Você sabe o que caracteriza uma pessoa propositiva?

Você sabe o que caracteriza uma pessoa propositiva?

julho 6, 2015 em Psicologia 12 Compartilhados

Talvez o termo “propositiva” tenha soado um pouco estranho, mas é o que mais se adapta a este perfil de ser humano. Já está sendo empregado e analisado nos livros de autoajuda e superação pessoal. Sem dúvida, ser alguém propositivo é benéfico para o seu entorno e até para o planeta. Diz-se que uma pessoa propositava é aquela que assume uma atitude analítica e avalia de forma crítica os acontecimentos, gerando soluções para os problemas e pensando em alternativas para agir.

Sua vocação se baseia na ação, logo após uma reflexão que permite concluir algo. É justamente o oposto de uma pessoa impulsiva, e também não são pessoas passivas. Elas propõem argumentos ou respostas valoradas para poder conseguir uma mudança ou uma melhoria, seja em uma situação pontual ou em várias.

Outra das características deste grupo é que transformam as suas ideias em planos de ação que levam a cabo no curto prazo. Não costumam descansar até vê-los concretizados ou finalizados. Isto significa que uma pessoa propositiva não apenas lança o projeto, mas dá tudo de si para cumpri-lo. Podem assumir sem problemas a liderança de uma empresa, levar adiante uma relação de casal ou fazer o impossível para que uma família se entenda.

O caráter dos propositivos conta com traços mais que distintivos, por isso é fácil detectá-los. O bom é que qualquer pessoa que não o tenha como algo inato pode aprendê-lo e colocar em prática. Sem dúvida, é uma mudança realmente substancial para a vida, porque permite ser melhor consigo mesmo e com os outros. Pensar em boas ideias para ajudar o próximo, resolver qualquer situação que nos inclua e não falar sem pensar são habilidades que nem todos possuímos, mas que vale a pena tentar adicionar ao nosso perfil.

Para ser um bom propositivo não basta lançar ao vento centenas de ideias “possíveis”, e sim encontrar a que mais se adapta à realidade, pensando bem, analisando as variáveis e os resultados potenciais.  É preciso estar disposto a carregar a mochila da responsabilidade e ocupar-se do que se obtenha dessa iniciativa.

Traços de uma pessoa propositiva

Estas são as três habilidades com as quais conta uma pessoa propositiva. Pode ser que tenha nascido com elas ou as tenha formado e desenvolvido ao longo da sua vida. Conhecê-las é uma boa forma de começar a agir com estes valores.

1. Pensa antes de agir: um propositivo está completamente consciente de que precisa da inteligência, da astúcia e da rapidez necessárias para poder pensar com sabedoria e conseguir excelentes resultados em tudo que se propõe. Provavelmente trata-se de uma pessoa mais reservada, mas quando fala, todos se calam para ouvi-la. Pode ser também que se dirija ao resto das pessoas de forma muito específica, analisando palavra por palavra e gesto por gesto. Sempre tem os seu pensamentos organizados antes de informá-los ao restante (pode ser o casal, os empregados, os amigos, etc.). Pode acontecer que tenha uma ideia definida de antemão, mas é um tanto sensível para determinar qual é o momento adequado para que os outros apreciem o seu esforço e pensem que se trata de algo relevante e útil.

2. Não se sente ameaçado por propostas contrárias às suas: Esta é uma diferença chave em relação a aqueles que costumam oferecer uma grande quantidade de projetos, mas se chateiam quando nenhum (ou apenas algum) é aceito ou levado adiante. Uma pessoa propositiva sempre vê a possibilidade de reformular as suas ideias com base no que os outros dizem. Se um líder conta com essa maravilhosa característica, verá nos que o apoiam e rodeiam uma fonte a mais de onde obter informação para continuar agindo. Em uma frase ou desaprovação do outro observará não uma trava ou obstáculo, e sim uma oportunidade de crescimento ou de enriquecimento para o futuro. Não esperam que tudo o que disserem será aceito sem mudar nenhuma vírgula. Sabem que cada pessoa é diferente e que se algo é uma excelente ideia para eles, pode ser que para os outros não seja. Em vez de se chatear, canalizam esse sentimento para conseguir melhorar a sua versão dos fatos e desenvolver melhores projetos e iniciativas.

3. Sempre faz o que diz: esta é outra diferença em relação aos típicos “charlatões” que só falam e não agem em consequência. Infelizmente há muitos desse tipo no mundo. Contudo, uma pessoa propositiva conclui a grande maioria (se não a totalidade) do que se propõe a fazer, porque confia nas suas habilidades e já analisou muito detalhadamente a resposta ou plano de ação. Ela aplica a coerência em todos os casos, porque suas ações são condizentes com os seus enunciados, formulações e propostas. Isso quer dizer que pratica o que prega ou que ensina com o exemplo. Sem dúvida, é o que o torna uma pessoa tão valiosa e procurada pelas empresas, por exemplo. O bom é que qualquer um pode se tornar um propositivo se, justamente, assim se propuser.

Recomendados para você