Você conhece os 3 tipos de autoestima?

Você conhece os 3 tipos de autoestima?

30, novembro 2015 em Psicologia 9 Compartilhados
Os tipos de autoestima

A autoestima é um fator muito importante para alcançar o nosso bem-estar. Ela será fundamental para nos relacionarmos com o nosso entorno de uma forma positiva e saudável. Entretanto, apesar desta importância, nem todos temos a mesma autoestima.

Existem 3 tipos de autoestima que podem nos definir. Isso não quer dizer que devemos nos encaixar em um único tipo de autoestima, pois sabemos que, às vezes, nos sentimos mais eufóricos e outras vezes mais depressivos. Tudo depende do que estivermos passando em nossas vidas no momento atual.

Ainda assim, você pode identificar o tipo de autoestima que predomina em você. Qual é o que aflora mais vezes?

Os tipos de autoestima

1. Autoestima inflada

As pessoas com autoestima inflada se acham melhores que as outras e não hesitam em desvalorizar os outros. É uma autoestima muito negativa, pois as impede de estabelecer relações afetuosas e saudáveis. A concorrência sempre está presente e querem estar sempre por cima dos outros. Para estas pessoas, a felicidade está em alcançar o sucesso, mas a verdade é que não conseguem ser felizes com essa atitude.

“Estamos interessados em uma autoestima realista, saudável e positiva, e não em uma autoestima inflada.”
Compartilhar

As pessoas com autoestima inflada se caracterizam por serem incapazes de escutar os outros e fazer uma autocrítica. Não são capazes de corrigir seus próprios erros e, portanto, culpam os outros constantemente. Além disso, costumam menosprezar o resto das pessoas adotando um comportamento hostil direcionado a elas.

Estas pessoas têm muita dificuldade em estabelecer relações com os outros, pois sempre os veem como concorrentes.

Os tipos de autoestima
Cuidado para que isto não seja uma falsa autoestima! Talvez, por trás desse afã de se sentir sempre o melhor, exista uma pessoa muito insegura, com muitos medos que fazem com que ela se mostre de um jeito que na verdade não é.

Se uma pessoa com autoestima inflada é muito superficial e materialista, provavelmente tem uma falsa autoestima inflada.

2. Autoestima alta

As pessoas com este tipo de autoestima aceitam e valorizam a si mesmas. É uma autoestima vista como positiva, pois consegue fazer com que a pessoa esteja satisfeita com a sua vida. Isto implica que não haverá barreiras e muros para saltar? Claro que não, mas a confiança em si mesmo e a valentia de enfrentar os problemas que possam surgir fazem que tudo seja muito mais fácil.

Acreditar e confiar em si mesmo é o que caracteriza as pessoas que possuem esse tipo de autoestima. Mas isto não as torna arrogantes, e elas não se sentem melhores do que ninguém. Somente têm a segurança necessária para evitar que as circunstâncias e os acontecimentos negativos as desestabilizem.

Os tipos de autoestima

No entanto, dentro dessa autoestima alta, existem as pessoas que podem se desestabilizar. Isto é, não são capazes de manter esta autoestima alta de forma constante.

O que caracteriza estas pessoas que precisam de segurança? A atitude agressiva ou passiva, a negativa em aceitar outros pontos de vista, etc… Isso acontece, principalmente em contextos competitivos em que a insegurança se torna algo impossível de enfrentar.

3. Autoestima baixa

As pessoas que possuem uma baixa autoestima são o oposto das pessoas de autoestima alta. Não se valorizam, não confiam em suas possibilidades, e a insegurança que sentem aparece em praticamente qualquer situação. O medo do fracasso é algo que atormenta e bloqueia as pessoas com autoestima muito baixa. São exemplos de pessoas infelizes.

“A necessidade de falar mal do outro indica uma baixa autoestima. Eu me sinto tão lá em baixo que, em vez de subir, diminuo o outro”

– Papa Francisco –

As pessoas com baixa autoestima têm momentos de euforia nos quais tudo está ótimo, mas quando as coisas começam a virar a sua autoestima diminui muito rápido. São pessoas muito influenciáveis e sensíveis, que costumam mostrar a sua opinião, mas sem defendê-la.

Existem algumas pessoas com este tipo de autoestima que não são tão instáveis, e o seu verdadeiro problema é a indecisão. Confiam tão pouco nelas mesmas, se desvalorizam e têm tanto medo de se enganar que continuamente acham que não estão à altura das circunstâncias.

Qual tipo de autoestima predomina no seu caso?

Pense que é difícil escapar de uma autoestima inflada ou baixa, mas se você está entre as pessoas que tem uma autoestima alta, mesmo que peque por instabilidade em algumas ocasiões, é melhor assim! Você está muito mais perto de alcançar a felicidade em sua vida se estiver feliz consigo mesmo.

Recomendados para você