Para superar o término de uma relação, mude a sua mentalidade

· fevereiro 25, 2017

Quando um casal se fragmenta, o processo de separação não costuma ser agradável. Contudo, algumas pessoas são capazes de continuar em frente, enquanto outras ruminam durante meses e anos após um término, de forma que prejudicam suas possibilidades de encontrar novos relacionamentos. O que faz a diferença? A mudança de mentalidade.

Após um término amoroso talvez você se sinta ferido, chateado, traído ou assustado diante da ideia de estar sozinho. É possível também que você fique obcecado pelo seu ex-companheiro e sinta ciúmes da pessoa com a qual ele está saindo agora. Talvez você se sinta inadequado, pouco atraente, e acredite que não é digno de amor.

Isto, que soa tão triste e patético, é uma coisa normal. De fato, as pesquisas mostram que os términos nos levam a enxergar a nós mesmos e aos outros de forma mais negativa. Também é mais improvável que comecemos um novo relacionamento e, se conseguirmos, aumentam as possibilidades de que seja uma relação pouco saudável.

Mudar de mentalidade para superar um término amoroso

Um grupo de pesquisadores da Universidade de Stanford analisou os efeitos de nossas histórias pessoais com relação à ruptura sentimental e sua relação com o mal-estar psicológico e nossa capacidade de nos adaptarmos à situação.

Depois do término, a maioria das pessoas procura dar sentido ao acontecido se perguntando por que aconteceu, se foi culpa sua ou que chances existem de encontrar um novo amor no futuro. A forma de responder a estas perguntas pode nos ajudar a enfrentar a situação ou a nos tornarmos vulneráveis diante do dano psicológico.

mulher-chorando

Segundo os pesquisadores, olhamos para outras pessoas como sendo fontes de informação sobre nós mesmos. Portanto, a rejeição de alguém que acreditamos que nos conhece muito bem pode ser especialmente devastadora.

Contudo, as pessoas têm diferentes pontos de vista sobre quanto podemos crescer e mudar. As pessoas que enxergam a sua personalidade e atributos como uma coisa fixa e imutável, isto é, de mentalidade fixa, são mais propícias a atribuir a ruptura aos aspectos negativos de si mesmos. As histórias que contamos para nós mesmos sobre a ruptura colocam em evidência nossas próprias deficiências.

Por outro lado, as pessoas que veem seus traços de personalidade como uma coisa mutante e têm uma mentalidade de crescimento têm maior tendência a criar histórias menos prejudiciais sobre o término. Assim, podem ser mais capazes de vê-lo como uma oportunidade de crescimento e esperar ter um relacionamento melhor na próxima oportunidade.

Em diversos estudos, os pesquisadores descobriram que os participantes com mentalidade fixa eram mais propícios a atribuir o término a suas personalidades tóxicas e a alguns atributos negativos que continuariam sendo um problema nos relacionamentos futuros.

O que fazer para mudar a mentalidade e superar o término

Para superar uma ruptura de forma saudável é importante mudar de atitude e evoluir para uma mentalidade de crescimento. Para realizar a mudança você pode fazer o seguinte:

Analise verdadeiramente as razões do término, mas sem assumir desnecessariamente mais culpa do que lhe corresponde

Em todo tipo de relacionamento todas as pessoas implicadas têm parte de responsabilidade nos problemas que surgirem. Nos relacionamentos amorosos acontece exatamente o mesmo. Assuma a sua parte de culpa, mas não se coloque como vítima.

Carregar mais responsabilidade do que lhe corresponde não será bom para você e não irá solucionar nada. Pior ainda, irá prejudicar a imagem que você tem de si mesmo e dificultará a sua possibilidade de manter relacionamentos saudáveis no futuro.

Identifique quais defeitos pessoais desencadearam o problema

Existem muitos fatores pessoais que podem desencadear um conflito amoroso que acabe em um término. Alguns são transitórios, outras vezes o problema vem por questões externas. O importante é saber o que falhou e de que forma isso pode ser evitado ou mudado no futuro. Muitas vezes as circunstâncias não favorecem os relacionamentos.

O término é uma experiência comum

Apesar da dor que você sente por causa da ruptura, lembre-se de que você não é o único que acabou um relacionamento amoroso. Você não é o único que foi deixado ou enganado ou o único que teve que terminar. Por mais dor que você sinta, você também pode superá-la, como outras tantas pessoas fizeram.

conflito-mulheres

Procure algo positivo para tirar de lição dessa experiência

Você aprende muitas coisas com um término, mas não se deixe levar apenas pelas coisas negativas. Esse relacionamento também lhe trouxe muitas coisas boas. Não se concentre apenas no negativo, pois se focar somente nisso, será tomado pelo pessimismo e o medo, o que irá dificultar seus relacionamentos futuros.

Independentemente da forma como foi provocado, depois de um fim sempre resta uma esperança. Não de recuperar o relacionamento, mas de não desistir de você mesmo diante desse final amargo. Na vida existem ciclos e o amor não deixa de ser um deles, de modo que ficar amarrado a ele quando o relacionamento já acabou só irá aumentar a sua sensação de sufocamento. Como diria a cativante Dory: continue a nadar, continue a nadar…