Apoio social: o melhor e mais importante pilar do nosso bem-estar

Apoio social: o melhor pilar do nosso bem-estar

4, fevereiro 2017 em Psicologia 466 Compartilhados
Apoio social: o melhor pilar do nosso bem-estar

Todos nós já passamos por situações complicadas em que precisamos dos nossos entes queridos para seguir em frente. Esse apoio social cumpre o papel de “muleta”, já que nos ajuda a levantar e impede que voltemos a cair quando dermos os passos seguintes.

Parece evidente que contar com uma boa rede social vai nos ajudar na nossa vida, não é verdade? Saber que podemos contar com aqueles que são importantes para nós nos reconforta. De fato, desde pequenos buscamos nos relacionar com os outros. Sem saber as razões que nos levam a isso, buscamos que os outros nos amem e nos entendam. Por quê?

O que é o apoio social?

Intuitivamente poderíamos pensar que o apoio social é o número de relações sociais de um indivíduo. Mas pensar nisso como a quantidade de vínculos que temos parece uma simplificação muito incerta. Vamos acrescentar também as pessoas com quem temos esse tipo de relações, se são membros da nossa família, colegas de trabalho, etc. Já temos mais informação, mas ainda continuamos com a sensação de que é pouco.

amigas-conversando-enquanto-tomam-cafe

Que tal se acrescentarmos as consequências que a pessoa obtém ao contar com esse apoio social? O conceito dá uma volta interessante, não é verdade? De fato, o apoio social é tudo isso. Inclui a quantidade, a qualidade e as características das relações sociais, juntamente com a forma como o indivíduo as percebe. Nisso, influenciam:

  • A noção de proximidade emocional ou intimidade.
  • A fonte do apoio: se são amigos, cuidadores profissionais, família, organizações sociais ou religiosas, etc.
  • O tipo de apoio.
  • A quantidade de apoio recebido.
  • A percepção de apoio por parte da pessoa: o grau em que percebemos a existência de relações suficientes e adequadas que nos dão apoio.

Como o apoio social influencia o desenvolvimento dos distúrbios psicológicos?

Contar com uma boa rede social de apoio vai nos ajudar a manter a nossa saúde psicológica fortalecida. De fato, foi demonstrado que a proteção é um fator importante para enfrentar o estresse, atenuando seus efeitos negativos na nossa saúde, tanto mental como física. Mas de que forma o apoio social influencia o nosso bem-estar psicológico?

casal-abracado-mulher-chorando

O conselho que recebemos de pessoas que são importantes para nós pode influenciar a avaliação que fazemos das situações que enfrentamos. Por outro lado, nossa autoestima e sensação de controle podem ser desenvolvidas pelo apoio emocional que nossos entes queridos nos oferecem. Desta forma, vamos ser mais fortes para enfrentar o que está por vir.

Portanto, se a nossa rede de apoio social nos ajuda a regular as nossas respostas emocionais e nos reforça quando tentamos agir perante os conflitos, ela está nos ajudando a enfrentar as coisas da melhor forma. Além disso, ela estará potencializando o nosso crescimento pessoal.

No entanto, também existem ocasiões em que a nossa rede social é, por si só, fonte de ansiedade e estresse. Isso ocorre quando as pessoas que fazem parte dela se comportam de forma excessivamente protetora conosco, impedindo que coloquemos em marcha os nossos mecanismos de enfrentamento perante as situações que vivemos.

O apoio social tem algum efeito no decorrer das doenças crônicas?

As doenças crônicas são por si só um elemento estressante, tanto para quem sofre delas como para as pessoas mais próximas. Por exemplo, foram estudados os efeitos da lesão cerebral adquirida nos familiares do paciente. Também foi encontrado que essa lesão envolve uma mudança considerável na vida dos pacientes, que em geral têm que mudar seus hábitos de vida. Mas não apenas isso, eles também têm que seguir um tratamento que pode ser bastante exaustivo, dependendo do caso.

O apoio social de que eles dispõem vai influenciar de forma notável a doença. Foi demonstrado que um nível reduzido desse tipo de apoio pode fazer com que as pessoas adotem em menor medida hábitos de vida saudáveis. Essa mudança nas condutas relacionadas com a nossa saúde é muito importante, principalmente devido à evolução que esse tipo de doença pode ter.

Além disso, se os pacientes percebem o apoio social de que dispõem como algo positivo, continuarão seus tratamentos de forma mais eficaz. Isso vai fazer com que seu estado de saúde melhore, e também irão perceber que seu bem-estar é satisfatório. Essa rede social de apoio é tão importante que são realizadas intervenções com os familiares dos pacientes, como com aqueles diagnosticados com doenças mentais graves e crônicas.

Mas não falamos apenas do apoio prestado pelos seus entes queridos. No apoio social também são incluídos os profissionais de saúde que estão em contato com o paciente. A relação entre médico e paciente acaba por ser um fator-chave na melhoria objetiva da saúde.

obrigado-apoio-social

Ou seja, quando o profissional é capaz de transmitir de forma adequada as informações ao paciente sobre sua doença e seus tratamentos, ele mostra uma maior aderência a estes. Dessa forma, os sintomas da doença têm mais possibilidades de melhorar e de repercutir de forma positiva no estado de espírito do paciente.

O apoio social é, definitivamente, um fator de proteção para a nossa saúde física e mental. Mas nem sempre. É necessário que o apoio oferecido pela nossa rede social reforce a nossa autoestima e que nós mesmos o consideremos como valioso. Se, pelo contrário, este apoio é para nos superproteger ou se considerarmos que ele não é adequado, o efeito será contrário. O importante é conhecer os benefícios que o apoio social pode nos oferecer e deixar que ele aja quando precisarmos.

Recomendados para você