Pessoas altamente focadas: o que as torna diferentes?

Diz-se que Albert Einstein foi um exemplo claro de uma pessoa altamente focada. A capacidade de se concentrar profundamente em uma coisa é uma habilidade que todos podemos desenvolver. Descubra como.
Pessoas altamente focadas: o que as torna diferentes?

Última atualização: 25 junho, 2022

Pessoas altamente focadas têm uma virtude mental: concentrar-se em um aspecto específico de maneira sustentada. É quase uma competência fora de série. Porque nessa realidade tão caótica e cheia de estímulos, é difícil não se perder, não deixar a mente vagar e ficar cada vez mais errática.

Poderíamos dizer que essa habilidade precisa de uma grande força de vontade. No entanto, há muito mais do que mero esforço interno e comprometimento. Na realidade, pessoas altamente focadas desenvolveram um conjunto de hábitos que todos podemos implementar. É uma questão de prática e treinamento de um cérebro acostumado a “dar rodeios”.

Além disso, vamos ter em mente um aspecto simples. Quem consegue controlar seu foco e direcioná-lo para onde quer, desfruta de uma melhor qualidade de vida. A mente não navega nessa deriva de pensamentos negativos, não vagueia até se perder no infinito. A atenção é a nossa melhor ferramenta para alcançar a excelência e o bem-estar.

“A atenção, em todas as suas variedades, é um valor mental que todos devemos desenvolver.”

Daniel Goleman

Mulher lendo no computador representando pessoas altamente focadas
Uma chave essencial para melhorar nosso foco é evitar a multitarefa.

Características de pessoas altamente focadas

Algo que Daniel Goleman aponta em seu livro Focus é que atenção ou foco é um bem mental pouco conhecido e até subestimado. De fato, é quase assumido que cada um de nós vem ao mundo com boas ou más habilidades atencionais básicas, o que condicionará, entre outras variáveis, nosso desempenho acadêmico.

Negligenciamos que a atenção é educada, treinada e desenvolvida. Adquirir uma boa habilidade em nossa abordagem mental nos permitiria aprimorar nosso universo mental e emocional, alcançar melhores marcos profissionais e de trabalho. No entanto, nos ambientes escolares ainda não educamos nesse sentido. E mesmo dentro da psicologia e da neurociência ainda existe um desacordo significativo sobre o que realmente é a atenção.

Pesquisas da University College London nos lembram que desde que William James começou seus estudos sobre atenção no alvorecer da psicologia experimental, pouco avançamos em sua definição. Sabemos que é a capacidade do cérebro de controlar seus recursos de forma flexível. No entanto, como desenvolvê-la ao máximo?

Não é fácil de conseguir, mas é necessário fazê-lo. Em um mundo cada vez mais cheio de estímulos, é aconselhável educar nossa mente para que ela coloque seu olhar interior sobre o que é importante para nós. Imitar o que as pessoas altamente focadas fazem pode ser uma maneira. Vamos descobrir quais características as definem.

1. Elas têm propósitos claros

Sabemos que atenção é a capacidade de usar nossos recursos mentais em direção a um objetivo específico de forma duradoura. No entanto, a abordagem vai um pouco além, pois além dos recursos cognitivos, utiliza os emocionais. Em outras palavras, se há algo que define essa personalidade, é ter seus propósitos claros e se sentir motivado por eles.

As metas que as pessoas focadas estabelecem para si mesmas são sempre muito claras, objetivas e realistas.

2. Criam rotinas organizadas e têm uma gestão de tempo adequada

Hábitos e rotinas são formas eficazes de organizar o tempo e as tarefas. Dessa forma, o cérebro, o corpo e a mente se acostumam a costumes específicos sem resistência. Da mesma forma, é necessário que essas rotinas sejam bem organizadas, para que haja momentos de descanso e lazer.

Por outro lado, e não menos importante, para desenvolver um bom foco mental é uma prioridade evitar a multitarefa.

