Stephen Hawking: 21 de suas reflexões sobre a vida

· abril 28, 2018

Conheça algumas reflexões de Stephen Hawking, o homem que nos aproximou das estrelas. O homem que teorizou com flashes, buracos negros e a origem do universo. O homem que descobriu as singularidades ou rupturas do espaço-tempo.

O homem que nos fez fantasiar sobre a possibilidade de viajar no tempo através de buracos negros. O homem que mudou a nossa visão sobre o universo. O homem que deixou a todos admiramos, mas sobre o qual sabemos tão pouco. O homem que recentemente nos deixou.

Foi um homem da ciência, um sábio de nosso tempo, uma pessoa com um caráter que emanava força e carisma. Começou a se destacar por sua mente brilhante desde muito jovem, vendo sua vida atormentada pelo diagnóstico de uma doença dolorosa, a esclerose lateral amiotrófica.

Contra todas as probabilidades, Stephen Hawking sobreviveu à esta doença, tornando-se uma exceção, um caso particular. Quando recebeu o diagnóstico aos 21 anos, durante seu período em Oxford, não acreditavam que ele fosse viver mais de dois anos. No entanto, para a nossa sorte e contra o esperado, seu corpo e sua mente brilhante seguiram nos iluminando por mais de 50 anos.

Sem dúvida, isso faz de Stephen Hawking uma figura ainda mais admirável, uma figura que deixa um legado para o mundo que vai além do conhecimento que gerou como físico teórico, astrofísico, cosmólogo e divulgador da ciência.

Reflexões de Stephen Hawking através de suas frases mais célebres

Pensando em Stephen Hawking, poderíamos nos fazer muitas perguntas. Uma das mais atrativas e curiosas é “Como seria pensar como ele?”. Evidentemente, a resposta para essa pergunta é impossível, mas em troca podemos investigar e nos aproximar de seus princípios morais, seus pensamentos sobre a vida, sobre o mundo e sobre o universo.

Para isso, fizemos uma compilação de suas frases mais célebres, pois acreditamos que conceder transcendência, singularidade e distinção aos pensamentos que ele compartilhou com o mundo nos ajudará a tê-lo sempre presente. Sem dúvida, essa é a melhor homenagem que podemos fazer a este pensador – e, por que não, estrela – que há pouco tempo nos deixou.

  • “A mensagem desta palestra é que os buracos negros não são tão negros quanto imaginamos. Não são prisões eternas como se pensava. As coisas podem sair de um buraco negro por ambos os lados e possivelmente em outro universo. Então, se você se sente em um buraco negro, não desista: há uma saída“. 
  • “Não seria um universo de verdade se não abrigasse as pessoas que você ama”.
  • “Não importa o quão difícil a vida possa parecer, você perde toda a esperança se não puder rir de si mesmo e da vida em geral”.
  • “Vivemos em um universo governado por leis racionais que podemos descobrir e entender. Olhemos para cima para as estrelas e não para baixo para os nossos pés. Tente entender o que você vê e pergunte a si mesmo o que faz com que o universo exista. Seja curioso”.
  • Não tenho medo da morte, mas não tenho pressa para morrer. Tenho tantas coisas que quero fazer antes”.

  • “Tenho notado que até mesmo as pessoas que dizem que tudo está predestinado e que não podemos fazer nada para mudar nosso destino continuam olhando para ambos os lados antes de atravessar a rua”.
  • “A inteligência é a habilidade de se adaptar às mudanças“.
  • “A humanidade possui uma margem de mil anos, antes de se autodestruir nas mãos de seus avanços científicos e tecnológicos”.
  • Para sobreviver como espécie, a longo prazo devemos viajar às estrelas, e hoje nos comprometemos com o próximo grande avanço do homem no cosmos”.
  • “Na próxima vez em que você falar com alguém que negar a existência da mudança climática, diga para fazer uma viagem à Vênus. Eu vou cuidar das despesas”.
  • “Einstein estava errado quando disse que ‘Deus não joga dados com o universo’. Considerando as hipóteses dos buracos negros, Deus não apenas joga dados com o universo: às vezes os joga onde não podemos vê-los”.
  • “A vida seria trágica… se não fosse engraçada”.
  • O pior inimigo do conhecimento não é a ignorância, é a ilusão do conhecimento”.
  • “A raça humana precisa de um desafio intelectual. Deve ser chato ser Deus e não ter nada para descobrir”.

  • “Somos apenas uma raça de primatas em um planeta menor do que uma estrela comum, mas podemos entender o universo. Isso nos torna muito especiais”.
  • “As pessoas tranquilas e silenciosas são as que têm a mente mais forte e barulhenta”.
  • “Aqueles que se gabam de seu QI são uns perdedores”.
  • “As pessoas não terão tempo para você se estiver sempre irritado e reclamando”.
  • “Embora houvesse uma novem sobre o meu futuro, descobri, para a minha surpresa, que apreciava a vida mais no presente do que jamais havia apreciado”.
  • “Obviamente, devido à minha deficiência, preciso de ajuda. Mas sempre tentei superar as limitações da minha condição e levar uma vida o mais completa possível. Viajei por todo o mundo, desde a Antártida até a gravidade zero.

Finalmente, queríamos destacar uma frase que Stephen disse uma vez: “Nada pode existir para sempre”. Talvez no sentido transcendental seja complicado acreditar que algo se perpetue eternamente, mas o que está claro é que seu legado, sua herança intelectual e vital, permanecerão no mundo durante muito tempo.

Nota ao leitor: Recomendamos aos leitores que assistam ao filme “A Teoria de Tudo“, que conta a vida de Stephen a partir de uma perspectiva diferente. Além disso, é interessante se aproximar de suas teorias através de livros como “O Universo Numa Casca de Noz“, “George e o Segredo do Universo“, “Uma Breve História do Tempo” ou qualquer outra de suas produções informativas, pois usam uma linguagem adaptada para pessoas que não têm grande conhecimento em astrofísica.