Como simplificar o presente com três perguntas

· agosto 28, 2018

“Aproveitar o momento presente” é uma expressão excessivamente usada, mas que aplicamos menos do que deveríamos. Viver no aqui e agora e simplificar o presente significa refletir sobre a nossa existência, tanto pessoal quanto profissionalmente, algo que pouquíssimas pessoas fazem atualmente.

Talvez devido à falta de tempo ou ao estresse diário, não paramos para aproveitar o momento presente. Esquecemos como é importante nos perguntarmos o que queremos e como podemos aproveitar mais a vida. As respostas para essas perguntas nos permitem evoluir e trabalhar de forma mais efetiva o nosso crescimento pessoal.

Anthony Robbins, um dos coaches mais reconhecidos em todo o mundo, diz que “a qualidade da nossa vida depende da qualidade das perguntas que nos fazemos”. Portanto, refletir sobre o que estamos vivendo, sobre a forma de simplificar o presente e o que queremos fazer no futuro, vai nos ajudar a desfrutar mais o nosso aqui e agora.

Sentir um bem-estar interior implica simplificar a nossa trajetória de vida estando conscientes de que estamos trilhando o caminho certo: aquele que possibilita um ambiente cheio de pessoas enriquecedoras, que nos faz agir de forma plena para conseguirmos tudo que desejamos. Para isso, coloque em prática as respostas para essas três perguntas que compartilharemos a seguir.

“Nós nascemos para viver, então o nosso capital mais importante é o tempo. É tão curto o nosso tempo neste planeta que é uma péssima ideia não desfrutarmos cada passo e cada momento, com a ajuda de uma mente que não tem limites e de um coração que pode amar muito mais do que supomos”.
-Facundo Cabral-

Três perguntas para simplificar o presente

Contato com a natureza para simplificar o presente

Qual é o seu objetivo no momento presente?

É verdade que nem todas as pessoas se esforçam para cumprir um propósito ou simplesmente para se sentirem melhor, mas deixam passar o tempo e se arrependem inconscientemente por não seguirem em frente. Se você se sente assim, identifique em que está se esforçando a cada dia e quais são os objetivos que deseja alcançar.

Ambos os aspectos são importantes para simplificar o presente e aproveitá-lo. Não basta ter um objetivo sem se esforçar para alcançá-lo, assim como não adianta se esforçar sem ter um objetivo claro. No entanto, a maioria das pessoas não considera essas duas variáveis. Se você alguma vez perguntou às pessoas ao seu redor sobre a sua rotina e nível de estresse, elas provavelmente responderam que a situação não era ideal, mas não havia como mudá-la.

Quando nos perguntamos pelo que nos esforçamos, também podemos nos tornar conscientes de que podemos nos estressar por aquilo que ainda não temos, nos esquecendo de tudo que já conseguimos. A resposta para essa pergunta faz você pensar que nunca se sentirá bem ou feliz até conseguir tudo que julga necessário. Pelo contrário, quando você começar a se esforçar para atingir o seu objetivo, perceberá que o seu bem-estar aumentará de forma imediata.

Simplificar o presente significa estarmos atentos para questionar o quanto estamos nos esforçando no aqui e agora e para onde estamos indo.

O que você não consegue “deixar ir”?

Apegar-se a algo ou a alguém, mesmo que nos machuque, é um hábito que nós, seres humanos, praticamos de maneira inata. Todos os dias estamos imersos em uma infinidade de atividades e maus hábitos que não conseguimos deixar de lado ou esquecer.

Todos conhecemos o poder que, por exemplo, certas pessoas tóxicas têm sobre a nossa autoestima, crenças e sentimentos. Essas más companhias fazem um mal que, ironicamente, não conseguimos deixar ir.

Portanto, se você quiser simplificar o presente para que possa apreciá-lo mais, reflita sobre suas fontes de apego neste momento e deixe-as ir. Quando você entender tudo isso, perceberá que muitas vezes os nossos problemas são totalmente evitáveis.

Simplificar o presente significa livrar-se de tudo que o afasta do aqui e agora.

Simplificar o presente para ter mais liberdade

Com quem você quer passar mais tempo?

Uma das frases mais conhecidas no mundo do desenvolvimento pessoal é a seguinte: “Somos a média das cinco pessoas com quem passamos mais tempo”. No entanto, a maioria de nós não escolhe conscientemente com quem queremos compartilhar as nossas vidas. Você, pelo contrário, deve começar a pensar e decidir com quem quer conviver para aproveitar ainda mais o aqui e agora.

Para isso, quero convidá-lo a pensar nas pessoas de que mais gosta. Como você pode priorizar a sua companhia? Embora às vezes possa ser difícil, limite o restante das atividades que você normalmente realiza e que não lhe trazem nenhuma satisfação. Dessa forma, você verá como é possível. Aproxime-se dessas pessoas, marque encontros semanais sem desculpas ou barreiras que o impeçam.

Por outro lado, valorize o que os outros colegas do seu círculo de amizades podem lhe dar. Não perca o seu tempo com pessoas que não se preocupam com você. Simplifique a sua vida convivendo com pessoas que valham a pena. Deixe as outras pessoas de lado, enviando-lhes muito amor e agradecendo pela sua passagem na sua vida em todos os momentos.

“Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas simplesmente existe.”
– Oscar Wilde –