Você possui uma personalidade criativa?

Você possui uma personalidade criativa?

maio 27, 2015 em Psicologia 6 Compartilhados
personalidade criativa

As pessoas criativas são indivíduos com capacidades mais sensíveis e mais receptivas ao mundo que as rodeia. Dispõem, portanto, dessa importante virtude para indagar mais no seu interior, para buscar sensações, emoções, ideias e novas opções para determinadas situações.

Na hora de falar em personalidades criativas, não temos que ficar somente com essa visão do artista frente à sua tela ou do escritor frente à sua folha em branco. A criatividade está presente em qualquer tipo de disciplina e de faculdade mental; é um tipo de personalidade com uma mente aberta e com capacidade de inovar. Às vezes é até intuitiva e sensível; daí vem, por exemplo, o fato dessas pessoas as vezes se sentirem incompreendidas.

Autores como o pesquisador L. Oyvind Martisen, da Norwegian Business School, dedicaram um trabalho a esta dimensão, “a personalidade criativa”, afirmando que estas pessoas dispõem de um lado menos favorável, como problemas de sociabilidade, uma estabilidade emocional mais variável e, em consequência, mais problemas de rendimento mesmo sendo altamente criativos. Mas analisemos isto com mais detalhe:

Traços da personalidade criativa

1. Inteligência conectiva

A inteligência conectiva tem a ver com a imaginação e a inovação. São pessoas que gostam de estar no meio do caminho entre a realidade e a ficção; se conectam com a realidade, mas gostam de ir mais além… apreciam, por exemplo, imaginar como seria determinado aspecto visto de outro ponto de vista. Em alguns momentos podem apreciar o contato humano, mas em muitas ocasiões, gostam desses momentos de solidão e isolamento em que desenvolvem suas ideias, seus pensamentos e emoções.

2. Necessidade de originalidade

Evitam as regras e as convenções. Mais que um ato de rebeldia, é uma necessidade pessoal, a de não fazer o mesmo que o resto das pessoas. Pessoas criativas que desafiam as regras porque não lhes satisfazem… o que as vezes pode lhes trazer mais de um problema.

3. Motivação

Paixão por começar tarefas difíceis com as quais se pode aprender, e ai deixar claras as suas ideias e seus desafios pessoais em uma atitude motivadora. Este impulso, esta pujança pessoal e dedicação, as vezes não se encaixa com outros grupos de pessoas, e por isso podem preferir trabalhar sozinhos.

4. Ambição

Esta dimensão pode não estar presente em todas as pessoas criativas. Existem diferenças. Existem pessoas que, simplesmente, apreciam passar pelos seus próprios desafios na solidão, sem necessidade de demonstrar nada. Outras, contudo, sentem a necessidade de receber a atenção e o reconhecimento social, querem influenciar os outros e que seu esforço, ideias e conquistas sejam reconhecidos.

5. Flexibilidade

As pessoas criativas veem muitos pontos de vista de uma mesma coisa, e não ficam com uma única opção. A vida e a realidade estão cheias de caminhos e perspectivas diferentes, e eles gostam de conhecer todos.

6. Estabilidade emocional baixa

Já comentamos anteriormente. Uma personalidade criativa implica em ter variações de humor as vezes. Em alguns momentos a inspiração não vem, e se sentem inseguros, incompreendidos e com uma falta de confiança neles mesmos. Podem ter dias de esplendor e otimismo e momentos de decaída.

7. Problemas de socialização

É comum que sejam exigentes não apenas consigo mesmos, mas também com os outros. São pessoas obstinadas ao mesmo tempo em que são sensíveis, uma combinação emocional onde é comum ter períodos de isolamento e de procura por contato pessoal. Podem sentir que não são compreendidos, que não recebem suficiente atenção, ou que o mundo vai por um caminho enquanto eles sentem a necessidade de ir por outro.

Martinsen afirma que as dimensões mais importantes são a inteligência conectiva e a flexibilidade.  Estes são os que mais favorecem o pensamento criativo e a engenhosidade, aspectos que na essência, todos podemos desenvolver.

O resto, tem a ver com nossas emoções. Essas dimensões mais complexas que também podemos controlar e canalizar, sempre que estejamos certos de que não nos trarão algum tipo de problema. Ser criativo é uma virtude, sem dúvida… mas como tudo nesta vida, é preciso saber administrá-la para obter a tranquilidade e a felicidade.

Recomendados para você