Como as mentiras nos afetam? – A mente é maravilhosa

Como as mentiras nos afetam?

29, junho 2016 em Psicologia 777 Compartilhados
Intoxicados de mentiras

Vivemos numa sociedade onde a dupla-mensagem está disfarçada em cada interação. O que nem todo mundo sabe é o poder que a mentira tem sobre o nosso corpo, a “carga” que ela deixa na gente, que logo nos trará consequências que iremos ver refletidas em nossa personalidade e no modo como tratamos as pessoas.

Por que mentimos?

Uma pessoa sabe quando mente para alguém, mas o segredo está em identificar o grau e o tipo de mentira para saber o quanto isso pode afetar nossa mente. A grande maioria das pessoas procura na mentira um “escape” da realidade, criar uma fantasia conhecida como “realidade paralela”, onde nos encontramos bem, em perfeito estado e fazendo aquilo de que realmente gostamos, quando na verdade a realidade é outra. Mas o que damos a entender aos outros é a “mentira crua”. Esse círculo vicioso aumenta cada vez mais quando alguém não se controla em contar mentiras e começam a surgir efeitos físicos e até psicológicos.

A mentira deriva de importantes fatores como o estresse, a angústia, a dor e a baixa autoestima. O fator estresse e angústia se vê refletido quando uma mentira tem que ser sustentada por muito tempo: isso gera alteração, nos faz viver sentindo como se estivéssemos sendo “perseguidos”, ficamos alerta o tempo inteiro… a grave consequência disso é perder a moral e intensificar nosso estado interno de angústia. Segundo afirmam muitos psicólogos, a solução mais conveniente sempre é dizer a verdade ainda que doa, saber tratar e resolver a situação com total liberdade, respeito e boa comunicação.

Como falamos anteriormente, a mentira também pode derivar da baixa autoestima. A mentira se relaciona com o lado negativo de uma pessoa. Nas pessoas acostumadas a mentir, predominam essas características ao lado da vulnerabilidade, do medo do fracasso e da frustração de não tentar o que realmente querem ou buscam. Elas chegam a alcançar resultados efetivos trabalhando esse tema, forjando uma autoestima mais sólida, bloqueando o medo e aceitando que se pode errar em qualquer situação, como qualquer ser humano normal.

Ainda que a mentira seja conhecida em diferentes formas e circunstâncias, sempre seremos vítimas ou autores de algo relacionado a ela. É por isso que as pessoas modificam sua essência, passando de ser uma pessoa livre e doce para uma pessoa perseguida e vulnerável. A mentira modifica nossa comunicação, não dá espaço para que fiquemos em paz com nossa mente, causa doenças e mudanças psicológicas que afetam tanto a nós mesmos quanto as pessoas ao nosso redor.

Imagem: Hibiki Kita. 

Recomendados para você