Quando surge outra pessoa - A Mente é Maravilhosa

Quando surge outra pessoa

4, agosto 2016 em Psicologia 556 Compartilhados
Quando surge outra pessoa

No momento mais inesperado, no trabalho, em uma festa, em um jantar com os amigos, surge alguém que nos chama a atenção. De repente, podemos nos encontrar em uma encruzilhada se estamos em um relacionamento e sentimos uma atração por esta outra pessoa que estamos começando a conhecer.

Não podemos controlar por quem nos apaixonamos e quem nos atrai. Pode ser que fiquemos décadas com nosso parceiro e, de repente, aparece alguém diferente, alguém que nos faz vibrar e sentir certas emoções outra vez.

Ficamos nervosos, as mãos suam, gaguejamos, tropeçamos, e o coração bate mais rápido.

“O amor apresenta duas adversidades máximas e opostas: amar quem não nos ama e sermos amados por quem não podemos amar.”
-Alejandro Dolina-

casal-quando-surge-outra-pessoa

O que dizem os estudos?

Um estudo realizado por pesquisadores de quatro universidade norte-americanas (Universidade de Columbia, Indiana, Kentucky e Lexington) analisou 160 mulheres entre 19 e 56 anos casadas ou em relacionamentos há mais de 3 anos. 70% delas afirmaram terem se sentido atraídas alguma vez por outra pessoa que não o seu parceiro.

A maioria das mulheres (70%) experimentou a atração no trabalho, o que não é de se estranhar, já que foi comprovado que as pessoas vão nos atraindo mais conforme as conhecemos melhor.

Um estudo publicado na revista Psychological Science, intitulado “Nivelando o campo de jogo” chegou à conclusão de que a atração pode aumentar com o tempo.

No entanto, o fato de se sentir atraído por outra pessoa quando temos um parceiro não significa necessariamente o fim da relação, já que no geral esta situação nos ajuda a ver os problemas que o relacionamento em que estamos pode ter, e podemos apreciar mais o que construímos com nosso parceiro.

As causas da atração por outra pessoa

A pergunta é: Por que outra pessoa nos atrai quando temos um parceiro? A seguir compartilharemos alguns motivos:

A atração pela novidade

Quando estamos há muito tempo em uma relação e convivendo com uma pessoa, a novidade desaparece, entramos na rotina do dia a dia e, com o passar do tempo, deixamos de sentir a atração que sentíamos no princípio e deixamos de nos surpreender.

Além disso, com o passar do tempo e uma vez interrompida a idealização de nosso parceiro, nos damos conta de que ele tem defeitos junto com suas virtudes, que temos gostos e inquietudes diferentes, que nossos desejos são opostos, e tudo isso, às vezes, gera discrepâncias, além de um tédio por causa da monotonia.

No entanto, vemos a outra pessoa que conhecemos e que nos atrai como alguém fresco, novo, inquietante, atraente, interessante e motivador.

Não devemos confundir uma atração com o amor, porque o amor é muito mais, é desejo, é amizade, é preocupar-se com o outro, sentir o que o outro sente e respeitar.
Compartilhar

Confundir amor com amizade

A monotonia de nossa relação amorosa pode nos levar a buscar outras coisas fora do relacionamento, mas é preciso ter muito cuidado e não pensar que estamos diante do amor, quando na realidade estamos diante de uma amizade.

Quando nos sentimos atraídos por alguém novo, passamos pela fase da paixão, fantasiamos com suas qualidades e não vemos seus defeitos. Não sabemos como esta pessoa é realmente, como seria a convivência com ela. Pode ser que estejamos confundindo uma amizade com o amor.

Os aspectos negativos de nosso parceiro

Em uma fase de crise em nossa relação na qual conhecemos alguém novo, vamos ver todos os defeitos possíveis do nosso parceiro. Todas as manias que nos pareciam encantadoras agora serão odiosas. Podemos pensar que se trata de uma pessoa entediante, insuportável, etc.

Todos os aspectos negativos serão vistos de forma exagerada, maiores do que realmente são.
Compartilhar

casal-brigado-por-outra-pessoa

O que fazer quando surge outra pessoa?

Estamos atraídos por outra pessoa. Vemos todos os defeitos do nosso parceiro, precisamos de uma mudança. Sabemos disso e nos perguntamos: o que devo fazer?

1. Analise bem o que você sente pela nova pessoa que entrou na sua vida

Pode ser que você sinta paixão, amizade, amor, ou simplesmente a necessidade de algo novo.

2. Examine detalhadamente o que você sente pelo seu parceiro

É possível que exista algo que não funciona bem e que seja o momento de conversar sobre isso. A comunicação é essencial no casal, e muitas vezes o que calamos nos fere para sempre.

Ainda que no momento de conhecer uma nova pessoa você só veja o lado negativo do seu parceiro, é preciso se esforçar para ver as coisas positivas, para se lembrar de por que gosta desta pessoa, o que o atraiu nela.

3. Tome um tempo para pensar

Talvez você precise de um tempo em solidão para refletir, para se conhecer e fazer as pazes consigo mesmo. A solidão é uma boa companheira.

4. Fale com o seu parceiro

Diga tudo que o preocupa, o que você precisa que mude, compartilhe as suas emoções.

E, acima de tudo, seja feliz!

Recomendados para você