Segundas chances: uma opção válida apenas para alguns casais

Segundas chances: uma opção válida apenas para alguns casais

13, outubro 2016 em Emoções 2954 Compartilhados
Segundas chances: uma opção válida apenas para alguns casais

Certamente você conhece pelo menos um casal que terminou e voltou mais que uma vez. Eles tentam, mas no final estas segundas chances que são dadas parecem não funcionar. Tanto é que as segundas chances se transformam em terceiras, quartas, quintas, até que acabam desistindo de tentar. Talvez voltar a tentar não seja uma opção para eles.

As segundas chances não são uma alternativa que pode funcionar para todos os casais, já que muitas vezes carregam muito rancor, problemas não resolvidos e outras circunstâncias que, por muito empenho que possamos colocar, não vamos ser capazes de superar.

Se há um compromisso pela mudança, as segundas chances podem funcionar.
Compartilhar

Muitas vezes dar outra chance funciona muito bem, e inclusive melhora o relacionamentoMas isto é porque as duas pessoas da relação souberam aproveitar, com acréscimos, o tempo que ficaram separados. Nem todos os casais fazem isso, por isso o mais habitual é que depois a relação não funcione da mesma forma.

As segundas chances não costumam funcionar

Por que as segundas chances não costumam funcionar? Por uma razão simples: os casais voltam pelos motivos errados. Estes podem ser desde a necessidade até o vazio que sentem por terem estado tantos anos compartilhando sua vida com alguém. Tudo isso pode significar que sofrem de dependência emocional, um problema que afeta muitas pessoas hoje em dia.

casal-em-azul

Se você volta com seu parceiro pelas razões erradas, é impossível que o relacionamento siga adiante. Vocês se deram outra chance porque se sentiam sozinhosporque se descobriram impossibilitados para seguir com a vida de vocês depois de deixarem um ao outro, porque não conseguiram tolerar a tristeza ou superar o término.

Você sente falta do seu parceiro porque não é capaz de estar sozinho, e isso é algo negativo. Os problemas que levaram com que vocês terminassem continuarão presentes, surgirão de novo e farão com que vocês continuem a investir em um relacionamento tóxico onde serão tudo, menos felizes.

Você precisa do seu parceiro porque tem medo da solidão, tem medo dessa sensação de vazio que aflora quando estende os braços na cama e não toca ninguém, quando está andando cheio/a de sacolas e não há ninguém para te ajudar a carregar, quando ninguém beija os seus lábios.

Talvez você tenha cometido o grande erro de deixar toda a sua felicidade nas mãos do seu parceiro, e agora está sendo mais difícil do que o esperado. Você não é capaz de gerir sua vida sozinho, de enxergar além da sua relação. Você acredita que sem essa pessoa a sua vida não tem futuro nem esperança alguma de seguir adiante. O que você desconhece é que é possível ser feliz sozinho, você é mais do que isso, só tem que passar um tempo sozinho.

Se você aproveitar o tempo que estiver sem seu parceiro, pode descobrir e ver o seu relacionamento de outra forma, a partir de perspectivas diferentes. Desta forma, poderá comprovar se ele fez bem, se vocês merecem uma segunda chance ou se o término foi o mais sensato por parte dos dois.

A metade da laranja não existe

Os casais que se dão segundas chances e estas funcionam souberam desfrutar de todo esse tempo que ficaram sem o parceiro. Encararam isso como uma ocasião para refletir, para ver tudo a partir de outro ângulo e pensar muito bem nas coisas antes de tomar uma decisão errada.

Este tipo de casal sabe que são companheiros de vida, mas que também são seres individuais e que sua felicidade não depende do outro, mas sim de si mesmos. Por isso, não temem estar sozinhos. Eles escolhem compartilhar sua vida com a outra pessoa, e não fazer da outra pessoa o sustento das suas vidas.

homem-de-costas

Mas em muitos relacionamentos amorosos ainda existe a crença de que a metade da laranja existe, e isso faz com que ansiemos por estar em um relacionamento. Mas não se engane, nós precisamos estar em um relacionamento, não estar apaixonados. Estas são duas coisas muito diferentes que às vezes fazem com que acreditemos que estamos apaixonados, quando na realidade o que queremos é apenas ter alguém do nosso lado.

Mas as segundas chances também dependem dos problemas prévios que levaram ao término do relacionamento. Imaginemos que se trata de uma infidelidade. Se a pessoa não consegue superar esta terrível traição, tentar de novo é perda de tempo. Inconscientemente, você iria recriminar certas coisas ao seu parceiro, não iria confiar nela e iria duvidar de tudo. Isto não seria positivo para nenhum dos dois.

Por isso, antes de dar outra chance, é importante que vocês resolvam os seus problemas. Não apenas os problemas do casal, mas também os individuais. Desta forma, vocês vão poder reiniciar a relação, sem rancores e sabendo que são seres independentes e que não estão juntos porque não sabem estar sozinhos. Somente assim as segundas chances terão êxito.

mulher-cores