Tropeçar de novo na mesma pedra - A Mente é Maravilhosa

Tropeçar de novo na mesma pedra

julho 24, 2016 em Psicologia 0 Compartilhados
Tropeçar de novo na mesma pedra

Às vezes você se dá conta de que há problemas na sua vida que, inexplicavelmente, se repetem uma e outra vez. Inclusive você pode notar que ocorre o mesmo com outras pessoas que conhece, e que tropeçar na mesma pedra parece relativamente comum.

“Sempre encontro homens que me enganam,” diz uma amiga sua. “Nunca consigo um trabalho em que me valorizem,” diz outro. “Por que todos acabam me usando?” pergunta mais um.

“A vida é tão boa professora que, se não aprendemos a lição, ela a repete.”
-Anônimo-

Ao ver isso, às vezes você acaba pensando que sim, que efetivamente o destino existe e já está escrito em algum lugar. Ou que tudo faz parte de algum karma de vidas passadas nas quais alguém se comportou mal e agora precisa pagar as consequências.

No entanto, há outra explicação para este eterno retorno ao erro que você quer evitar…

homem-abrindo-portas

A compulsão pela repetição

A compulsão pela repetição se define como o impulso inconsciente que leva as pessoas a repetir situações, fatos, sentimentos, pensamentos e realidades dolorosas.

Isso não parece ser coerente. Por que alguém iria querer experimentar novamente algo negativo, se o que deveríamos fazer é justamente aprender a lição e não voltar a cometer os mesmos erros? A vida não se trata justamente de evitar o que nos causa dor e buscar o que nos leva rumo à felicidade?

Os animais aprendem com uma só experiência, os seres humanos não. Um roedor não volta a passar pelo caminho onde anteriormente encontrou uma armadilha, ou onde morreu um de seus amigos roedores.

Um elefante é capaz de guardar em sua memória para sempre o rosto de quem lhe fez mal. Se encontrar este agressor depois de 50 anos, provavelmente o atacará.

Mas o ser humano atua de forma diferente. Pode ser machucado da mesma maneira mil vezes, surpreendido da mesma forma 150 vezes, ou até ser vítima do mesmo agressor eternamente. O ser humano não aprende a lição e pode tropeçar de novo na mesma pedra.

As pessoas também não costumam aprender com as experiências das outras. Elas supõem que no seu caso tudo será diferente. Às vezes elas repetem literalmente os erros, problemas e conflitos das pessoas que amam, sem se darem conta disso.

Tropeçar novamente: como funciona a repetição?

O mecanismo da compulsão pela repetição funciona assim: na vida do ser humano ocorre algum trauma, principalmente durante a infância. É algo tão doloroso que é retirado da consciência, esquecido, ou interpretado como algo trivial.

O impacto que este trauma deixa nunca se esquece, e sim se reprime. Ele permanece latente e volta a se fazer presente, ainda que não o faça de forma consciente.

O problema é que ele não surge repetidamente como uma lembrança. Em vez de nos lembrarmos do ocorrido, atuamos e o colocamos em cena novamente. Cria-se um conjunto de circunstâncias para que se repita o mesmo que nos traumatizou, com a esperança inconsciente de que o final, desta vez, seja diferente.

mulher-triste-lembrando-passado

Um exemplo para ilustrar isso é o caso de Norma: sua mãe era dura e fria com ela. Mantinha relações sexuais por dinheiro, escondida do pai da menina, e a obrigada a vigiar a porta do quarto para que ninguém descobrisse.

Anos depois Norma se casa com um homem que tem vínculos com cafetões e ela mesma passa a ter relações sexuais por dinheiro. No entanto, fica obcecada por vigiar seu marido e saber detalhes sobre suas atuações. Adicionalmente, tem uma filha que considera insuportável.

Deste modo, vemos como Norma repete o conteúdo essencial daquilo que a impactou: a promiscuidade, a distância entre mãe e filha e seu papel de vigilante.

O grande efeito dos traumas é exatamente esse: condenam as vítimas a entrar, uma e outra vez, em um círculo vicioso de dor e sofrimento.

Por isso é fundamental buscar ajuda psicológica ou psicanalítica nestas circunstâncias: quando sofremos um trauma (não importa se pensamos que já o superamos) e quando há algo em nossas vidas que se repete dramaticamente e nos leva sempre a tropeçar na mesma pedra.

Recomendados para você