5 chaves para superar um dia de trabalho difícil

Um dia de trabalho difícil é aquele em que há muito a fazer e pouco tempo, ou não há tantas tarefas, mas as poucas que existem são muito complexas e exigentes. Aplicando algumas dicas simples você pode chegar a um bom porto.
5 chaves para superar um dia de trabalho difícil

Última atualização: 15 junho, 2022

Um dia de trabalho agitado pode ser suficiente para arruinar o humor de qualquer pessoa. Estamos falando do tipo de situações que exigem ordem mental e cabeça fria para não terminar o dia à beira do colapso. Às vezes, o dia de trabalho se torna complicado num piscar de olhos. Outras vezes, sabemos de antemão que teremos um dia de trabalho difícil. Neste último caso, existem maneiras de se preparar adequadamente para resistir ao ataque e sair na frente em meio às dificuldades.

O essencial é que durante um dia de trabalho difícil tenhamos a máxima concentração, nos organizemos com inteligência e mantenhamos uma atitude razoável. Com base nisso, vejamos cinco chaves para que esses dias difíceis não tragam mais complicações.

Toda dificuldade evitada se tornará mais tarde um fantasma que perturbará nosso repouso.”

-Frederic Chopin-

1. Elimine ruídos e executar multitarefas

Em um dia de trabalho agitado é necessário eliminar ao máximo as distrações. A primeira é dada pelos ruídos. Em particular, aqueles que têm a ver com notificações móveis e chamadas irrelevantes. É melhor desligar o telefone e ligá-lo apenas na hora do almoço ou no final do dia.

Por outro lado, a multitarefa não é uma boa opção quando você tem assuntos complexos ou urgentes em mãos. O importante é focar nas tarefas, com base nos objetivos propostos. Portanto, não há lugar para executar multitarefas. A melhor alternativa é fazê-las um por um, com todos os cinco sentidos ligados.

Mulher estressada no trabalho
O cérebro não está preparado para executar multitarefas, então o ideal é focar em uma tarefa específica.

2. Divida o dia em blocos

É melhor planejar o dia com antecedência. A primeira coisa é definir precisamente o que vai ser feito. Em seguida, estabeleça quais são os componentes que compõem essa atividade. Por exemplo, se o que vai ser elaborado for o relatório de final de mês, os componentes seriam as partes que o relatório contém, explicitamente indicadas.

Quando isso fica claro, o que se segue é propor blocos de trabalho que coincidam com cada um desses componentes. O mais aconselhável é que nenhum deles dure mais de duas horas. Esse tempo deve ser suficiente para terminar o componente ou uma porcentagem dele. Desta forma, o progresso é feito de forma mais organizada e há mais motivação.

3. Trabalhe em pequenas parcelas

Uma das chaves para enfrentar um dia de trabalho difícil é gerenciar seu tempo com eficiência. Isso equivale a completar as atividades em um tempo razoável e também permitir pausas para descanso. Sem este último, é difícil alcançar o primeiro.

A melhor maneira de fazer isso é dividindo as atividades em pequenas parcelas. A técnica Pomodoro é muito indicada nesses casos. O objetivo é se concentrar na atividade por 25 minutos contínuos e depois descansar por cinco minutos. Cada vez que quatro ciclos são completados, o intervalo deve ser de 15 minutos. Isso ajuda a regular a energia disponível.

4. Ignore tarefas pendentes para outras datas

Que tenha um dia de trabalho complicado não significa que o mundo pare para nos deixar trabalhar à vontade. Aqueles dias em que as atividades cruciais devem ser realizadas não eliminam o fato de que também aparecem pequenas tarefas pendentes que nada têm a ver com o que está sendo feito.

É muito importante que no início do dia os objetivos a serem alcançados sejam claros. Quais são as atividades que devem ser concluídas e quais são os aspectos fundamentais delas. Isso deve ter prioridade em todos os momentos.

Mulher trabalhando
Fazer uma lista de tarefas pendentes para fazê-las mais tarde é altamente recomendado.

5. Foque em atingir a meta, evite o perfeccionismo

O ideal é fazer o trabalho com excelência, mas em um dia de trabalho difícil isso pode não ser possível. Estes dias não são os mais apropriados para trazer à tona o perfeccionismo que carregamos dentro de nós. Se o fizermos, corremos o risco de perder muito tempo com os detalhes e de ter que correr no final.

O objetivo central é cumprir, não ganhar uma medalha. O fundamental é completar cada tarefa com a satisfação de tê-la feito. Talvez mais tarde tenhamos tempo para polir ou aperfeiçoar, mas é aconselhável concentrar a atenção na conclusão das tarefas propostas.

Um dia de trabalho complicado fica muito mais fácil quando aplicamos essas dicas. No final, é muito gratificante descobrir que conseguimos fazer tudo o que tínhamos planejado, entregamos: talvez estejamos um pouco cansados, mas superamos o desafio.

Pode interessar a você...
O movimento “Antitrabalho”,  uma tendência que ganha força
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
O movimento “Antitrabalho”, uma tendência que ganha força

Há muitas pessoas que deixaram seus empregos porque consideram queele empobrece suas vidas. O movimento se chama "Antitrabalho".



  • Buser, T., & Peter, N. (2012). Multitasking. Experimental Economics15(4), 641-655.
  • Navarrete, C. M. (2017). Jornada laboral y tecnologías de la info-comunicación:” desconexión digital”, garantía del derecho al descanso. Temas laborales: Revista andaluza de trabajo y bienestar social, (138), 249-283.