3. Elas controlam distrações externas

O dia de hoje está cheio de estímulos que roubam nossa atenção e nos arrastam para o labirinto da distração permanente. É necessário que cada um identifique seus distratores mais comuns. Por exemplo, o celular e suas notificações são os antagonistas mais poderosos de nossa atenção.

Não hesitemos em estabelecer estratégias para limitar a presença e irrupção desses estímulos.

4. Elas dominam seu diálogo interno (distrator interno)

Outra presença perversa para o foco mental é a conversa interna negativa. É essa voz que não apenas nos engana, mas questiona o que fazemos.

Vamos pensar naquela pessoa que estuda. Ela tem suas rotinas marcadas e seus elementos externos de distração sob controle. No entanto, seu diálogo interno é como um bufão travesso levando você pela mão a uma memória, comentário ou pensamento aleatório. Ele adora enganá-la e até fazê-la sofrer. Porque, às vezes, ele pode até ser muito perverso e dizer coisas como “por que você está estudando se não vai passar?”, “não seria melhor dar uma volta ou tirar uma soneca?”.

Pessoas altamente focadas são hábeis em dominar seu diálogo interno e torná-lo sua força mais apoiadora e motivadora. Elas não hesitam em dar autoinstruções e reforços como “você está indo muito bem, esse esforço vale a pena”.

Pessoas altamente focadas e produtivas sabem que a autocrítica prejudica sua capacidade de manter o foco e salvaguardar sua autoconfiança.

5. Elas sabem descansar e se conectar com o ambiente para se inspirar

Esses tipos de pessoas não trabalham em seus objetivos 24 horas por dia, 7 dias por semana. Elas sabem que descansar, relaxar o corpo e a mente é essencial para reduzir o estresse, regular as emoções e diminuir a tensão. No entanto, outra característica que as define é a capacidade de se conectar com tudo ao seu redor: são curiosos, apaixonados, atentos ao que está acontecendo.

Qualquer acontecimento, qualquer pequena circunstância, imagem ou palavra as inspira. Elas assistem a vida com grande interesse, esperando aprender coisas que possam ajudá-las a alcançar seus objetivos.

Mulher trabalhando ao ar livre para representar pessoas altamente focadas
Pessoas focadas não se comparam a ninguém. Elas tentam ser sua única referência para melhorar a si mesmos e tentam ser melhores a cada dia.

Pessoas altamente focadas não precisam de validação externa

Um “estou orgulhoso de você” ou “você está indo muito bem” pode ser bem-vindo de vez em quando. No entanto, esses homens e mulheres não precisam de reforço ou validação externa para se concentrar em seu trabalho. Eles são sua única referência e sua bússola, são eles que valorizam seu trabalho e seus esforços para gerar retroalimentação.

Evitam se comparar com os outros, são fiéis à sua essência e procuram melhorar um pouco mais a cada dia, para serem sua melhor versão. Para concluir, embora seja verdade que todos podemos aplicar estas estratégias, a chave não está apenas na sua implementação. É o compromisso consigo mesmo e com o trabalho diário que favorecerá o desenvolvimento autêntico de uma mente focada.

Pode interessar a você...
A liderança emocional segundo Daniel Goleman
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
A liderança emocional segundo Daniel Goleman

Saber liderar é uma das habilidades mais importantes para as pessoas que trabalham em equipe, uma das maneiras mais eficazes é a liderança emociona...



  • Goleman, Daniel (2013) Focus: desarrollar la atención para alcanzar la excelencia. Kairós
  • Madore, K. P., & Wagner, A. D. (2019). Multicosts of Multitasking. Cerebrum : the Dana forum on brain science2019, cer-04-19.
  • Lindsay G. W. (2020). Attention in Psychology, Neuroscience, and Machine Learning. Frontiers in computational neuroscience14, 29. https://doi.org/10.3389/fncom.2020.00029