Diferenças entre luxúria e amor

Amor e luxúria são duas manifestações diferentes de afeto que costumam ser confundidas. Neste artigo, estudaremos o que são e como diferem.
Diferenças entre luxúria e amor

Última atualização: 07 Novembro, 2021

Não são poucos os que confundem luxúria e amor e ignoram as suas diferenças. Às vezes pensamos que estamos falando de um, quando na realidade estamos aludindo ao outro.

É comum acreditar que sentir-se atraído por outra pessoa implica necessariamente um sentimento de amor por ela, que pensar nela o dia todo ou desejá-la intensamente são manifestações claras do nosso amor. Porém, isso não é verdade. O amor é mais complexo e transcende as emoções ou sentimentos que experimentamos ao longo do tempo.

Para entender melhor as diferenças entre luxúria e amor, é pertinente definir as duas dimensões e listar as suas características. Vamos nos aprofundar.

O amor

O amor não fica apenas na expressão afetiva ou no acúmulo de sensações, emoções e sentimentos que vivenciamos na presença ou ausência da pessoa querida. O amor também é uma atitude em relação à vida, aos outros e a nós mesmos. Nas palavras de Erich Fromm, “o amor é uma ação, a prática da força humana, que só pode ser realizada em liberdade e nunca como resultado de uma compulsão”.

Ou seja, onde há posse, não há amor, porque o amor vem da liberdade, é a própria liberdade. É o poder de expressar a autenticidade de cada um e a preservação da nossa integridade e individualidade, mas não por egoísmo.

O amor é uma união onde a liberdade é fundamental e onde, paradoxalmente, duas pessoas se tornam uma, sem deixar de ser duas.

Casal olhando um para o outro

Características

Seguindo Erich Fromm, podemos identificar quatro características essenciais do amor:

  • Cuidar: envolve cuidar da pessoa amada, estar atento e interessado no seu bem-estar. É a preocupação com a vida e o crescimento do outro. Cuidar não é superproteger ou fazer tudo por aquela pessoa, é deixá-la ser e querer que ela esteja bem porque ela é importante e valiosa como ser humano.
  • Responsabilidade: é a resposta às necessidades, expressas ou não, da outra pessoa. Não é cumprir o dever, é agir, dar e responder àquele outro a quem estamos unidos. É a disposição atenta de estar lá para o que a pessoa precisa.
  • Respeito: é ver a pessoa como ela é, aceitando e tendo consciência da sua individualidade. O respeito traz consigo uma preocupação genuína com o crescimento da outra pessoa e um desejo de que ela se desenvolva.
  • Conhecimento: é aproximar-se da aceitação ao mundo interior do outro, para conhecê-lo sem dominá-lo, para cuidar dele, respeitá-lo e responder ao que ele realmente precisa.

Luxúria

A luxúria é um desejo desordenado e ilimitado de prazeres sexuais (Villegas, 2018). Porém, se analisarmos sua etimologia, perceberemos que não é necessariamente um desejo sexual, já que a luxúria vem do latim luxuria que significa ‘abundância’ ou ‘exuberância’, ou seja, refere-se a tudo que vem em excesso, em grande quantidade.

Na luxúria, a pessoa “amada” ou desejada é objetificada; seja na imaginação ou na realidade, a pessoa se torna um mero meio para a satisfação do desejo. O valor central é o prazer, é suprir a necessidade sexual que está sendo experimentada. O egoísmo é próprio do governo da luxúria, que restringe o horizonte da pessoa aos seus próprios desejos.

Características

As principais características da luxúria nos relacionamentos são as seguintes (Mandiotra, 2021):

  • Não há desejo de construir uma conexão profunda com a pessoa.
  • O relacionamento é de curta duração.
  • Desejo intenso de intimidade sexual com a outra pessoa.
  • Atração excessiva pelo físico da outra pessoa.
  • Não há interesse em manter uma conexão após o sexo.
  • Desejo forte de tocar, abraçar, beijar, acariciar.
  • Falta de controle dos desejos sexuais.

Diferenças entre luxúria e amor

1. O lugar do outro

Uma diferença central entre luxúria e amor é a importância da outra pessoa. Para a luxúria, o outro é importante na medida em que satisfaz os desejos, especialmente o sexual. No amor, o outro é valioso por si mesmo, importante pelo que é.

2. Receber e dar

Na luxúria, a pessoa assume uma atitude receptiva na qual espera que o que deseja lhe seja fornecido imediatamente. No amor, a atitude é dar, oferecer ao outro o que você tem: apoio, aceitação e compromisso.

3. A duração

Outra diferença essencial entre luxúria e amor é sua duração. Na luxúria, o interesse pela outra pessoa é efêmero, dura o tempo que for necessário para satisfazer a necessidade sexual, dependendo da intensidade do desejo que está sendo sentido. O amor se prolonga mais no tempo; é uma atitude constante na vida da pessoa em relação ao outro.

4. Compromisso

Na luxúria não há compromisso com o crescimento pessoal da outra pessoa, há apenas desejo sexual, paixão e necessidade. No amor existe uma implicação genuína para o desenvolvimento do outro, para o seu bem-estar e qualidade de vida.

5. Tratamento e respeito

A luxúria manipula, busca de uma forma ou de outra que o outro faça o que deseja. No amor, há respeito pela integridade e liberdade da pessoa amada.

6. Paciência

Outra distinção entre luxúria e amor é a paciência. A luxúria é impaciente, deseja que seus desejos sejam satisfeitos imediatamente. Por outro lado, o amor é paciente, sabe esperar os momentos oportunos e reconhece que tudo tem seu tempo. Ele não corre sozinho, mas procura andar em sintonia com a outra pessoa.

Mãos juntas de um casal na cama

7. Superficialidade e profundidade

A luxúria é superficial. Ela não se interessa pelo que está no coração do outro, não se preocupa em conhecê-lo ou abordar seus mistérios. No amor há profundidade e um desejo autêntico de saber como é o outro.

8. O vínculo

Na luxúria, não existe uma conexão ou um vínculo real que permite que você se sintonize com a vida da outra pessoa e que promova uma preocupação com o seu bem-estar. No amor existe um vínculo profundo que envolve a unidade entre as duas pessoas, mas sem perder a própria individualidade. É uma penetração ativa na vida do outro.

9. Emoção e atitude

Outra diferença importante entre luxúria e amor é o caráter emocional de um (luxúria) e a atitude do outro (amor). A luxúria se desdobra em um conjunto de emoções, desejos e gratificações. Por outro lado, o amor se move no reino da atitude, da ação, do ser. Mais do que um estado emocional, é uma forma de se relacionar com o outro, é uma atitude perante a vida, uma forma de ser e de viver.

10. Liberdade

A luxúria é escravizadora. Ela mantém a pessoa prisioneira dos seus próprios desejos e necessidades sexuais. O amor é libertador, porque sua essência se desdobra na liberdade de cada pessoa.

Finalmente, você pode ter a impressão de que o desejo sexual não é compatível com o amor; pelo contrário, ele é, mas não é o eixo central. Todos nós temos desejos, o problema é quando estes se tornam excessivos, exuberantes, incontroláveis e se tornam o meio e o fim de todo relacionamento, como na luxúria.

O amor vai além do desejo e da sua satisfação. Não permanece apenas no prazer, mas na liberdade de cuidar, respeitar, responder e conhecer quem você ama.

Pode interessar a você...
6 frases reveladoras sobre sexo
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
6 frases reveladoras sobre sexo

Não é fácil fazer um inventário representativo de frases sobre sexo. Este assunto continua sendo um tabu em muitas sociedades e comunidades.