Biografia de Roberto Assagioli, o cientista espiritual

Roberto Assagioli e sua escola de psicossíntese foram uma revolução no mundo da psicologia e lançaram as bases do humanismo e da psicologia transpessoal.
Biografia de Roberto Assagioli, o cientista espiritual

Última atualização: 27 Julho, 2021

Hoje vamos expor uma breve biografia de Roberto Assagioli, o fundador da escola de pensamento da psicossíntese. Essa abordagem partia dos fundamentos empíricos da psicologia, mas saía completamente dos parâmetros da psicologia científica. Estudava a pessoa como personalidade e como alma.

Nas terapias que Roberto Assagioli desenvolveu, o inconsciente teve um papel importante, mas em equilíbrio com o trabalho racional e consciente. Além disso, suas teorias sobre a interação entre a psique e o corpo formaram a base da medicina psicossomática.

Sua ideia principal é de que o indivíduo está em constante processo de crescimento pessoal. A realização de todo o seu potencial oculto é o objetivo final, e seu método busca a transformação de todas essas potencialidades.

Assagioli defendeu que a personalidade humana possui subestruturas ou subpersonalidades que se alternam no psiquismo do indivíduo de acordo com suas circunstâncias.

O objetivo da psicossíntese seria, primeiro, identificar cada subestrutura e, em seguida, integrá-las para que funcionassem harmoniosamente. Assagioli também se interessou pelo desenvolvimento espiritual do ser humano e pelos problemas que podem surgir em cada fase desse desenvolvimento. Nesse sentido, a psicossíntese está profundamente ligada à psicologia transpessoal.

Espiritualidade

Biografia de Roberto Assagioli: infância e juventude

Roberto Assagioli nasceu em Veneza em 1888. Cresceu em uma família com interesses em arte, música e literatura. Parece que os estudos de teosofia de sua mãe tiveram uma influência decisiva em seu grande interesse pelas filosofias orientais.

Na adolescência, viajou muito e desenvolveu um gosto especial pelos ideais de liberdade de movimentos sociais não violentos e não dogmáticos. Suas viagens lhe ensinaram que os seres humanos são iguais, não importa de onde venham. Desde jovem defendeu que, em todos os seres humanos, existe o desejo de alcançar o seu potencial máximo.

Ele estudou na Faculdade de Medicina do Instituto de Estudos Superiores de Florença. Concluiu uma tese de doutorado intitulada A Psicossíntese, que contemplava uma abordagem holística da psicologia com atenção especial ao crescimento humano e experiências de dimensões espirituais.

Embora sua visão da psicologia se baseasse em muitos dos fundamentos da psicanálise, sua abordagem tendia a se distanciar dela por causa da sua proximidade com o lado patológico da psique humana. Essa ideia foi compartilhada por muitos psicólogos humanistas.

Ele também considerou que a consciência humana tinha mais camadas do que o modelo proposto por Freud. Assagioli se sentia atraído por uma psicologia que contemplava também o amor, a vontade, a sabedoria, a criatividade e a espiritualidade do ser humano. Em 1911, começou a formular os conceitos básicos da psicossíntese, tarefa à qual dedicou toda a vida.

Sua carreira profissional

Depois de completar seus estudos médicos, Assagioli formou-se em psiquiatria na Suíça com o prestigioso Eugen Bleuler, o pioneiro que definiu a esquizofrenia e um dos primeiros a aceitar a psicanálise.

Lá, ele conheceu Carl Jung e eles se tornaram amigos. Assagioli acreditava que a psicologia de Jung era a mais próxima da psicossíntese. Em 1926, o primeiro Instituto de Cultura e Terapia Psíquica foi inaugurado em Roma. Em 1928, ele deu uma série de palestras intituladas As energias latentes em nós e seu uso na educação e na medicina.

A psicossíntese funciona a partir da premissa de que qualquer emoção ou reação tem um oposto e de que a tarefa consiste em criar uma síntese entre as duas. O que produziria essa síntese seria o eu ativo, o eu observador, o fator de controle e o eu superior. Coincidia com a psicanálise no ponto de que a cura do trauma da infância e um ego saudável eram condições necessárias para o bom desenvolvimento psicológico do indivíduo, mas não parava por aí.

Assagioli defendeu que uma pessoa saudável tem potencial para crescimento, o que Abraham Maslow mais tarde chamou de autorrealização. Além disso, ele contemplou todos os itens acima com a adição da dimensão espiritual e transpessoal. É por isso que a psicossíntese é considerada a precursora da psicologia humanística e transpessoal.

A mente e a energia

Roberto Assagioli depois da guerra

A Segunda Guerra Mundial foi um período especialmente difícil da biografia de Roberto Assagioli devido a sua origem judaica e suas ideias humanistas. Passou um tempo preso e isolado, momento em que aproveitou para realizar estudos sobre a vontade, meditação e investigação das diferentes áreas internas da consciência.

Parece que as experiências vividas durante a guerra afetaram consideravelmente a sua saúde. Mesmo assim, após a guerra, Assagioli voltou a trabalhar em suas pesquisas e manteve contato com pessoas que influenciaram significativamente seu trabalho, como Rabindranath Tagore, Viktor Frankl e Alice A. Bailey.

Além disso, a todo o seu trabalho de pesquisa também foi adicionado um profundo conhecimento da filosofia hindu e do budismo, já que estudou por um tempo com um lama tibetano.

Sua vida foi o melhor exemplo de seus ensinamentos. Ele demonstrou grande respeito e amor pelo ser humano e pela bondade que habita todos os indivíduos. Todos que o conheceram se lembravam dele como uma pessoa que irradiava alegria e amor e que desfrutava de uma grande paz interior.

Durante as décadas de 70 e 80, a psicossíntese se espalhou pela Europa e América do Norte. Foram criadas inúmeras escolas que formaram profissionais nesta especialidade. Atualmente, ela pode ser estudada como mestrado em dois institutos na cidade de Londres.

Pode interessar a você...
A consciência transpessoal
A mente é maravilhosaLeia em A mente é maravilhosa
A consciência transpessoal

Ken Wilber foi quem desenvolveu o modelo do espectro da consciência, propondo-o como um processo de desenvolvimento que origina consciência transpe...



  • Sørensen, Kenneth. Birkholm, Hanne (2017) Roberto Assagioli – His Life and Work, a biography. Kenneth Sorensen blog. Recuperado de https://kennethsorensen.dk/en/roberto-assagioli-his-life-and-work/
  • Lombard C. A. (2017). Psychosynthesis: A Foundational Bridge Between Psychology and Spirituality. Pastoral psychology, 66(4), 461–485. doi:10.1007/s11089-017-0753-5