Transformar pensamentos negativos em positivos: como podemos fazer isso?

· outubro 27, 2018

O diálogo negativo, censurador e obsessivo em nossa mente cria a sensação de estarmos presos em um buraco negro. A luz se apaga e as esperanças desaparecem, uma por uma. Assim, aprender a transformar pensamentos negativos em positivos é mais do que necessidade, é uma ferramenta de sobrevivência e de saúde para reduzir a carga de ansiedade e avançar em plenitude.

Os especialistas em psicologia emocional dizem que é permissível ter até três pensamentos negativos por dia. No fim das contas, não se trata de fechar os olhos diante da realidade, de fechar as persianas diante das dificuldades, dos medos e das preocupações.

O segredo está em não nos deixarmos arrastar pelos padrões de pensamento nos quais, quase sem saber como, proibimos a entrada da resiliência, da superação e da motivação.

Vamos pensar: todos nós temos pensamentos deste tipo. Aquele tipo de pensamento que, em determinados momentos, crescem e ditam mensagens muito características:“não temos valor, não podemos enfrentar isso, vamos fracassar mesmo que nos esforcemos muito…”  Nós somos seres humanos e a mente tende a escapar muito mais do que gostaríamos.

Algo revelado pelo famoso laboratório de neuroimagem da Universidade da California é que cada um de nós tem até 70 mil pensamentos em um dia. Uma grande parte deles é negativa, limitante e frustrante.

Entretanto, diante desta presença pegajosa e, às vezes, poderosa, cabe apenas uma opção: aceitá-los e transformá-los. Vejamos como transformar pensamentos negativos em positivos.

“Os pensamentos obsessivos são a lenha que alimenta o fogo da ira, um fogo que só pode ser extinto contemplando as coisas a partir de um ponto de vista diferente.”
-Daniel Goleman-

Pensamentos negativos que pairam sobre nós

Aprenda a transformar pensamentos negativos em positivos

Um estado emocional negativo acaba gerando pensamentos negativos e alimentando-se deles. Isso é algo que a maioria de nós entende, mas que nem sempre percebe. Não percebemos porque não nos damos tempo nem estratégias adequadas para lidar melhor com estes universos emocionais nocivos.

Por exemplo, nos referimos à sensação com a qual voltamos do trabalho, quando o cansaço, o mal-estar e a preocupação orbitam ao nosso redor como um gigantesco satélite. No entanto, não queremos dar atenção a ele, preferimos desconectar e não aprofundar até a raiz dos problemas, buracos negros que se tornam cada vez maiores, mas aos quais negamos o olhar.

Diariamente, estas emoções negativas acabam mudando o discurso interno e a qualidade dos nossos pensamentos. O mal-estar e a frustração fazem com que nasçam padrões mentais nos quais só crescem diálogos negativos e obsessivos.

Assim, e no caso destes estados se prolongarem no tempo, vamos acabar deixando a porta entreaberta para que a sombra da depressão e os transtornos de ansiedade cheguem.

Identifique os pensamentos negativos e aceite-os sem resistência

A universidade de Rhode Island (2012) publicou um interessante estudo na revista Pshychology and Aging para analisar como os pensamentos negativos afetam cada faixa etária.

Os resultados foram muito claros; não importa se somos jovens ou se estamos em uma idade avançada, estas realidades psicológicas geram angústia e são, frequentemente, o gatilho de muitas doenças.

Em primeiro lugar, uma estratégia chave para transformar pensamentos negativos em positivos é saber identificar o diálogo negativo. Isso, que a princípio pode nos surpreender, é evidente: não percebemos até que ponto estamos sujeitos aos pensamentos obsessivos, negativos e limitantes.

  • Devemos detectar estes raciocínios negativos. Para isso, nada melhor do que manter um diário e escrever, em um determinado momento do dia, tudo aquilo que está na nossa mente.
  • Os pensamentos negativos não devem ser escondidos nem bloqueados. Trata-se apenas de aceitá-los como são e como surgem. Uma vez detectados, o segundo passo será, sem dúvida, “transformá-los”.

Um dos segredos para transformar pensamentos negativos em positivos é identificar o diálogo negativo.

Escrever um diário

Contraste, refute, enfraqueça

Este pensamento negativo tem justificativa? Que provas existem de que ele pode se tornar realidade? Nós devemos compreender que só porque pensamos algo, esse algo não necessariamente é verdade.

A mente é mentirosa, nos engana, se deixa levar pelo vento do medo, pela sombra do temor e pela necessidade de ficarmos sempre na zona de conforto.

Coloque seus pensamentos sob uma lupa, um por um, e procure evidências que demonstrem ou contradigam cada uma destas ideias. Outro dos segredos para transformar pensamentos negativos é colocá-los à prova.

Reformule o pensamento de forma adequada

Reformular nossos pensamentos de forma mais adequada sempre acaba com o seu poder negativo. Entretanto, é preciso fazer isso de forma assertiva e não se deixar levar por uma positividade ingênua e pouco realista. Vejamos um exemplo:

  • Vão me demitir do meu trabalho ⇔ No dia de hoje não existem provas evidentes de que isso vai acontecer, principalmente porque estou trabalhando bem. Por outro lado, caso isso ocorra, sei que devo estar preparado. Assim, o que devo fazer é preparar outras saídas para caso isso aconteça, enquanto me esforço para dar o melhor de mim no meu emprego atual.
  • Acho que meu parceiro não me ama como antes ⇔ Que provas eu tenho para pensar isso? Se realmente penso isso, devo conversar com ele/ela. Devo entender que as relações devem ser trabalhadas no dia a dia, e se minha atitude for negativa, eu acabo piorando a situação.
  • Tenho medo, tenho a sensação de que algo ruim vai acontecer comigo ⇔ O que me faz pensar isso? Há algo de ruim acontecendo em minha vida? Devo entender que hoje está tudo bem, eu estou bem e as pessoas próximas a mim também. É melhor distrair a minha mente com outras coisas, iniciar outros projetos, novas atividades para obter motivação.

Fracasso ou sucesso

Drene suas emoções negativas e injete-se de emoções positivas

Dissemos no início que as emoções condicionam a qualidade dos nossos pensamentos. Deste modo, uma estratégia para deter o curso dessa mente errante, negativa e obsessiva por ideias fatalistas e negativas consiste em abraçar as emoções positivas.

Frequentemente, uma pequena mudança em nossa rotina gera uma mudança produtiva. Separar para nós mesmos um momento de tempo livre e de qualidade oferece alívio e bem-estar.

Sendo assim, práticas tão úteis quantomindfulness, a arteterapia, ou até mesmo o fato de nos permitirmos conhecer pessoas novas, sempre trazem benefícios enriquecedores.

A mente pode se tornar negativa e pegajosa. Quando isso acontecer, nada melhor do que abrir uma janela para que o ar circule, para que possamos ver novas perspectivas e possibilidades. Vamos colocar isso em prática, vamos aprender a ter o controle sobre os nossos pensamentos.