O sexo entre amigos fortalece a amizade?

O sexo entre amigos fortalece a amizade?

dezembro 21, 2015 em Psicologia 56 Compartilhados
Sexo entre amigos

“Quero você quando tiver frio mesmo com 21ºC, quero você quando demorar uma hora para pedir um sanduíche, adoro a ruga que se forma aqui quando me olha como se eu estivesse louco.

Quero você quando, depois de passar o dia contigo, minha roupa cheirar ao seu perfume, e quero que você seja a última pessoa com quem eu falo antes de dormir todas as noites.

E isso não é porque estou sozinho nem tampouco porque é véspera de ano novo. Vim aqui esta noite porque quando você percebe que quer passar o resto da sua vida com alguém, você deseja que o resto de sua vida comece o antes possível”.

Possivelmente essa seja uma das declarações de amor mais belas que já escutamos. Foi pronunciada por Harry Burns (Billy Crystal) a sua melhor amiga Sally Albright (Meg Ryan) no filme “Feitos um para o outro”.

Entretanto, um estudo realizado pela psicóloga americana Heidi Reeder realizou diversas entrevistas com uma centena de homens e mulheres, falando sobre os sentimentos que eles e elas experimentam por seu melhor amigo ou amiga. Depois de analisar os resultados, os pesquisadores chegaram às seguintes conclusões:

Amigos

Há quatro formas diferentes de atração entre amigos

1.  A atração de amizade é a mais comum, é a atração que sentimos por pessoas cuja companhia nos agrada.

2. A atração romântica é a menos comum entre amigos, embora a maioria a tenha sentido alguma vez, sobretudo em uma fase inicial da amizade. Trata-se do desejo de trocar a amizade por uma relação amorosa.

3. A atração física/sexual subjetiva. Um terço dos entrevistados confessam tê-la sentido com respeito ao seu amigo/a. É o desejo de que o sexo forme parte da relação de amizade.

4. A atração física/sexual objetiva foi sentida por mais da metade dos participantes do estudo. Consiste em pensar que o amigo é atraente, mas sem sentir atração a nível pessoal.

Com estes resultados, fica claro que amizade e amor são sentimentos intensos e muito próximos. Deste modo, é fácil pensar que o salto de um ao outro é possível e simples. Ainda assim, sempre existe o temor de revelar uma atração pelo outro devido ao medo da rejeição ou de perder a amizade.

Mas a pesquisa nos diz que a verdadeira amizade resiste ao impacto.

Amizades duradouras e amizades que morrem

Que diferença existe entre os que conseguem manter a amizade e aqueles que se distanciam definitivamente?

Os dados analisados estatisticamente demonstraram que o sucesso da amizade está relacionado  com o modo de se comportar antes, mas, principalmente, depois da confissão.

Heidi Reeder sustenta que se pode conservar a amizade se forem seguidas algumas sugestões e, sobretudo, se for mantida a calma.

Fomentar a amizade, fazendo intencionalmente com que ela funcione e mantendo os mesmos costumes de antes, é um primeiro passo fundamental para que a relação de amizade continue.

É muito importante aceitar o fato de que os sentimentos não são recíprocos, e o sofrimento foi causado pela rejeição. Mas devemos lembrar que a aceitação não é se render, é a liberação das emoções negativas.

Em geral, as amizades sólidas e de longa duração têm muita chance de superar a tempestade, enquanto que as novas amizades são mais vulneráveis. Nas amizades que sobreviveram, existia uma cumplicidade maior; são relações abertas onde se falava livremente sobre argumentos muito íntimos sem disfarces.

Quando se desata a paixão

De vez em quando existe a necessidade de desabafar com seu amigo ou amiga, alguém que nos conhece realmente e que pode nos dar uma perspectiva nova de nossos pensamentos. E uma noite acontece, o que parecia ser uma ocasião entre amigos acaba em uma noite de paixão.

Sexo entre amigos

Dos 300 entrevistados, 20% tinham mantido relações sexuais com um amigo/a em algum momento de sua vida. Mas ainda há mais, 76% reconhecem que sua amizade se fortaleceu depois.

Nestes casos, é possível restabelecer o clima de cumplicidade e amizade que havia antes de que a paixão os surpreendesse. Para que isto aconteça, você terá que lembrar que o diálogo é a base da amizade, e não deverá se esconder atrás de desculpas banais que só pioram a situação.

É só sexo entre amigos, tem certeza?

Harry e Sally são personagens de ficção, e na vida real seriam a exceção que confirma a regra. A mesma pesquisa expõe um dado muito interessante: só um pequeno percentual dos entrevistados chegou a ter um namoro, e entre eles 50% conseguiram concretizar uma relação muito mais duradoura.

São amigos? Então o primeiro passo é ser sincero consigo mesma e com seu amigo.

Recomendados para você