4 dicas para saber se seu parceiro é um mentiroso crônico

O que caracteriza um mentiroso crônico? Quais são as estratégias mais comuns para que ninguém os pegue? Quais as consequências de ter um parceiro que manifesta essa tendência? Neste artigo te contaremos.
4 dicas para saber se seu parceiro é um mentiroso crônico

Última atualização: 22 maio, 2022

Todos nós mentimos. Aos nossos amigos, pais, parceiros e, claro, a desconhecidos. No entanto, mentir de vez em quando é diferente de mentir o tempo todo. Desta forma, neste artigo daremos algumas dicas para saber se seu parceiro é um mentiroso crônico.

Alguém que mente constantemente é capaz de criar toda uma vida fictícia diante dos outros. Além disso, eles fazem isso de maneira minuciosa, de forma que pode ser difícil descobrir que estamos sendo enganados. No entanto, com as recomendações que compartilharemos, provavelmente será mais fácil para você identificar essas mentiras.

Como são os mentirosos crônicos?

Um mentiroso crônico é uma pessoa que engana continuamente as pessoas ao seu redor. Por exemplo, na famosa série Elite, a personagem Cayetana mostra o comportamento típico de um mentiroso crônico. Em vários capítulos ela faz seus colegas acreditarem que ela é uma garota rica com uma vida fabulosa. Cayetana até consegue que eles lhe deem dinheiro, até que finalmente descobrem suas mentiras.

Algo semelhante é o que Roos e Jones (2022) descrevem em um artigo sobre a teoria do engano do mimetismo. De acordo com seu trabalho, o comportamento do mentiroso crônico é composto por quatro dimensões fundamentais. Conhecê-las pode ser o segredo para saber se seu parceiro é um mentiroso crônico.

Mulher suspeita das palavras de seu parceiro.
As mentiras dos mentirosos crônicos costumam ser bem elaboradas para que eles consigam o que querem.

1. Integração com o ambiente

Para que as pessoas acreditem no que está sendo dito, primeiro é preciso ganhar a confiança delas. Isso é algo que os mentirosos crônicos sabem, além de um traço marcante em sua natureza.

Eles sabem perfeitamente que no início devem ser transparentes para ganhar a confiança dos outros. Dessa forma, será mais fácil enganá-los e mais difícil levantar suspeitas.

2. Mentira elaborada

Outra característica marcante é que suas mentiras são bem elaboradas. Se voltarmos ao exemplo de Cayetana, ela não disse apenas que sua família era rica. Também tinha uma conta no Instagram com fotos em uma casa enorme (onde ela apenas trabalhava). Além disso, ela costumava usar roupas de marca, embora não tivesse dinheiro para pagar por elas.

Assim, vemos que os mentirosos crônicos não contam mentiras simples, mas sim invenções elaboradas. Eles abordam cada aspecto de sua mentira com cuidado, de modo que é mais difícil para os outros descobrirem.

3. Obtenção de benefícios

Por outro lado, para saber se seu parceiro é um mentiroso crônico, observe os benefícios que ele obtém de você ou dos outros. Mentirosos crônicos tiram vantagem dos outros, usando-os como meio para atingir um objetivo.

Em Elite, Cayetana costumava dizer coisas como que seu cartão estava “desgastado de tanto comprar” para que seus amigos pagassem as coisas para ela.

4. Detecção

A última dimensão refere-se a todas as medidas que o mentiroso toma para evitar ser descoberto. Mas é possível que alguém perceba alguma inconsistência em sua história e a questione. Diante dessa situação, o mais provável é que ele crie uma nova mentira para encobrir o erro.

Como saber se o seu parceiro é um mentiroso crônico

O que mencionamos acima são traços particulares no comportamento de mentirosos crônicos. Se você suspeita que seu parceiro seja um deles, é útil observar se ele apresenta esse tipo de comportamento. Além disso, existem técnicas que ajudam a expor os pontos fracos de suas histórias.

É importante notar que estes não são truques infalíveis para detectar mentiras. No entanto, servem para observar se há alguma atitude suspeita que indique que estamos sendo enganados.

1. Use a surpresa a seu favor

Os mentirosos crônicos estão acostumados a pessoas que acreditam no que eles dizem sem muitas dúvidas. Como suas mentiras são complexas e eles ganharam confiança, essas pessoas ficam muito à vontade contando suas histórias. No entanto, enganar exige um certo grau de energia mental, e podemos “surpreendê-los” para sobrecarregar seu cérebro.

Blandón-Gitlin et al. (2014) publicaram um estudo sobre a carga cognitiva na detecção de mentiras. Para sobrecarregar a mente do mentiroso, técnicas como fazer perguntas confusas e inesperadas podem ser usadas. Por exemplo, se a pessoa está falando sobre uma suposta viagem à Europa, você pode perguntar algo sobre a família dela para surpreendê-la.

Outra forma de saber se o seu parceiro é um mentiroso crônico é pedir que ele conte um evento cronologicamente anterior ao que está sendo comentado. Dessa forma, garantiremos que sua carga cognitiva seja maior e que ele perca a confiança que sente ao contar as mentiras já elaboradas.

2. Perguntas abertas

As perguntas abertas são um bom recurso para detectar mentiras, porque forçam as pessoas a expandir suas histórias. Em vez de perguntar à pessoa sobre algo específico do passado, você pode pedir que ela conte sobre sua infância. Se estiver mentindo, ela será forçada a inventar informações no momento, e poderá se sentir nervosa.

3. Preste atenção aos detalhes

Em cada história há pequenos detalhes que podem ser verificados em busca de inconsistências. Por exemplo, a pessoa pode dizer inadvertidamente que foi à praia em uma estação em que haviam fortes tempestades. No entanto, em vez de corrigi-la, é recomendável deixá-la continuar construindo a história. Assim, você terá a oportunidade de detectar mais inconsistências.

Homem conversando com a parceira.
As histórias que os mentirosos crônicos contam muitas vezes têm detalhes descuidados e inconsistentes.

4. Preste atenção à confiança da pessoa ao falar

Se um parceiro é suspeito de ser um mentiroso crônico, o confronto direto não é recomendado. O ideal é preparar um clima de conversa casual e usar as técnicas mencionadas acima para tirá-lo de sua zona de conforto. Ao fazer isso, você pode perceber que a pessoa se torna menos confiante, ou até mesmo evasiva ao te responder.

De fato, ela pode querer encerrar a conversa dizendo que esta passando mal ou se sente desconfortável. Isso pode significar que a pessoa está sobrecarregada, e é incapaz de prolongar suas mentiras ou inventar novas histórias.

Para encerrar, como mencionamos antes, esses não são truques infalíveis para descobrir mentiras. Em vez disso, trata-se de um conjunto de técnicas que podem nos dar uma visão da desonestidade de alguém.

Pode interessar a você...
Como reagir a uma mentira?
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Como reagir a uma mentira?

Mentir prejudica a confiança, tornando-se fonte de emoções negativas. Descubra como reagir a uma mentira.



  • Blandón-Gitlin, I., Fenn, E., Masip, J., & Yoo, A. H. (2014). Cognitive-load approaches to detect deception: searching for cognitive mechanisms. Trends in cognitive sciences, 18(9), 441-444.
  • de Roos, M. S., & Jones, D. N. (2022). Assessing Deception Differences with Mimicry Deception Theory. Journal of Personality Assessment, 104(1), 44-56.