • Ganhar tranquilidade e calma: a melhor forma de enxergar os problemas é em um ambiente de tranquilidade e calma. Se você está passando por maus bocados, pode fazer alguma coisa que relaxe, como ouvir música, e depois encontrar as palavras que você precisa dizer.
  • Lembrar-se de pessoas que gostam de você: é evidente que é indispensável encontrar alguém próximo que se alegre com suas conquistas e que tenha empatia para com os seus fracassos, medos ou indecisões. Tenho certeza de que existe alguém ao seu lado que está disposto a não julgar, com quem você pode se sentir livre para falar e ser ouvido.
Recomendados para você