Pequenas coisas que trazem felicidade e que você não sabia

Pequenas coisas que trazem felicidade e que você não sabia

16, janeiro 2017 em Psicologia 4824 Compartilhados
Pequenas coisas que trazem felicidade e que você não sabia

A felicidade talvez seja isso que não sabemos definir muito bem, mas que todos procuramos ansiosamente. Às vezes até geramos um tremendo mal-estar pelas próprias exigências que nos impomos para encontrá-la, para sermos felizes aconteça o que acontecer.

Se você perguntar para alguém onde encontrar a felicidade, normalmente receberá respostas que fazem referência ao exterior, ao que se dissipa, ao está mais fora do nosso controle do que em nosso interior.

<<Saúde, dinheiro e amor, e o que tiver essas três coisas que dê graças a Deus>> ou diz a conhecida canção.
Compartilhar

Mas o fato é que não é assim: nem a saúde, nem o dinheiro, nem o amor trazem felicidade, e crer que o seu estado de ânimo depende destas áreas da sua vida é um grande erro, que no fim o levará a ser ainda mais infeliz.

Onde costumamos buscar a felicidade?

Infelizmente nós inventamos uma infinidade de crenças irracionais. São exigências e necessidades que só estão nas nossas próprias mentes, mas que acreditamos serem verdades absolutas. Sentenças inquebráveis que precisam definir nossos caminhos. De fato, questioná-las pode nos causar a mesma vertigem que se aproximar de um penhasco íngreme.

Nós as assumimos como mandamentos, nos guiamos por elas, as tornamos nossas, e inclusive as defendemos mesmo que nos provoquem sofrimento.

mulher-meditando-em-gaiola

Erroneamente acreditamos que se estas necessidades e exigências estiverem cobertas, encontraremos a felicidade, mas se não alcançarmos nossas expectativas, iremos nos sentir miseráveis. Exigências com as quais ninguém consegue lidar, muito menos nós mesmos.

Normalmente estas crenças fazem referência à aprovação dos outros, ao desempenho perfeito de si mesmo em alguma tarefa de relevância, ao dinheiro, à saúde, a ter um relacionamento amoroso estável e que funcione perfeitamente, a ser mãe, a ser alguém interessante e carismático, etc.

Realmente existem muitos tipos de crenças e cada pessoa tem as suas próprias, mas elas basicamente têm a ver com o acabamos de mencionar. “O trabalho dignifica”, “O seu arroz vai passar do ponto”, “O dinheiro traz felicidade”, “A saúde é a coisa mais importante que existe”…
Compartilhar

Portanto, é ai que costumamos buscar a nossa felicidade, o que faz com que nos imponhamos expectativas pouco realistas e, no fim das contas, sejamos muito infelizes. De fato, as pesquisas confirmam que cada vez temos mais necessidades supridas e somos mais infelizes do que no ano anterior.

O que de fato é a felicidade?

Se cada vez possuímos mais e vivemos mais confortavelmente, com mais abundância, por que somos mais infelizes? O que está falhando?

O que está falhando é acreditarmos que as coisas externas nos farão felizes. É verdade que conseguir o trabalho dos seus sonhos, encontrar um parceiro que o ame, ou ter dinheiro dá um certo prazer, mas na verdade tudo isso é muito a curto prazo. E é prazer, o que não é felicidade.

O ser humano rapidamente se acostuma ao que tem e cada vez precisa de mais, de modo que não tem fim, não se conforma com tudo o que isto implica.
Compartilhar

Quem não conhece pessoas multimilionárias que já roubaram? Será que elas não têm o suficiente? Quem não ouviu falar de alguém que se mata trabalhando apesar de poder trabalhar a metade para viver?

mulher-vestido-de-folhas

Quando percebemos que não somos felizes apesar de ter de tudo, achamos que a solução é mais disso que já temos: trabalhar mais horas, tentar ser mais atraente, fazer mais dinheiro, viajar mais, procurar um namorado desesperadamente… e consequentemente o tombo dói ainda mais.

O que essas pessoas não sabem é que a felicidade está neles mesmos, na sua atitude, em como decidem aproveitar a vida e em como funciona a sua escala de valores.
Compartilhar

A felicidade está em como você aprecia e se diverte com o que você possui, seja pouco ou muito. Existem pessoas que têm muito pouco e são muito mais felizes do que aqueles que possuem mansões e grandes fortunas.

Não são poucos os exemplos de pessoas que têm de tudo e acabam se suicidando, depois de passarem uma vida inteira tomando todo tipo de medicamentos.

Se você quer ser feliz, comece apreciando tudo o que existe ao seu redor e parando de se queixar pelo que falta. É praticamente impossível que todas as áreas da sua vida estejam completas, mas isso não significa que você não possa ser feliz com o que tem nas mãos.
Compartilhar

mulher-espaco-sideral

O cheiro de café nas manhãs, o riso da sua filha pequena, dançar uma bela música com seu companheiro no meio da sala, correr com seus cães atrás das borboletas, olhar as estrelas, uma boa conversa na praia enquanto a brisa atinge o seu rosto, abrir uma garrafa de vinho com um banho quente… Estas são pequenas coisas que certamente trazem felicidade, sabia?

Recomendados para você