O amor, o melhor refúgio para momentos difíceis

· junho 4, 2016

O amor me acolhe nos momentos mais difíceis. Cada vez que precisei superar uma situação que colocava em risco a minha estabilidade emocional e sentimental, busquei refúgio neste conceito universal e encontrei boas ideias para aliviar a minha dor.

O amor realmente nos acolhe, mas o que é o amor? É um conceito inventado pelo homem? É um sentimento? É uma emoção? Ele possui muitos significados, dependendo do número de sociedades que o interpretaram ao longo da história?

A verdade é que eu não sou capaz de definir o amor em sua totalidade, mas sei que é algo que me ajuda quando mais preciso e me acompanha sempre nos caminhos que não são tão planos como deveriam.

“Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. O que você quer que eu diga, além de que o amo, se o que quero dizer-lhe é que o amo”?

-Fernando Pessoa-

O amor me acolhe quando eu mais preciso

Mas, além dessas situações filosóficas, gostaria de centrar minhas próximas palavras no acolhimento que o amor oferece nos momentos difíceis da vida.

Você já teve algum rompimento amoroso que o fez sofrer tanto que dilacerou a sua alma? Quando um relacionamento acaba, sentimos uma dor muito profunda e difícil de curar, por mais forte que sejamos.

Nesses momentos, o amor será de grande ajuda para superar essa situação dolorosa. O apoio de um familiar querido como uma mãe, um pai, um irmão ou até mesmo um filho, é de grande ajuda. Ou talvez o apoio desse bom amigo que está sempre ao seu lado em todos os momentos.

o-amor-entre-mae-e-filha

O amor me conforta após uma perda

Outro momento difícil em que o amor me conforta é depois de uma perda. Quando perdemos um ente querido, seja por morte ou porque ele resolveu partir, as pessoas que nos amam são um bálsamo para curar nossas dores.

“Quando o meu coração se cala com a morte, meu coração continuará falando”

-Rabindranath Tagore-

Sofremos por um ente querido que deixou este mundo, que viajou por um tempo indeterminado, que deixou sua cidade por necessidades de trabalho ou porque a situação tornou-se insustentável. De qualquer forma, o sentimento de perda é enorme e provoca uma dor profunda na alma.

O amor me conforta quando estou desanimado

Existem muitas situações que nos levam a precisar do amor para encontrar o conforto; sozinhos não conseguimos encontrar uma saída. Nesses momentos é indispensável que alguém nos “estenda a mão” para lançar alguma luz sobre a nossa alma escura e sofrida.

Os momentos de crise provocados pela perda do emprego, por exemplo, são realmente frustrantes e dolorosos para as pessoas e suas famílias, que não sabem como vão sobreviver sem o salário no fim do mês.

dedos-com-flor-representando-o-amor

O rompimento de uma amizade também pode provocar em nossa mente, coração e alma um profundo estado de letargia, do qual não conseguimos sair sem o auxílio desses entes queridos que estão sempre dispostos a nos ajudar. Eles têm aquela cola especial para colar os “nossos cacos” e restabelecer a nossa confiança.

Podemos ter muitos maus momentos em nossa vida que aparecem sem aviso e que nos deixam desanimados: a falta de aceitação em um grupo social, a incapacidade de se adaptar a um posto ou equipe de trabalho, a incapacidade de concretizar os sonhos, não conseguir se comunicar de forma adequada… Tudo isso provoca uma enorme frustração.

A vida nos traz muitos momentos difíceis e surpresas desagradáveis, mas lembre-se de que o amor acolhe e conforta. Seus entes queridos estão sempre atentos às suas necessidades e oferecem seu ombro amigo para ajudá-lo.

O amor me acolhe nos maus momentos. Os caminhos que percorro nem sempre são tão simples. Mas o carinho e a compreensão daquelas pessoas queridas me permitem olhar com otimismo para o futuro, enquanto vivo tranquilamente o presente sem esquecer os ensinamentos do passado.