Relacionamento à distância, um tipo de relação cada vez mais comum

novembro 27, 2019
A distância é, muitas vezes, um desafio para a saúde do relacionamento de muitos casais. Diante dela, a comunicação, a confiança e o respeito podem fazer com que esse não seja um fardo tão difícil de carregar.

O relacionamento à distância é um tipo de relação que nem todas as pessoas consideram viável. Para alguns, é inconcebível e impensável ter uma relação com alguém a centenas ou milhares de quilômetros de distância.

No entanto, para outros casais a mesma distância pode ser um alicerce para manter viva a chama do amor. Sentir saudades, não se ver durante alguns dias ou inclusive semanas significa que, provavelmente, tudo se tornará mais intenso quando o encontro acontecer.

Algumas pessoas, ao contrário, apenas suportam a situação ainda que ela seja incômoda, já que consideram que o amor está acima de todas as circunstâncias. Para esses casais, tomar a decisão de se separar fisicamente pode ser complicado e, de certa maneira, também doloroso.

No entanto, ambos aceitam que nesse momento as circunstâncias pessoais ou profissionais são como são, e é necessário atravessar um período fisicamente longe.

Cabe destacar que, no início de uma relação, o primeiro desejo que surge em um casal é o do toque, do abraço, do beijo. Esse desejo pode estar presente em todos os momentos. Queremos nos sentir próximos, sentir que a pessoa está ali, passar um tempo com ela.

Esse desejo de proximidade e de afeto contínuo provavelmente seguirá existindo conforme a relação avança.

É claro que cada casal é um mundo à parte, e que nem toda as pessoas são iguais. Em algumas ocasiões, podem surgir certos dilemas nas relações que se mantém à distância.

Eu realmente posso suportar isso? Como manter a chama do amor viva com tantos quilômetros nos separando? A seguir, falaremos sobre alguns ingredientes importantes para manter um relacionamento à distância saudável.

Menina pensativa olhando pela janela

A importância da comunicação em um relacionamento à distância

A comunicação é um elemento fundamental para que as relações funcionem bem. Atualmente, a tecnologia faz com que a distância seja um obstáculo um pouco menor nesse sentido.

Podemos passar horas falando com o nosso amor, seja por mensagem ou inclusive por meio de videochamadas que dão uma certa dose de proximidade ao permitir incorporar um elemento audiovisual às conversas.

Uma pesquisa sobre as relações amorosas à distância publicada na revista científica Journal of Communication, liderada por Crystal Jian, coletou dados que defendem a hipótese de que as pessoas que têm relacionamentos à distância costumam criar laços mais fortes que os casais normais graças a uma comunicação mais constante e profunda.

Segundo esses especialistas, a distância pode favorecer um contexto no qual a comunicação se torne mais consistente e frutífera.

Convém mencionar que se comunicar inclui conversar sobre coisas que nós não gostamos e o que está nos incomodando na relação. É comum que os casais que se relacionam à distância evitem os conflitos por não querer desperdiçar o pouco tempo juntos em discussões.

Nesse sentido, não podemos esquecer que as relações se fortalecem e se constroem, em parte, através de conflitos, já que é necessário saber como o par se comporta em situações difíceis e desenvolver formas de lidar com discordâncias e desentendimentos em conjunto.

Em um relacionamento à distância, os quilômetros não têm por que ser um impedimento para se comunicar e se expressar.

A seguir, traremos algumas dicas que podem ajudar a manter e fortalecer o vínculo nas relações amorosas à distância.

Organize os encontros

Programe quando os encontros vão acontecer, e dedique também uma parcela do seu dia a dia para conversar com a outra pessoa. Ou seja, estabeleça uma dinâmica de tempo juntos, definindo como e quando o casal poderá passar algum tempo na companhia um do outro.

Organizar esses momentos de proximidade e programá-los no tempo pode ser uma boa forma de lidar com a distância. Ter o que esperar a curto prazo – com previsões concretas – mantém a motivação e o desejo de passar tempo com a pessoa até voltar a vê-la frente a frente.

“Não há distância quando se tem um motivo”.
-Jane Austen-

Casal fazendo chamada de vídeo

Aceite as mudanças que vêm com um relacionamento à distância

Nosso amor está a algumas centenas de quilômetros de distância e não poderemos reencontrá-lo até daqui algumas semanas. É um momento no qual devemos aceitar a situação e tentar fazer uma gestão inteligente do tempo.

Dedique um tempo a você mesmo, às suas atividades e a socializar com outras pessoas do seu ambiente. Dessa forma, você não se tornará uma pessoa emocionalmente dependente que vive esperando pelo outro, mas poderá aproveitar a sua vida e sua independência, ao mesmo tempo em que aproveitará também os reencontros e conversas com a pessoa amada de uma maneira saudável.

Não podemos esquecer que, assim como é importante aceitar as mudanças e seguir com a sua vida, também é importante confiar e respeitar a relação.

A confiança e o respeito são a base de qualquer relação, e em relacionamentos à distância onde não é possível se ver frente a frente diariamente, a desconfiança pode aparecer mais facilmente.

É fundamental resolver e esclarecer as possíveis dúvidas existentes. Definitivamente, criar uma base sólida na relação, formada por respeito e carinho, é essencial.

BADIOU, A. (2001) “El amor como escena de la diferencia”, Buenos Aires, Revista de Psicología y Psicoterapia de Grupo, XXIV, 1.