Conselhos para melhorar a memória e a concentração

Conselhos para melhorar a memória e a concentração

1, junho 2016 em Psicologia 398 Compartilhados
Melhorar a memória e a concentração

Há uns dias eu senti um ataque de raiva enquanto tentava cozinhar uma receita que tinha aprendido em uma das minhas viagens, pois ao começar a prepará-la, reparei que tinha esquecido alguns dos ingredientes. Minha memória e possivelmente minha concentração (pois tinha tido dias de muito estresse) me impediram de terminar a receita.

Este pequeno exemplo pode acontecer conosco regularmente devido às situações de estresse em que nos vemos envolvidos diariamente. Por isso, exercitar a memória e cuidar da concentração são passos importantes para nos desenvolvermos na nossa rotina diária. 

Neste artigo iremos oferecer alguns conselhos que podemos colocar em prática para melhorar e potencializar estes processos da nossa mente que nos ajudam a nos desenvolvermos em nosso dia a dia.

“A memória é melhorada quando a usamos e nos aproveitamos dela.”
-Juan Luis Vives-

Conselhos para melhorar a memória

A memória é um processo fundamental da nossa mente que serve para nos organizarmos, assim como para recordarmos vivências e acontecimentos importantes. Ela também é um dos processos aos quais temos que prestar mais atenção, porque é afetado com o passar do tempo. De fato, conforme envelhecemos a memória precisa de mais colaboração da nossa parte para funcionar corretamente. A seguir propomos alguns conselhos para enriquecer e treinar a nossa capacidade de memória:

  • Dormir e descansar adequadamente. Muitas vezes acreditamos que podemos dormir menos horas do que as necessárias e que, ainda assim, o nosso cérebro funciona a 100%. No entanto, isto não é verdade: é recomendável dormir cerca de 7 horas por dia para conseguir que o cérebro processe corretamente as informações e melhore a memória a longo prazo.
  • Praticar exercícios. Segundo estudos da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, o esporte ajuda a liberar tensões e a melhorar a memória espacial. 

Mulher fazendo exercício

  • Comer chocolate: um prazer e um aliado da memória e da aquisição de conhecimentos. Segundo a revista “Muito interessante”, um dos componentes do cacau favorece o funcionamento cognitivo, com base em um estudo de 2013.
  • Associar um conceito à sua imagem. Este é, além de um conselho, um dos exercícios chave que podemos praticar diariamente, sobretudo para aqueles que enfrentam as épocas de provas escolares. No momento em que associamos uma imagem concreta a uma definição da mesma, a nossa memória retém melhor a informação que queremos processar.
  • Fotografias mentais. Na mesma linha do exemplo anterior está o exercício de realizar uma fotografia mental daquilo que vemos e queremos recordar. Ele é válido para quase qualquer recordação que queremos reter: podemos voltar a essa recordação frequentemente e conseguir visualizar os detalhes.

Conselhos para melhorar a concentração

A memória nos falha em várias ocasiões porque os níveis de concentração que temos são baixos. Deste modo, estar concentrados é quase um requisito imprescindível se desejamos resultados produtivos naquilo que estamos fazendo. Oferecemos as seguintes recomendações para que você possa melhorar o seu nível de concentração e desempenhar o seu trabalho de forma adequada:

  • Dar passeios apenas com o objetivo de caminhar: isso é libertador e, quando o praticamos, encontramos neste exercício momentos para pensar com nós mesmos. Caminhar é relaxante, observamos a paisagem sem motivo e esquecemos as preocupações durante algum tempo. Além disso, este relaxamento é indispensável para adquirir concentração.
  • Escrever com caligrafia complicada: este conselho é mais para aqueles que precisam se concentrar em algo escrito, pois está provado que a tipografia que se usa para ler e estudar influencia a retenção do conteúdo. Quanto mais difícil é para o cérebro processar a letra, mais concentração lhe dará.

“Se você quer ter sucesso em qualquer âmbito da vida,

deve então cultivar uma concentração tão afiada quanto uma faca.

-Sri Chinmoy-

  • Sentar-se durante alguns minutos para diminuir a angústia: da mesma forma que caminhar ajuda, sentar-se durante uns 10 minutos também alivia as nossas preocupações. Na maior parte das vezes temos tantas preocupações que elas não deixam nos concentrarmos no que é verdadeiramente importante, e é neste sentido que este exercício é eficaz para colocar as ideias em ordem e liberar o estresse.

Mulher sentada em um banco

  • Preparar o que você precisa e procurar um lugar adequado. Pode acontecer de termos tantas coisas em que nos concentramos ao mesmo tempo que acabamos não nos concentrando em nenhuma. Por essa razão, é melhor focar apenas uma atividade, preparar o que você precisa e procurar um lugar que permita se concentrar da forma mais fácil possível.
  • Definir objetivos a curto prazo. A verdade é que as metas quase utópicas apenas nos desesperam, razão mais que suficiente para estabelecermos objetivos que nos sentimos capazes de cumprir. Se fizermos desta forma, vamos ver a nossa concentração melhorar, pois veremos que pouco a pouco estamos atingindo os nossos propósitos.