Segundo um estudo, 70% do consumo de pornografia ocorre no trabalho

Nos intervalos, em uma ida ao banheiro ou na mesa de trabalho ... Segundo um estudo recente, é cada vez mais comum ver pornografia no horário de trabalho.
Segundo um estudo, 70% do consumo de pornografia ocorre no trabalho

Última atualização: 09 Outubro, 2021

Em 2017, membros do Parlamento Britânico em Westminster fizeram quase 24.000 tentativas de acesso a páginas com conteúdo sexual. Por mais surpreendente que possa parecer, esta é apenas uma pequena amostra do que um estudo recente revela: cerca de 70% do consumo de pornografia ocorre durante o horário de trabalho. É surpreendente, mas é verdade.

Em alguns lugares, esse tipo de ação acarreta demissão imediata. A justificativa para isso é óbvia: o funcionário está gastando seu tempo em tarefas que não são da empresa. No entanto, nos últimos anos se abriu outra frente que deve nos convidar a uma reflexão valiosa.

Assistir a pornografia em ambientes de trabalho pode levar a situações de assédio sexual. Cria-se um clima hostil e desconfortável em que é cada vez mais comum a ocorrência de gestos, palavras, insinuações e ações antiéticas que podem gerar reclamações.

Ver pornografia é um hábito diário para muitas pessoas, e isso tem consequências graves em muitos níveis: pessoal, social e profissional.

Homem vendo pornografia no celular

70% do consumo de pornografia ocorre durante o horário de trabalho: quais são as consequências?

A indústria pornográfica movimenta milhões em todo o mundo. O pior é que o primeiro acesso ocorre em idades cada vez mais jovens. A verdade é que ainda não se fala o suficiente sobre este assunto. Sabemos, por exemplo, que esta prática condiciona completamente o comportamento sexual dos mais novos, a ponto de distorcer a imagem da mulher, tornando-a um mero objeto.

Da mesma forma, não podemos ignorar o vício gerado pelo consumo de pornografia online, bem como o aumento da violência sexual. De alguma forma, tudo isso são dados sobre os quais já lemos manchetes em algumas ocasiões. No entanto, há outro tópico importante no qual insistir.

70% da pornografia é consumida durante o horário de trabalho. Se você imaginava que essa prática acontecia em casa e tarde da noite, estava errado. O mundo do trabalho também não está alheio a esse assunto, e é importante se aprofundar nele.

Grande parte da pornografia é consumida entre 9h e 17h

A Brigham Young University publicou uma pesquisa muito reveladora sobre esse assunto há apenas alguns meses. O objetivo era entender que impacto o consumo de pornografia online poderia ter nos ambientes de trabalho. Para isso, os pesquisadores utilizaram dados de pesquisas anteriores:

  • 60% das pessoas assistiam pornografia apenas no trabalho. 10% a viam no trabalho e também em casa.
  • 70% de todo o tráfego de pornografia na Internet ocorre durante o horário comercial, ou seja, entre 9h e 17h.
  • Várias agências federais fizeram pesquisas sobre funcionários em várias empresas, descobrindo que, de fato, muitas pessoas passam muito tempo do dia visitando “páginas para adultos”.

A pornografia é consumida durante o horário de trabalho, geralmente mais pelo celular do que pelo computador. Embora as mulheres também caiam nessa prática, é mais comum que os homens permaneçam mais tempo nesses espaços.

Mulher trabalhando

A relação entre o consumo de pornografia no trabalho e o comportamento antiético

Que implicações isso teria para os funcionários de uma empresa? Na verdade, muitas. Os autores desta pesquisa, David A. Wood, Nathan W. Mecham e Melissa F. Lewis-Western, destacaram estas dinâmicas.

  • Em primeiro lugar, quem ocupa parte do seu tempo em algo que não é típico do seu trabalho estará mais sujeito a cometer fraudes e a contar mentiras.
  • Por outro lado, é comum que apresentem comportamentos egoístas, não participativos e problemáticos para todo o ambiente de trabalho.
  • Da mesma forma, há outro fato não menos negativo: os comportamentos de assédio estão em alta. Às vezes, embora o assédio sexual em si não ocorra, surgem outras dinâmicas de desprezo pelas mulheres. Um exemplo disso é desvalorizar o trabalho dos colegas ou fazer comentários ou exibir atitudes claramente machistas.

Alguns dos efeitos de consumir pornografia no trabalho são baixo desempenho, desumanização e tratamento dos outros como meros objetos.

Como agir diante dessa prática?

Sabemos que boa parte da pornografia é consumida durante o expediente. Isso deve ser levado em conta no nível social e também no nível organizacional em qualquer empresa ou ambiente de trabalho. Se tivermos uma parte de nossos funcionários assistindo pornografia online, é muito provável que seu comportamento acabe mudando. Seu desempenho diminuirá e suas relações com os outros se tornarão cada vez mais problemáticas.

O que podemos fazer a respeito do consumo de pornografia durante o expediente?

Diante dessas realidades cada vez mais difundidas, é preciso agir. Estes seriam alguns exemplos:

  • É preciso haver uma política interna que proíba essas práticas.
  • Assistir pornografia online (mesmo no dispositivo próprio) durante o horário comercial deve ser penalizado.
  • Os controles preventivos, com filtros e bloqueios a essas páginas, são outra estratégia.
  • Também é necessário regulamentar e prevenir comportamentos sexistas no próprio ambiente de trabalho. Um exemplo disso é um funcionário usar imagens pornográficas como protetores de tela em seu computador.
  • Também é necessário estabelecer medidas de prevenção ao assédio moral no ambiente de trabalho, bem como mecanismos acessíveis para denunciar esse tipo de conduta.

Para concluir, embora seja verdade que é muito difícil regulamentar a pornografia, devemos começar a definir limites em nossas esferas mais próximas. Um exemplo disso está em nossa casa, com nossos filhos, e também em nossos empregos. Se seu dia a dia no trabalho estiver muito monótono, será sempre mais aconselhável recorrer ao jogo de Paciência do que ao Pornhub

Pode interessar a você...
Como a pornografia afeta o relacionamento do casal?
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Como a pornografia afeta o relacionamento do casal?

Você já deve ter se perguntado como a pornografia afeta o relacionamento de um casal. Falaremos sobre seus principais efeitos neste artigo.



  • Duffy A, Dawson DL, das Nair R. Pornography Addiction in Adults: A Systematic Review of Definitions and Reported Impact. J Sex Med. 2016 May;13(5):760-77. doi: 10.1016/j.jsxm.2016.03.002. PMID: 27114191.
  • Chen L, Jiang X. The Assessment of Problematic Internet Pornography Use: A Comparison of Three Scales with Mixed Methods. Int J Environ Res Public Health. 2020 Jan 12;17(2):488. doi: 10.3390/ijerph17020488. PMID: 31940928; PMCID: PMC7014272.
  • Mecham, Nathan & Lewis-Western, Melissa & Wood, David. (2021). The Effects of Pornography on Unethical Behavior in Business. Journal of Business Ethics. 168. 10.1007/s10551-019-04230-8.