Arrependimento sexual: ontem não deveria ter acontecido

O arrependimento sexual é motivado por muitos fatores. Casos rápidos de uma noite existem e esta é uma realidade comum experimentada por aqueles que praticam sexo casual com frequência.
Arrependimento sexual: ontem não deveria ter acontecido

Última atualização: 12 Agosto, 2021

“Por que dormi com aquela pessoa? O que aconteceu ontem à noite não deveria ter acontecido, que desastre, é melhor apagar o número dele e não voltar mais para aquele lugar”. O arrependimento sexual ocorre quando uma pessoa se arrepende de ter tido um encontro íntimo com alguém específico. Esse fenômeno aparece especialmente entre aqueles que praticam sexo casual com frequência.

É possível que, se você olhar para trás e revisar seus encontros/relações anteriores, se lembre desse mesmo sentimento. Os sentimentos de aborrecimento, de mal-entendido, a repulsa e até a vergonha estão presentes. Não é uma experiência agradável. No entanto, as pesquisas que vamos analisar agora dizem que, geralmente, esse sentimento é esquecido dentro de poucos dias.

A verdade é que nos arrependemos mais de dedicar tempo e esforços a relacionamentos que acabam mal no final do que daquela noite específica com alguém cujo rosto acaba se embaçando com os dias. No entanto, é interessante saber que homens e mulheres vivem esses tipos de experiências íntimas de maneiras muito diferentes.

De acordo com a ciência, as mulheres são as que mais frequentemente se arrependem de certos encontros sexuais que nunca deveriam ter acontecido. Eles, por outro lado, se arrependem de ter perdido oportunidades.

Sexo casual

O arrependimento sexual e o sexo casual, uma relação direta

O arrependimento sexual pode ser muito complexo. Quando o encontro é livre e consensual, não é incomum alguém dizer a si mesmo mais tarde que a experiência não deveria ter acontecido.

Existem casos terríveis de uma noite. As escolhas erradas e os matches infelizes em aplicativos de namoro também estão presentes. Além disso, as decisões tomadas sob a influência do álcool costumam ser comuns.

É importante esclarecer que esse tipo de vivência ocorre entre aqueles que praticam encontros casuais em que não buscam uma relação formal e estável. Vamos ver quais são as causas mais comuns que orquestram esse sentimento de arrependimento.

Isso não deveria que ter acontecido porque…

Uma das primeiras causas do arrependimento sexual é ter traído o parceiro. Simples assim. Quebrar o vínculo emocional após um encontro com alguém que você conhece ou não é o motivo mais clássico por trás do remorso.

  • A segunda causa é porque a referida experiência sexual não foi satisfatória. Às vezes, podemos nos sentir muito atraídos por alguém, mas quando chega o momento, é preferível esquecer a experiência vivida.
  • A Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia conduziu um estudo interessante sobre o arrependimento sexual, no qual algo impressionante pôde ser observado. As mulheres são as que mais frequentemente se arrependem de certos encontros. Em média, elas são mais seletivas quando se trata de escolher com quem fazer sexo.
  • Quando se trata de homens, seu arrependimento se concentra na perda de oportunidades. Ou seja, mais do que a própria experiência, lamentam não ter insistido com certas mulheres por quem se sentiram atraídos. O arrependimento pela inação é algo recorrente no sexo masculino.

Arrependimento sexual e psicologia evolutiva

A psicologia evolutiva também estuda o comportamento sexual há décadas para entender o que motiva nossas decisões e arrependimentos nessa área. Deve-se notar que, quando o termo “evolutivo” é adicionado, as teorias postuladas não deixam de ser polêmicas.

O Departamento de Psicologia da Universidade da Califórnia realizou um estudo em 2012 para propor uma explicação sobre o arrependimento sexual. Em primeiro lugar, se as mulheres são as que mais vivenciam essa sensação em seus encontros casuais, é porque (evolutivamente) elas precisam ser mais seletivas na hora de escolher um parceiro. O sucesso reprodutivo depende de boas escolhas.

No que diz respeito aos homens, a partir desta perspectiva, parte-se do pressuposto de que, para eles, “quanto mais encontros sexuais, melhor”. Portanto, eles se arrependem de perder oportunidades ou de serem muito tímidos. Obviamente, como podemos bem supor, nem todos concordam com essa perspectiva.

Psicologia evolutiva

Orientação sócio-sexual e personalidade: o que mais explica o arrependimento?

Em uma sociedade definida pela liberdade sexual, o evolutivo se dissolve com o sociológico e até mesmo com o tecnológico. Hoje, é mais fácil do que nunca encontrar um parceiro sexual, e isso amplia as oportunidades graças às novas tecnologias.

O sexo casual é tão comum para os homens quanto para as mulheres, mas o fato de alguém se arrepender de certas experiências depende basicamente de dois fatores:

  • Se o que você quer é encontrar um parceiro estável, é bem possível que aqueles encontros casuais de uma noite o frustrem.
  • A personalidade que se arrepende. As pessoas inseguras com alta ansiedade ou alta hiperexigência podem reclamar constantemente de certas experiências.

Para concluir, aqueles que já viveram esta experiência devem saber que ela serve para alguma coisa. O arrependimento é uma emoção útil: eles nos guia para aprender com a experiência e agir para impedir que ela volte a acontecer. Essa é a chave.

Pode interessar a você...
O que é a normalização?
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
O que é a normalização?

Recentemente, muitas pessoas têm desejado normalizar comportamentos, emoções e muito mais. Mas o que é normalização? Descubra neste artigo.



  • Galperin A, Haselton MG, Frederick DA, Poore J, von Hippel W, Buss DM, Gonzaga GC. Sexual regret: evidence for evolved sex differences. Arch Sex Behav. 2013 Oct;42(7):1145-61. doi: 10.1007/s10508-012-0019-3. Epub 2012 Nov 21. PMID: 23179233.
  • Kennair, Leif Edward & Bendixen, Mons & Buss, David. (2016). Sexual Regret: Tests of Competing Explanations of Sex Differences. Evolutionary Psychology. 14. 1-9. 10.1177/1474704916682903.
  • Kennair, L. E. O., Grøntvedt, T. V.,, & Bendixen, M. (2021). The function of casual sex action and inaction regret: A longitudinal investigation. Evolutionary Psychology. Advance online publication. DOI: 10.1177/1474704921998333