Preocupação, a melhor amiga da ansiedade

Preocupação, a melhor amiga da ansiedade

agosto 26, 2016 em Emoções 29 Compartilhados
Preocupação, a melhor amiga da ansiedade

A preocupação é o verdadeiro núcleo da ansiedade. Uma vez que foi iniciada, não existe maneira humana de detê-la. Essa emoção causa tanto dano quanto a ira ou a raiva, pois nos desgasta pouco a pouco e, em algumas ocasiões, também nos paralisa. Além disso, tem um grande impacto sobre nossa saúde, já que nosso corpo fica tenso e nos sentimos mais inquietos e alterados.

É verdade que todo mundo se preocupa de vez em quando. É algo natural e totalmente normal. O grande problema aparece quando esse desassossego começa a nos afetar. A preocupação excessiva e o fato de se responsabilizar por quase tudo é um dos maiores problemas que muitas pessoas enfrentam.

A preocupação sem necessidade

Lembre-se de que a preocupação tem muito a ver com nossa forma de ver as diferentes situações e a maneira que temos de enfrentá-las. Por isso, existem pessoas que aparentemente não se preocupam nunca e outras, por outro lado, costumam se preocupar sempre com tudo. Será que serve para alguma coisa se angustiar tanto?

A preocupação pode ser positiva sempre e quando nos permite refletir sobre essa situação que está nos atormentando para que, por fim, possamos resolvê-la. No entanto, se ficamos apenas no âmbito dos pensamentos que giram sobre si mesmos sem propósito algum, o nervosismo, a tensão e a ansiedade estarão presentes.

menino-sobre-um-planeta

É verdade que a preocupação está associada ao medo. Por isso, em algumas ocasiões é bom parar para pensar se existe algo em nossas vidas que não estamos fazendo bem. Inclusive, às vezes temos consciência de uma situação que não gostamos, mas como não colocamos um fim, ela acaba gerando pensamentos recorrentes e negativos que podem afetar, a longo prazo, a nossa saúde.

As preocupações têm uma grande missão: encontrar soluções para possíveis ameaças. Porém, o fim delas é executar essas soluções. Se não fizermos isso, nossa mente seguirá nos avisando que temos que resolver o problema, gerando uma preocupação atrás da outra.

É então que esses pensamentos podem exercer outro tipo de pressão para que você tenha consciência de que não pode ignorar mais a situação. As tonturas, as dores em diferentes partes do corpo, a ansiedade, e a taquicardia podem começar a surgir sem motivos. Contudo, você sabe da presença disso tudo. É o momento de tomar uma atitude.

Quero deixar de me preocupar em excesso

Para deixar de se preocupar em excesso é preciso agir. Se deixamos que tudo aquilo que passa pela nossa mente permaneça aí, se ignoramos que existe um problema que temos que solucionar, tudo isso irá evoluir até  afetar nossa saúde.

Menino-com-galhos-de-árvore

Por tudo isso, queremos compartilhar com você alguns passos simples para deixar de se preocupar em excesso. Como dissemos anteriormente, é o momento de dar um passo na direção da ação, de deixar de pensar tanto e começar a agir:

  • Escreva o que o preocupa: pode ser que você não valorize o ato de escrever tudo o que passa pela sua mente, mas quando o fizer irá descobrir que é como um consolo para você. Além disso, escrever irá lhe permitir colocar todos esses pensamentos em ordem para que você possa ver as coisas de uma forma mais clara.
  • Faça perguntas para você mesmo: quando nos preocupamos é preciso fazer algumas perguntas como, por exemplo, se está em nossas mãos solucionar a situação que tanto está nos afetando. Se você se dá conta de que não pode fazer nada, então é o momento de deixar de se angustiar.
  • Faça hoje aquilo que você tem que fazer: se você pensa no que tem que fazer para solucionar esse problema que o atormenta, mas sempre adia a ação, as preocupações só irão aumentar. Lembre-se do provérbio: “Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje”.
  • Apoie-se nas pessoas de quem você mais gosta: agora é o momento de confiar suas preocupações a aquelas pessoas em quem você confia mais. Elas podem fazer você ver a situação de outra maneira e ajudarão a clarear a sua mente.
  • Pense nas vantagens: ainda que uma circunstância lhe cause medo, lembre-se de que não pode haver nada pior do que a preocupação e tudo o que esta lhe provoca. É aterrorizante enfrentar uma situação que não sabemos como irá se resolver. Apesar disso, lembre-se das vantagens para si, do enorme peso do qual você irá se livrar.

É bom se preocupar, mas atenção para isso não se converter em algo constante em sua vida. Quando a ansiedade bate na sua porta, está avisando que algo não vai bem. É o momento de nos perguntarmos o motivo de não estarmos fazendo algo a respeito.

mulher-máscaras

Ficar parados e continuar nos preocupando não é uma boa solução. Fale com as pessoas de quem você gosta, escreva e se esforce para solucionar o problema de uma vez por todas. Ainda que você tenha medo, lembre-se de que tudo isso irá piorar se você não fizer algo a respeito. Você não acha que é melhor correr esse risco? Afinal de contas, você não tem nada a perder…

Recomendados para você