5 sinais de que é hora de mudar de emprego - A Mente é Maravilhosa

5 sinais de que é hora de mudar de emprego

Abril 8, 2018 em Psicologia 201 Compartilhados
Sinais de que é hora de mudar de emprego

O mundo do trabalho tornou-se muito volátil. Há tantas pessoas desempregadas que muitas vezes um emprego medíocre é visto como uma maravilha por aqueles que estão parados há muito tempo. Não é incomum encontrar quem sofra com isso, mas não decide nunca mudar de emprego.

No entanto, nesta situação, devemos ter muito cuidado. Às vezes permanecer em um emprego que detestamos pode ter sérias consequências. A mente, claro, é afetada por tal situação. O corpo também. Estar preso a uma rotina diária que detestamos é algo que nos adoece, no sentido literal.

Não aproveitamos o trabalho se ele não nos ensina algo.”
-Jose Hernández-

Em geral, é o medo que nos impede de mudar de emprego. Esse medo é tão forte que preferimos desperdiçar nossas vidas e nossos melhores anos fazendo algo que não queremos. Agora, o medo é quase sempre infundado. É mais uma questão de desconfiança de nossas habilidades e uma leitura um tanto paranóica da realidade. É verdade que conseguir um novo emprego não é fácil, mas também não é impossível.

Talvez seja preciso enfrentar um período de incerteza quando decidimos mudar de emprego. Ou talvez devêssemos aceitar um salário menor. No entanto, esses problemas são muito mais fáceis de lidar do que um trabalho que não se aguenta mais. Para saber se chegou a hora de mudar de emprego, avalie a presença desses sinais.

1. Se você não é remunerado, é hora de mudar de emprego

Parece estranho dizer isso, mas há muitas pessoas trabalhando atualmente sem receber um salário em troca. Às vezes são enganadas com supostas capacitações ou períodos gigantescos de seleção. Eles pedem que você pague pela capacitação e então trabalhe de graça enquanto alcança um certo nível definido pelos empregadores.

Mão cobrindo dinheiro brotando

Em outras ocasiões, o que acontece é que não pagam o salário integral ou deixam de pagar de repente, alegando dificuldades financeiras. Eles pedem, informalmente, um tempo para recuperar o atraso. Muitas semanas se passam e nunca pagam. Não espere para mudar de emprego se as coisas estão assim.

2. A constante ameaça de demissão

Muitas empresas optam por contratar e demitir seus funcionários constantemente. Os trabalhadores estão vinculados a metas de desempenho ou simplesmente têm uma forma de contrato que permite sua demissão a qualquer momento.

Este tipo de mecanismo só promove o mal-estar. A ansiedade é constante. Ninguém quer perder o emprego e é por isso que quase todo mundo se torna extremamente manipulável e falsamente eficiente. O clima de trabalho costuma ser repleto de tensão e raiva reprimida, junto com o medo. Tal trabalho não vale a pena. É melhor pensar em mudar de emprego.

3. Você sente que está exausto e não aguenta mais

O trabalho sempre envolve esforços e, de tempos em tempos, fazer tarefas que não lhe agradam. No entanto, o que deve prevalecer é um gosto ou interesse pelo que se faz. Quando, por outro lado, você não sente mais nenhuma atração pelas atividades, talvez seja hora de pensar em mudar de emprego.

Homem exausto que pensa em mudar de trabalho

Isso começa com sentimentos de apatia ou relutância, mas pode aumentar e se converter em ansiedade, fadiga, depressão e outras doenças no corpo. Não há motivo para se alongar em ciclos já concluídos. Por mais drástico que pareça, é hora de mudar de ares.

4. Não valorizam seu trabalho e você não cresce

Uma das razões que nos levam a nos sentirmos motivados a trabalhar é o feedback que recebemos. Isto é, o reconhecimento do nosso esforço, nossas conquistas ou nossas capacidades.

Se você sente que seu trabalho não é apreciado, por mais que coloque tudo de si, pode ser uma boa ideia mudar de emprego. Se você não valoriza o que faz, dificilmente conseguirá avançar na carreira. E se você não avançar, mais cedo ou mais tarde verá em seu trabalho um fardo e não uma maneira de superar a si mesmo.

5. Você abandonou seu trabalho mentalmente

Às vezes você chega a um ponto em que se desconecta mentalmente de tudo o que tem a ver com o trabalho. Isso se manifesta como um desejo de estar o menor tempo possível trabalhando, distração constante e elaboração de planos que não estão relacionados com o trabalho.

Mulher estressada no trabalho

Nesse caso, o que acontece é que mentalmente você já deixou seu emprego. Ele não lhe diz nada, nem tem mais lugar na sua vida. Você continua por hábito, por medo ou necessidade, mas sua mente e seu coração já estão distantes. É melhor que você assuma a realidade.

Não importa o quão difícil pareça, é sempre melhor mudar de emprego antes de ter que aguentar todas as consequências que manter-se nele pode trazer. Nós gastamos boa parte de nossas vidas trabalhando. O mínimo que podemos esperar é que sintamos que isso contribui para o nosso crescimento, e não para o nosso declínio.

Recomendados para você