Te amo como se amam certas coisas obscuras, secretamente

Te amo como se amam certas coisas obscuras, secretamente

março 27, 2016 em Emoções 405 Compartilhados
Te amo

Eu amo o seu perigo, a sua tristeza, a sua solidão, cada pedacinho da sua alma e do seu espírito. Amo a forma como você me olha, como me acaricia, como me beija. Eu sei que em cada um dos seus sorrisos existe um mundo inteiro de possibilidades, que aprendo a espiar através dos seus cílios.

Eu te amo em segredo, é um equilíbrio impossível entre a razão e o coração. Se o meu coração diz que eu te amo, minha razão irá negar até o infinito, mas os meus batimentos não irão permitir que eu esqueça o que sinto, porque não posso deixar de lado a emoção de olhar para você.

E esse segredo é meu ou é de nós dois, mas sabemos que ele existe sem pronunciar uma única palavra, sem revelá-lo. Os sonhos escondem este segredo debaixo do seu travesseiro, e todas as noites o sussurram no seu ouvido.

“O amor nasce do desejo repentino de tornar eterno o que é passageiro.”
-Ramón Gómez de la Serna-

Casal desfrutando da vida

Te amo sem saber como, nem quando, nem onde

Não sei quando comecei a te amar, foi sem me dar conta, sem pensar, só sentindo pouco a pouco que podia amar cada ponta dos seus dedos, cada palavra que os seus lábios pronunciavam, cada uma das perfeitas imperfeições do seu corpo.

Não me lembro do momento exato em que eu comecei a te amar, porque foram tantos momentos em que o seu sorriso conquistou o meu olhar, em que você me fez ver o mundo através dos seus olhos, que já não pude te olhar da mesma forma.

Não sei como esse amor foi crescendo, alimentado pela forma como você caminha pelo mundo, como olha para a frente e me faz ver que a vida é o que importa, o céu sobre as nossas cabeças, o vento entre as árvores.

“Não tenha medo do destino, não tenha medo da distância. O meu coração está na sua alma, porque estou sempre pertinho do seu amor.”
-Celeste Carballo-

Te amo sem saber onde estou, onde você está, onde tudo isso começou. Talvez tenha sido na borda dos seus lábios, na curva do seu pescoço, no mundo que os seus sonhos criam. Não importa, porque é um lugar ou são cem lugares, mas são os que me ensinaram a te ver como você é e a aprender a me ver como eu realmente sou.

Te amo diretamente, sem problemas nem orgulho

O orgulho não tem vez, não existe, porque te amo ainda que não te possa ter, porque a sua felicidade é a minha felicidade. Embora você não esteja perto de mim, sei que os seus pensamentos vão levar a minha imagem à sua mente e, por um segundo, colocar um sorriso no seu rosto.

Não dependo do amor que sinto por você, nem de você, simplesmente te amo. Não desejo te possuir, porque adoro a forma como você é livre e me deixa ser também. A liberdade que desfruto é a de te amar sem restrições, sem contratos indefinidos. Mesmo sem estarmos juntos somos tudo, porque não dependemos um do outro, nós nos respeitamos.

Casal olhando as estrelas

Tão perto que seus olhos se fecham com meu sonho

Admiro a sua coragem de mostrar ao mundo a sua fragilidade, sua vulnerabilidade, sem medo, sabendo que existe um risco que você assume sem nenhum temor, porque se trata de viver plenamente. Você mostra o que te machuca, o que te preocupa, chora e ri, abraça, fica com raiva e cada partícula de ar ao seu redor recebe a sua energia, sua vitalidade, assim como eu a recebo.

A combinação a que chegamos é maravilhosa, até quando você não olha para mim consegue ver, até quando eu tenho um sonho você fecha os olhos para deixar a imaginação voar. Com um olhar, podemos dizer mil coisas ou nenhuma, podemos nos abraçar ou beijar, com um simples encontro no ar dos seus olhos e dos meus.

Não importa se você está a poucos centímetros de mim, se está a milhares de quilômetros de distância, se não te vejo, se não te escuto, se não sinto o toque da sua pele. Porque é o vento que traz de volta memórias do seu sorriso, do que você me ensinou, do que eu aprendi com você, da forma como eu te amo.

“Não te amo como se fosses rosa de sal, topázio
ou flecha de cravos que propagam o fogo:
amo-te como se amam certas coisas obscuras,
secretamente, entre a sombra e a alma.

Te amo como a planta que não floresce e leva
dentro de si, oculta a luz daquelas flores,
e graças a teu amor vive escuro em meu corpo
o apertado aroma que ascendeu da terra.

Te amo sem saber como, nem quando, nem onde,
te amo diretamente sem problemas nem orgulho:
assim te amo porque não sei amar de outra maneira,

senão assim deste modo em que não sou nem és
tão perto que tua mão sobre meu peito é minha
tão perto que se fecham teus olhos com meu sonho.

-Pablo Neruda-

Recomendados para você