Por que os dias cinzentos nos deixam tristes?

26 Setembro, 2020
Você se sente eufórico em dias de sol e seu humor piora na ausência de luz solar? Vamos explorar a origem desse fenômeno.

Quando o dia amanhece nublado, você percebe uma clara mudança no seu humor? Se sim, você não está sozinho e nada de estranho está acontecendo com você. Muitas pessoas ficam tristes com os dias cinzentos, e isso tem uma explicação biológica e psicológica.

É preciso ressaltar que nem todos vivenciamos esse fenômeno. Há quem goste dos dias de chuva, das temperaturas mais baixas e do estilo de vida que este clima traz. No entanto, para outros, os meses de outono e inverno são um forte golpe emocional que pode ser difícil de superar. É por isso que, hoje, tentaremos explicar o que acontece no corpo de quem mostra essa tendência.

Por que os dias cinzentos nos deixam tristes?

Por que os dias cinzentos nos deixam tristes?

Neurobiologia

Do ponto de vista biológico, vamos levar em consideração que o corpo funciona com base em ritmos circadianos. Estes, entre outras coisas, regulam nossos ciclos de sono-vigília. Assim, poderíamos dizer que o organismo se sincroniza todos os dias dependendo das mudanças na luz solar que recebe.

Uma maior iluminação indica o início de uma nova jornada, e uma diminuição da mesma nos prepara para terminar o dia e descansar. Além disso, existem duas substâncias importantes que desempenham um papel relevante neste processo:

  • A melatonina está presente em nosso corpo em diferentes concentrações dependendo da luz solar. Quando escurece, há uma liberação maior desse hormônio que nos relaxa e nos deixa com sono. Nossa temperatura corporal diminui e nos preparamos para dormir. Dias cinzentos com falta de luz solar geram o mesmo processo, por isso nos sentimos apáticos e desanimados quando nosso corpo começa a se desativar.
  • A serotonina é o neurotransmissor da felicidade. Sua presença nos ativa, aumenta nosso ânimo e nos predispõe às relações sociais. Além disso, reduz o número de pensamentos negativos que podemos ter. No entanto, a falta de luz solar faz com que nossos níveis de serotonina caiam significativamente, de modo que o desânimo, a tristeza e a nostalgia aparecem.

Psicologia

Se os dias cinzentos nos entristecem, não é diretamente pelo efeito dessas substâncias, mas sim pelas mudanças cognitivas e comportamentais que vivenciamos. Ou seja, em última análise, são nossos pensamentos e comportamentos que fazem com que a tristeza e a apatia se mantenham.

Aqueles que experimentam os efeitos do clima em seu humor tendem a se isolar em dias nublados, frios ou chuvosos. Eles se tornam mais inativos, mais solitários e mais focados em pensamentos circulares disfuncionais. Na verdade, eles reduzem sua atividade, restringem seu contato social e seu diálogo interno se tornam mais pessimistas e disfuncionais.

Depressão sazonal

Para algumas pessoas, esse fenômeno vai muito além de alguns dias ruins. Aqueles com depressão sazonal apresentam os sintomas típicos de um transtorno depressivo em algum grau durante os meses de outono e inverno, desaparecendo durante a primavera e o verão.

Durante esses meses mais cinzentos, quando o céu nublado é mais frequente, eles sofrem de tristeza, falta de energia e distúrbios do sono e do apetite. Além disso, caem no pessimismo e adotam uma perspectiva desesperadora em relação ao futuro. Eles também podem se sentir irritados e alimentar pensamentos de culpa.

Em muitas ocasiões, essa condição é tratada com fototerapia: a pessoa é exposta todas as manhãs a uma forte luz artificial por um período de tempo para aliviar os efeitos da ausência de luz natural. Ainda assim, essa estratégia nem sempre funciona.

Homem triste em dia de chuva

O que fazer se os dias cinzentos nos deixarem tristes?

Como não está em nosso poder alterar as condições climáticas, teremos que influenciar fatores cognitivos e comportamentais. Se você descobriu que os dias cinzentos te deixam triste, faça um esforço consciente para não cair na apatia e no pessimismo.

Tente superar a inércia e se manter ativo. Faça atividades que sejam agradáveis ​​para você dentro e fora de casa. Organize reuniões com seus amigos e familiares ou dedique mais tempo a um hobby que você negligenciou. Além disso, preste atenção aos seus pensamentos e intervenha ao identificar dinâmicas negativas. Se você não conseguir fazer isso sozinho, busque ajuda.

  • Gatón Moreno, M. A., González Torres, M. Á., & Gaviria, M. (2015). Trastornos afectivos estacionales,” winter blues”. Revista de la Asociación Española de Neuropsiquiatría35(126), 367-380.
  • Golden, R. N., Gaynes, B. N., Ekstrom, R. D., Hamer, R. M., Jacobsen, F. M., Suppes, T., … & Nemeroff, C. B. (2005). The efficacy of light therapy in the treatment of mood disorders: a review and meta-analysis of the evidence. American Journal of Psychiatry162(4), 656-662.