O decálogo do bom colega de trabalho

novembro 20, 2019
Um bom colega de trabalho faz com que qualquer tarefa seja mais agradável. Passamos boa parte das nossas vidas trabalhando, por isso é fundamental contar com pessoas construtivas ao nosso redor. Além disso, é claro, nós podemos promover essa ideia ao ser uma boa companhia para os outros.

Um bom colega de trabalho, nesse contexto, talvez seja um dos melhores presentes que a sorte pode nos dar. Pense em todo o tempo que você passa no trabalho. Se você tiver ao seu lado alguém com quem possa contar e que torna o seu dia a dia mais agradável, tudo será mais simples e prazeroso. Logicamente há outras variáveis, mas essa é uma das mais importantes.

Naturalmente, todos queremos ter um bom colega de trabalho. A questão é se nós mesmos temos essa capacidade e essa atitude para ser esse tipo de colega que todos querem ter ao lado.

Pense que o intercâmbio social funciona graças à reciprocidade, que o tratamento que você der aos outros vai condicionar, e muito, aquele que você vai receber.

Agora que já nomeamos alguns de seus efeitos, quais são essas características do bom colega de trabalho? O seguinte decálogo as define melhor.

“O talento ganha partidas, mas o trabalho em equipe ganha campeonatos”.
-Michael Jordan-

Colegas de trabalho conversando

Os 10 mandamentos de um bom colega de trabalho

1. O respeito como base de tudo

Um bom colega de trabalho é aquele que sabe respeitar os outros. Isso significa saber aceitar os outros da forma como são, admitindo as diferenças com naturalidade e sem o desejo de anulá-las.

Também significa saber lidar com os outros com a consideração e a gentileza que gostaríamos de receber.

2. Saber compartilhar os recursos disponíveis

Não é raro que seja preciso compartilhar diversos recursos em um local de trabalho. Essa é uma das fontes de conflito mais comuns no ambiente profissional. O correto é criar mecanismos para que todos possam se beneficiar desses recursos.

É preciso saber ceder em um dado momento e, ao mesmo tempo, ser assertivo para proteger seu direito de usá-los.

3. Oferecer orientação quando for preciso

Todos nós já tivemos que pedir ajuda aos outros para completar uma tarefa ou resolver algum problema. Um bom colega de trabalho está disposto a oferecer orientação quando é necessário.

Não se trata de fazer as coisas que cabem aos outros, mas de complementar aqueles elementos, ferramentas ou conceitos que o outro não possui.

4. Um bom colega de trabalho apoia quando é necessário

Não existe quem seja sempre imune a ter um mau dia ou um mau momento. Nesses instantes, o apoio de um colega é uma verdadeira bênção.

Isso não significa que você vai se tornar o terapeuta do outro, mas que deverá compreender e ficar em silêncio se a pessoa estiver irritada, ou oferecer uma palavra de conforto se você perceber que ela está para baixo. Esses pequenos detalhes podem fazer uma grande diferença.

5. Assumir os erros dos outros com maturidade

Também é claro que todos nós erramos não uma, mas muitas vezes na vida pessoal e profissional. Um mau colega de trabalho vai aproveitar esses erros para ridicularizar ou transformá-los em um ponto de referência para destacá-los.

Em contrapartida, um bom colega vai compreender que é normal que o outro erre e vai colaborar para corrigir o erro.

6. Saber escutar

Saber escutar é uma tarefa ativa na qual temos que direcionar a atenção àquilo que o outro nos conta. Nós temos que processar essa informação, relacionando-a ao que já sabemos.

Equivale a estar atento ao mundo do outro, tentando compreendê-lo em seus próprios termos e valorizando o que diz em sua justa medida. A boa capacidade de escuta é um sinal de abertura e fortalece a boa comunicação.

7. Procurar o diálogo

O diálogo é a via para resolver qualquer conflito que possa aparecer. É uma habilidade muito construtiva quando se trabalha em equipe.

Não é positivo ficar em silêncio se alguma coisa nos incomoda, mas também não é adequado transformar isso em um problema de grandes proporções. Expressar-se serenamente e de forma direta diante de um inconveniente é uma característica de um bom colega de trabalho.

8. Um bom colega de trabalho aprende com quem sabe mais

Muitas pessoas ficam incomodadas ao constatar que um colega sabe mais do que elas. Isso não é inteligente.

Pelo contrário, é sensato abrir a mente para aprender com quem sabe mais do que nós. Escutar o que os outros têm a dizer e aproveitar a sorte de ter ao lado alguém que tem muito a oferecer.

Reunião de trabalho descontraída

9. Cooperar em vez de competir

Cooperar é trabalhar em equipe, em igualdade de condições. Contribuir com o melhor que se tem para conquistar um objetivo comum. Em suma, cumprir com a parte que corresponde a cada um e fazer isso da melhor maneira possível.

Competir, em contrapartida, é se focar nos objetivos individuais, com o propósito de nos colocar acima dos outros. Um antigo provérbio diz que sozinhos chegamos mais rápido, mas em conjunto chegamos mais longe.

10. Um bom colega de trabalho é capaz de reconhecer as conquistas alheias

Uma pessoa insegura ou com baixa autoestima vai ter dificuldades para reconhecer as conquistas e os sucessos de um par. Um bom colega de trabalho também é aquele capaz de valorizar as conquistas dos outros e de lhes dar o valor que lhes corresponde. Isso gera e mantém um bom ambiente de trabalho.

O decálogo do bom colega de trabalho não é um teste para avaliar os outros. Trata-se apenas de um inventário de padrões que talvez você tenha interesse em tomar como referência para se tornar um colega querido em seu emprego.

  • Littlewood, H. F., & Rojas, L. E. A. (2017). Comportamiento Organizacional Ciudadano o Buen Compañero de Trabajo: Antecedente y Consecuencias. Revista de la Facultad de Contaduría y Ciencias Administrativas, 2(3), 1-17.