O que é a sociedade da informação?

dezembro 14, 2018

O ambiente em que vivemos atualmente é chamado de sociedade da informação. Um ecossistema muito condicionado pelas inovações tecnológicas que permitem uma rápida difusão de informações. Dessa forma, se olharmos à nossa volta, perceberemos que tanto no trabalho quanto no lazer, o desenvolvimento tecnológico está presente na forma como nos relacionamos com os outros e com o meio ambiente.

Essas inovações tecnológicas estão relacionadas principalmente com as tecnologias de informação e comunicação, que se tornaram um pilar fundamental em todos os ambientes da nossa sociedade, a partir do campo educacional.

As origens do termo

A denominação “sociedade da informação” já tem algumas décadas. Teve a sua origem nos anos 80, com a evolução da era industrial graças ao desenvolvimento da internet. O conceito está ligado à transição de uma sociedade industrial para uma sociedade pós-industrial ou da informação.

A partir da informação, o ser humano cria conhecimento, que é disseminado e absorvido para, por sua vez, criar ainda mais conhecimento. Assim, forma-se uma espiral de desenvolvimento e evolução que nos leva a uma possível mudança no termo, que pode ser chamado de “sociedade da informação e do conhecimento”.

Pessoas trabalhando em empresa

Os benefícios da sociedade da informação

A sociedade da informação traz consigo certos benefícios culturais, sociais, econômicos e, acima de tudo, liberdade de expressão e comunicação. A existência de redes de expansão do conhecimento e a facilidade de acesso colocam à nossa disposição um grande número de fontes de conhecimento em qualquer campo que desperte nossa curiosidade, ou sobre o qual precisamos aumentar o nosso conhecimento.

Além disso, a facilidade de compartilhar e distribuir qualquer tipo de conteúdo e a transferência de atividades que podem ser imediatamente globalizadas estão provocando revoluções e terremotos sociais de grande intensidade através de um caminho muito curto. A notícia não demora para ser atualizada com novas notícias, satisfazendo a inquietação de um grande número de pessoas e organizações.

Os limites da sociedade da informação

Além da tecnologia, o desenvolvimento da sociedade da informação depende de um enquadramento legal e de regulamentação adequada. Se esse contexto funcionar, o desenvolvimento de aplicativos e serviços produzirá um grande benefício para a sociedade. No entanto, se ocorrer o oposto, a tecnologia servirá apenas para gerar contextos de impunidade.

Por outro lado, essa sociedade da informação, em contínuo crescimento e mudança, deve evitar as rupturas sociais que podem ser derivadas da exclusão digital. Assim, qualquer meio de comunicação que seja popularizado deve ser acompanhado de treinamento para os usuários que, de alguma forma, acabam sendo forçados a usar essa ferramenta. Podemos observar esse fenômeno quando, por exemplo, o número de procedimentos que só podem ser realizados pela internet aumenta. Além disso, essa brecha digital tem um grande número de variantes, como as econômicas, geográficas, de gênero, etc.

Sociedade da informação

A sociedade da informação como parte da vida cotidiana

Até alguns anos atrás, a sociedade da informação não passava de um conceito. Depois, foi se materializando e hoje é uma opção possível. Atualmente, esse tipo de sociedade se espalhou para todas as áreas da nossa vida, especialmente nos países desenvolvidos. Agora, é quase uma obrigação.

Nos países mais desenvolvidos, falamos de um fato tão internalizado que realmente passa despercebido, já que as novas gerações nascem em um ambiente regido pelas inovações tecnológicas. Assim, para eles é muito difícil imaginar um mundo onde essas ferramentas não existiam.

O grande desafio desse crescimento em um mundo cheio de tecnologia é encontrado na perda das habilidades sociais em um contexto não tecnológico. Muito do que está agora nas telas antes estava nas pessoas. Então, vamos pensar, por exemplo, no quanto é diferente buscar informação e tratar com uma pessoa cara a cara do que perguntar a um assistente virtual através de uma tela. Esta é uma mudança radical de visão sobre o estilo de vida de apenas duas ou três gerações atrás.

No futuro, a sociedade da informação e do conhecimento continuará a desenvolver e a envolver mais e mais pessoas. Em princípio, este futuro é promissor, porque trará um maior nível de sustentabilidade, prosperidade, liberdade e, finalmente, muitas possibilidades profissionais e pessoais.

Isso requer um compromisso pessoal. A correta evolução desta nova sociedade depende de nós e do bom uso que fizermos das tecnologias que temos à nossa disposição, para que todos nós contribuamos de forma responsável para um futuro mais promissor a nível tecnológico.