O sexo não é natural, é cultural

O sexo não é natural, é cultural

Última atualização: 26 Agosto, 2021

Quantas vezes diferenciamos entre o que é “sexo natural” e “sexo não natural”? Estas são definições que surgiram devido aos preconceitos que nos perseguem há anos. Em uma época um tanto distante de hoje, os relacionamentos eram considerados como tendo um propósito reprodutivo. No entanto, mais tarde, foi defendido que era natural que os humanos fizessem sexo por mero prazer.

Apesar disso, a naturalidade do sexo não é como o percebemos. Acreditamos que isso significa liberdade, quando a realidade não é bem assim. Você acha que é livre quando faz sexo? Você considera que não tem limites? Nada está mais longe da realidade. No sexo, a cultura influencia mais do que pensamos.

O sexo é mais influenciado pela cultura do que imaginamos.

Sexo não é natural, é normal

Quando nos referimos ao sexo como algo natural, na verdade estamos nos referindo a ele não ser visto de forma estranha, mas como uma ação totalmente normal, válida e aceitável. Ou seja, entendemos isso como “naturalidade”. No entanto, a palavra “natural” se refere à natureza. Foi o que disse Valérie Tasso, escritora e sexóloga, numa das muitas palestras que deu.

Pintura de casal dançando

O sexo é natural nos animais. Eles não são influenciados por nenhuma cultura, eles não nascem e são educados seguindo certas crenças. Por outro lado, os seres humanos sim. Nossa concepção de relacionamento com outras pessoas, nossa própria visão de mundo não seria a mesma se tivéssemos nascido em outro país. Assim, é importante destacar alguns pontos que Valérie Tasso ressaltou sobre esta visão do sexo:

  • O sexo é um valor para nós, por isso não nos torna mais animais, mas mais humanos: pense no quanto você reflete sobre se está ou não pronto para ter “sua primeira vez”. Temos valores em nossa cabeça que nos condicionam.
  • A moralidade não é universal, porque se fosse, todos manteríamos as mesmas práticas sexuais: japoneses, árabes, americanos… Todos são diferentes no que diz respeito ao sexo porque os costumes e as normas não são iguais num lugar e no outro.

“O sexo é natural nos polvos”.
-Valérie Tasso-

Pelo contrário, somos nós que consideramos que o sexo nos torna mais animais. Assim, surgem preconceitos, pessoas que são reprimidas e que se preocupam com o que é certo e o que é errado, o que é “natural” ou não. Quem está determinando isso? Sem dúvida, a própria cultura.

O sexo dentro da cultura

O sexo é um ato cultural, como ir a uma exposição ou a um museu. Aprendemos tudo desde muito jovens. Não é verdade que você não faz sexo no meio do dia em um parque simplesmente porque está com vontade? Você reserva esses momentos de prazer para a sua privacidade, porque fomos ensinados a fazer isso.

Amor de casal

No entanto, isso também é um problema. Lembre-se de quando você viajou para outro país e se deparou com os temidos confrontos culturais. O mesmo vale para os relacionamentos. A história de cada lugar é diferente e, portanto, suas pessoas também são diferentes. Em alguns lugares, como no Japão, os homens são considerados muito frios. Por outro lado, os latinos são considerados pessoas dotadas de uma grande paixão. Existem grandes diferenças que se baseiam na cultura que permeia cada um dos territórios existentes no mundo. Isso nos enriquece como seres humanos.

“A sexualidade nunca é algo natural que vem do biológico, e se a qualificarmos como ‘natural’, estamos fazendo-o a partir de certos parâmetros históricos e culturais”.
-Elena Martínez Navarro-

Sem dúvida, tudo relacionado ao sexo está fortemente ligado às crenças religiosas. Mesmo que você se considere agnóstico ou ateu, o lugar onde você nasceu tem uma tradição judaico-cristã, xintoísta ou outra. Isso está impregnado na cultura que nos condiciona, aquela que nos faz enxergar nossos relacionamentos e nossa maneira de vivê-los de uma determinada forma.

Você achava que a sexualidade era natural? Você considerava que sua maneira de ver e viver era livre e longe de qualquer influência? Pense que, no final das contas, o sexo é como ir ao teatro. Você pode ir uma vez com uma pessoa, outra vez com outra, com duas… Talvez você vá ver balé ou uma peça. No entanto, tudo que é retratado no interior é influenciado pelo exterior.

Imagens cortesia de Tatyana Ilieva.

Pode interessar a você...
Tratamento da ejaculação precoce
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Tratamento da ejaculação precoce

O tratamento da ejaculação precoce pode ser abordado pela psicologia, farmacologia ou ambos. Saiba mais sobre o assunto neste artigo!