Como desenvolver o senso de humor?

O senso de humor nos permite dar leveza a certos eventos da vida que, de outra forma, seriam pesados demais. Descubra como você pode desenvolver e treinar esse traço de personalidade.
Como desenvolver o senso de humor?

Última atualização: 13 Novembro, 2021

O senso de humor é algo muito particular. O que é cômico para uma pessoa pode não fazer sentido para outra ou até ser de mau gosto. Seja qual for o caso, essa capacidade de encarar a vida de forma mais leve e descobrir o lado engraçado de cada situação é muito benéfica de várias maneiras. Por tudo isso, queremos mostrar como você pode desenvolver o seu senso de humor.

De fato, essa é uma qualidade que pode ser trabalhada e aprimorada. É verdade que existem aqueles que apresentam essa disposição naturalmente, e outros para os quais é difícil adotá-la.

Nesse sentido, o ambiente em que crescemos desempenha um papel fundamental, pois o excesso de críticas, piadas ou perfeccionismo pode ter nos levado a sermos muito sérios e delicados. Mesmo neste caso, temos a possibilidade de reverter a situação e nos beneficiar de um senso de humor mais desenvolvido.

Por que você deve desenvolver o seu senso de humor?

Tradicionalmente, a psicologia tem se concentrado em identificar e tratar patologias, deficiências e limitações de caráter. Felizmente, nos últimos tempos, a psicologia positiva tem nos mostrado como, ao aprimorar certas qualidades pessoais, podemos melhorar significativamente nossa qualidade de vida. O senso de humor é uma das mais proeminentes de Martin Seligman, um dos principais autores dessa corrente.

Embora não haja uma definição única de senso de humor, podemos descrevê-lo como uma tendência a experimentar estados positivos de diversão, alegria e leveza e expressá-los por meio do riso. É uma atitude perante a realidade em que se busca o lado agradável, amigável e divertido, relativizando e buscando ativamente a vivência da alegria e da felicidade.

Um senso de humor desenvolvido nos permite enfrentar melhor as adversidades, desfrutar de relacionamentos mais gratificantes e alcançar uma maior satisfação com a vida. Além disso, tem uma influência importante no estado de saúde.

Várias pesquisas descobriram que ele ajuda a reduzir a tensão e o estresse e promove a liberação de endorfinas. Assim, protege a saúde física e mental, previne doenças e favorece a recuperação caso elas se desenvolvam.

Homem brincalhão

6 segredos para desenvolver o seu senso de humor

Para desenvolver o senso de humor, você pode usar as seguintes diretrizes. Certifique-se de ser persistente e aplicá-las regularmente. Desta forma, por meio da repetição, você poderá modificar a sua tendência.

1. Encontre motivos para sorrir

O senso de humor é uma atitude; não está tão relacionado com o que acontece, mas com a maneira como interpretamos o que acontece.

Em vez de ficar absorto em seus pensamentos e preocupações, comece a viver no presente, descobrindo motivos para sorrir. Um bebê simpático que passa na rua, um cachorro correndo no parque, um casal de idosos a passear de mãos dadas… qualquer pequeno detalhe do cotidiano pode fazê-lo sorrir.

2. Ria mais

Rir é uma das atividades mais saudáveis e menos praticadas. Por esse motivo, é muito benéfico procurar maneiras de promover ativamente o riso.

Procure uma série de comédia na TV, vá a peças de teatro de comédia, leia histórias em quadrinhos nos jornais ou siga histórias engraçadas nas redes sociais. Qualquer opção é válida desde que te faça rir. Se você está procurando uma experiência mais completa, pode se inscrever em um workshop de risoterapia.

3. Observe as situações a partir de outra perspectiva

Já aconteceu com você que uma situação que, na época, foi extremamente humilhante e constrangedora hoje te faz rir alto quando você se lembra dela? Isso ocorre porque agora, com o tempo, você é mais capaz de adotar uma perspectiva diferente e não se sente tão envolvido nela.

Se você tentar se distanciar dos eventos negativos que acontecem com você, pode até achar que eles são irônicos. Ter o casaco rasgado no dia mais frio do ano pode ser extremamente frustrante, mas visto em perspectiva, também é bastante cômico.

4. Relativizar

Às vezes nossa mente nos engana, levando-nos a ampliar e dramatizar eventos que, na verdade, não têm tanta importância.

Um bom exercício nesse sentido é relativizar, pensar nas implicações futuras que o que aconteceu terá. Se em dez dias ou dez meses essa situação não passará de uma anedota, por que não a tratar de forma mais leve?

5. Aprenda a rir de si mesmo

Esta é uma ação extremamente complicada para muitas pessoas, especialmente para aqueles que sofreram provocação ou humilhação durante os primeiros anos de vida. No entanto, aprender a rir de si mesmo melhora a autoestima e nos fortalece diante das críticas.

Se for muito difícil para você fazer isso no momento presente, você pode começar resgatando situações embaraçosas do seu passado e analisando-as a partir de um novo prisma, reconhecendo o quão ridículas ou surreais elas eram.

Mulher sorrindo

6. Faça os outros rirem

Por fim, as relações sociais são o melhor cenário para desenvolver o senso de humor. Piadas, histórias e anedotas engraçadas podem ajudá-lo a melhorar essa habilidade, enquanto tornam suas interações interpessoais mais agradáveis e divertidas.

Talvez, a princípio, você tenha medo de fazer papel de bobo e, às vezes, não receba o feedback esperado; Mas não se deixe desanimar; lembre-se de que esta é uma corrida de longa distância.

Em suma, cultivar o senso de humor é uma maneira simples e eficaz de melhorar a sua saúde física, seu humor e seu sucesso social. Então, não hesite em trabalhar essa força todos os dias; as mudanças logo serão visíveis.

Pode interessar a você...
Como é o senso de humor em cada país?
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Como é o senso de humor em cada país?

O senso de humor muda em cada país, mas de que maneira? Como é o humor dos japoneses? E o dos ingleses? Apresentaremos alguns exemplos.



  • Toledo, M., & Aparicio, V. G. (2010). El humor desde la psicología positiva. International Journal of Developmental and Educational Psychology1(1), 111-117.
  • Nezu, A. M., Nezu, C. M., & Blissett, S. E. (1988). Sense of humor as a moderator of the relation between stressful events and psychological distress: A prospective analysis. Journal of Personality and social Psychology54(3), 520.