Crises no final da universidade: em que consistem e como lidar com elas

As crises pós-faculdade são comuns entre os recém-formados. A incerteza e a frustração são aspectos a gerir nesta fase.
Crises no final da universidade: em que consistem e como lidar com elas

Última atualização: 06 junho, 2022

As crises no final da faculdade parecem um mito, um “que só acontece com os outros”, porque você tem muita clareza sobre o que quer da vida.

A percepção geral é de que a faculdade é algo que leva ao próximo passo.. Você estuda, volta a estudar e aí chega o trabalho. Parece que a vida nunca vai mudar, exceto o objeto de sua rotina.

No entanto, e mais ainda com os tempos complicados que vivemos em termos de trabalho, muitas vezes a universidade acaba e surge um grande abismo à nossa frente que grita “e agora?”. Vamos nos aprofundar nessa ideia e propor algumas pequenas estratégias para enfrentá-la.

Por que as pessoas passam por crises depois de terminar a universidade?

A rotina e a dedicação exigidas pelos estudos universitários são absorventes. Os longos períodos de estudo sem sair, as atividades e festas periódicas, assim como as práticas, ocupam praticamente toda a vida do aluno.

A universidade é um modo de vida. Portanto, parte da motivação oferecida durante a graduação é a promessa de um futuro brilhante, imagens de recém-formados obtendo um bom emprego imediatamente após a formatura. No entanto, isso não é inteiramente assim, com pequenas exceções.

A experiência que mais se aproxima da realidade é a da interrupção de uma rotina de muitos anos: aulas, exames, férias e recomeçar. De repente, um período interminável de tempo se estende à frente da pessoa, e ela mesma precisa preencher ele com o próximo passo.

Mulher com a mão na testa por causa da ansiedade
Muitos estudantes universitários têm a sensação de estarem perdidos quando terminam a faculdade.

Introdução ao mundo do trabalho

Muitos estudantes universitários precisam combinar aulas com um emprego para pagar os estudos. Outros têm a sorte de precisar apenas de um emprego temporário ou de poder se dedicar ao estudo sem outra ocupação. Mesmo tendo um emprego como apoio, a principal questão que surge ao terminar a universidade é a seguinte: e agora, como consigo um emprego?

Quando a primeira onda de currículos fica sem resposta, é muito comum os ex-alunos ficarem sobrecarregados. E se o trabalho nunca chegar? Devo continuar estudando? Quantos cursos universitários devo fazer para encontrar um emprego decente? Isso, somado à mudança de vida, é normal que traga consigo uma crise pessoal para qualquer indivíduo.

Recomendações para superar uma crise ao terminar a universidade

Se você está passando por essa crise ou tem medo de entrar nela assim que concluir, vamos te ajudar. Esse salto vital faz parte da vida e geralmente é resolvido por si só. Mesmo assim, é muito mais fácil gerenciá-lo se você seguir estas dicas:

  • Aproveite os recursos da sua universidade para encontrar um emprego depois de terminar: seminários para prepará-lo para o mundo do trabalho, contatos entre colegas ou com professores, recomendações das empresas onde faz estágios, etc.
  • Não use uma pós-graduação para fugir da crise quando terminar a universidade: experimente primeiro o mundo do trabalho. Desta forma, se a sua profissão exigir qualificações adicionais, poderá abordá-la com maior segurança e precisão.
  • Participe de praticas para estagiários, vá em frente: talvez você receba pouco dinheiro ou nada, e às vezes as empresas aproveitam essa situação para conseguir mão de obra barata. Agora, se você encontrar uma oportunidade de exercer sua profissão recém-adquirida e ela se adequar a você, aproveite, pois é uma boa maneira de adquirir contatos e experiência para depois se candidatar a um emprego melhor.
  • Use os portais e a ajuda para os recém-formados: você não é a única pessoa que passa por essa crise. Muitos tiveram esse problema e o transformaram em grupos e recursos online para recém-formados. Desta forma, você pode se apoiar em pessoas que estão passando por uma situação similar.
Garota com o computador procurando informações

Concluir a universidade não é o fim do mundo

Muitos falam que é o começo de sua verdadeira vida, mas talvez você acha que esse começo recua à medida que você se aproxima dele. O mundo do trabalho é uma selva na qual você viverá momentos de raiva, injustiça e angústia. No entanto, não esqueça que ninguém precisa caminhar sozinho: conte com colegas, professores e outros profissionais, pois é assim que os maiores obstáculos da vida são superados.

De pessoas como você, nascem projetos que melhoram a vida de outras pessoas, que criam espaços seguros para todos e que abrem caminho para quem vem depois. Lembre-se de que seu trabalho e seu esforço têm valor, que você merece um tratamento digno e que, diante da falta de oportunidades, você pode ser a chave para a mudança.

Pode interessar a você...
Como acalmar a ansiedade no trabalho?
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Como acalmar a ansiedade no trabalho?

Você já sentiu ansiedade no trabalho? A ansiedade pode aparecer a qualquer momento vamos ver como podemos acalmá-la.



  • Ceyhan, A. A., Ceyhan, E., & Kurtyılmaz, Y. (2009). Investigation of University Students’ Depression. Eurasian Journal of Educational Research (EJER), (36).
  • Schwartz, V., & Kay, J. (2009). The crisis in college and university mental health. Psychiatric Times26(10), 32-32.
  • Black, A. S. (2010). “Halfway between somewhere and nothing”: A exploration of the quarter-life crisis and life satisfaction among graduate students. University of Arkansas.
  • Robinson, O. C. (2019). A longitudinal mixed-methods case study of quarter-life crisis during the post-university transition: Locked-out and locked-in forms in combination. Emerging adulthood7(3), 167-179.