7 conselhos para parar de se sabotar

Maltratar a si mesmo não é uma atitude totalmente incomum, e pode causar danos emocionais consideráveis. Aprenda a parar de se sabotar para obter um maior bem-estar psicológico.
7 conselhos para parar de se sabotar

Última atualização: 10 Julho, 2021

Um dos problemas que atrapalham o nosso crescimento pessoal e que, além disso, nos incomoda, é a tendência de nos subestimarmos e colocarmos obstáculos que nos impedem de alcançar o que queremos. Acreditar que você é pior do que os outros, que não é válido ou capaz, mina sua autoestima e, com o tempo, pode ter consequências muito negativas em todas as áreas da sua vida. Chegou a hora de parar de se sabotar.

Lembre-se de que quem mais passa tempo com você é você mesmo, e se você se trata mal, não se leva em consideração e tudo o que você faz é se punir, será muito difícil se sentir bem e construir o que você quer. Portanto, parar de se sabotar e de colocar armadilhas mentais para si mesmo é a chave se você quiser seguir em frente. Veja como fazer isso.

1. Abra sua mente para parar de se sabotar

O primeiro passo para parar de se sabotar é ter uma perspectiva adequada sobre si mesmo. Para isso, é importante que você avalie seu nível de rigidez mental. Você realmente pensa em todas as possibilidades que existem quando algo acontece? Ou você vê o mundo a partir de uma perspectiva de tudo ou nada?

Estar ciente de que existe mais de uma versão dos acontecimentos, mais de uma opção possível e, em última análise, mais de uma perspectiva, irá ajudá-lo a se olhar de uma forma diferente e não se julgar.

Abra a sua mente

2. Cuidado com o perfeccionismo

Querer fazer bem as coisas é normal, o problema ocorre quando isso é levado ao extremo. Você não pode ser perfeito em tudo. Errar é mais comum do que você imagina, além de ser uma oportunidade de aprendizado para continuar crescendo.

Se você quiser fazer tudo sempre certo, pode acabar caindo em um nível de exigência excessiva que leva à insatisfação contínua e a um alto nível de estresse. Portanto, não há problema em se preocupar, mas se tudo girar em torno dos seus fracassos ou falhas, isso pode ser perigoso. Às vezes, a perfeição não é tão perfeita assim.

3. Nem tudo é preto ou branco

Na vida, nem tudo é preto ou branco, existe uma grande variedade de tons intermediários. Portanto, as coisas nem sempre serão boas ou ruins, porque existem diferentes graus e muitas variáveis ​​a serem levadas em consideração.

Não desanime quando as coisas parecem não ter solução. A vida é cheia de altos e baixos. O que pode parecer negativo um dia pode ter consequências positivas para você mais tarde.

4. Não se culpe por tudo

Outra chave importante para parar de se sabotar é abandonar o hábito de se culpar por tudo. Por que você faz isso? Se você refletir a respeito de como fazer as coisas de forma diferente ou procurar outras alternativas aos poucos, vai se sentir melhor. Portanto, aprenda a ver cada situação em perspectiva e a analisar o que está acontecendo no contexto.

A culpa é um sentimento muito limitante que está acorrentado ao passado. Embora seja apropriado saber onde você falhou, não devemos nos condenar por isso.