Tenho medo de dizer que te amo - A Mente é Maravilhosa

Tenho medo de dizer que te amo

10, janeiro 2017 em Emoções 885 Compartilhados
Tenho medo de dizer que te amo

Tenho medo de dizer que te amo e que essas duas palavras saiam como rojões dos meus lábios trêmulos e acabem com tudo o que temos. Eu tenho medo porque a amizade entre você e eu é um vínculo único que construímos através dos anos e apesar das dificuldades.

Essas duas palavras que eu já disse várias vezes, mas que realmente não sentia… aqueles “eu te amo” eram mais por carinho do que por amor verdadeiro. Agora entendo que quando você realmente sente o que está dizendo, o medo aparece, porque essas palavras carregam uma parte de você que transparece como você realmente é.

Tenho medo porque sei que te amo, porque cada vez que toco sua pele eu me arrepio, cada vez que te vejo as borboletas no meu estômago se agitam e cada vez que escuto sua voz a minha alma sente uma carícia, como uma suave brisa de primavera acaricia as folhas das árvores.

casal-estrelas

A verdade nunca danifica uma amizade real

Demorei para perceber, mas sei que te amo pela sua forma de me fazer rir diante das dificuldades, porque você sabe que o silêncio é parte da confiança que temos e faz com que apenas a presença seja suficiente para demonstrarmos que nos valorizamos. Mas, principalmente, porque você me conhece exatamente como sou e aceita meu lado mais obscuro sem hesitar nem por um segundo.

Por isso sei que o sentimento é autêntico porque não nos idealizamos, mas nos conhecemos. A ternura que mostramos e a proximidade que temos demonstra que o carinho entre nós é verdadeiro e, no meu caso, esse carinho se transformou em amor.

“A confiança é colocar o mais precioso, o mais obscuro e o mais temido nas mãos do outro, sabendo que ele apenas usará estas coisas para te ajudar a transcender.”
– Diego Castrillón-

Dizem que nosso lar é onde está nosso coração, e eu sempre me sinto em casa quando estou ao seu lado, compartilhando minha vida contigo. Por isso sei que, se nosso vínculo é tão real e tão sentido, a sinceridade de dizer o que sinto não pode acabar com isso.

Quando é uma amizade real, a sinceridade não pode danificá-la, mesmo que ambos não estejam de acordo. Se eu decidir te contar tudo o que sinto, pode ser que você não sinta o mesmo ou que a nossa amizade se transforme em um novo vínculo, ainda mais profundo, mas igual.

casal-coracao

Se eu decidir contar o que sinto, é porque estou sofrendo para manter em segredo e é inútil sofrer por algo que podemos mudar, porque pode ser que você também me ame. Não vou perder nada além do sono que já estou perdendo agora quando contar tudo o que penso sobre nós.

Se você não compartilhar dos mesmos sentimentos, não se preocupe, seja sincero e diga sem medo. Posso aceitar uma rejeição pois, justamente por te amar, entendo que eu não sou a pessoa que te faz mais feliz e posso aceitar que outra preencha este espaço em seu coração, mesmo que eu não tenha sido capaz de fazê-lo. O amor não pode tudo, mas a amizade sempre triunfa diante da adversidade.

Não se preocupe, sei que o amor não pode ser mendigado e se um amor não for correspondido, é preciso deixá-lo ir. Sei que não sou perfeita e pode ser que você nem me veja como nada além de uma amiga, e inclusive pode me considerar uma irmã, mas aprendi que quem não arrisca não ganha.

Também sei que vou sofrer ao vê-lo com outras pessoas, por isso decidi fazer isso agora e só quando estas duas palavras saírem da minha boca estarei segura de saber todo o possível para evitar este sofrimento. Dizer que te amo abre as portas de uma nova vida com infinitas possibilidades.

Talvez o que eu esteja dizendo pareça ser muito sonhador para você, que a dor da rejeição rompe amizades, mas o amor maduro é compreensivo e coloca como prioridade toda a felicidade do outro, pois isso é o amor, respeito, entendimento e compreensão, do contrário seria possessão.

casal-amor

Por outro lado, se você decidir se afastar de mim porque essas duas palavras te dão medo, porque você não concebe uma amizade dentro de uma rejeição a um “eu te amo”, então saberei que você não é um amigo verdadeiro. A amizade verdadeira é saber conviver com as contradições de seus membros. As amizades verdadeiras sabem que nem sempre podem estar de acordo e que se sentir incômodo depois disso não é nem um pouco estranho.

Pode ser que antes de fugir seja melhor parar e observar, conversar, tentar compreender e estabelecer limites que ambos possam tolerar. Aprender a coexistir será nosso desafio. Mas se formos amigos verdadeiros, teremos uma base sólida para nos reconstruirmos novamente.

Dizer “eu te amo” nunca deveria causar medo

Por tudo isso sei que dizer “eu te amo” nunca deveria causar medo se vier de um amigo, porque mesmo que tenhamos medo de destruir aquilo que nos uniu, viver em uma mentira causa mais dano do que dizer o que realmente sentidos e que pode, ou não, nos separar.

Podemos pensar que as amizades são frágeis ao enfrentar o amor, mas na realidade são mais fortes porque não é a primeira adversidade ou tempestade que já enfrentaram. As amizades verdadeiras superaram muitas coisas juntas e por isso o “eu te amo” não deveria causar medo, e sim ser entendido como um novo desafio. Por isso direi, em alto e bom tom, que “eu te amo” e vou acabar com este medo.

Recomendados para você