7 maravilhosas frases de Antonio Tabucchi

setembro 12, 2019
Nas frases de Antonio Tabucchi encontramos um escritor crítico, mas sereno. As suas declarações são muito humanistas e pretendem lançar uma luz sobre o panorama do mundo de hoje, onde muitos dos seus pilares parecem ter perdido significado.

As frases de Antonio Tabucchi têm um encanto especial pela simplicidade e frescor com que ele as escrevia. Não poderia ser de outro modo, considerando que se trata de um escritor que focou o seu trabalho na vida de homens comuns que, no entanto, revelam verdades universais.

Este escritor italiano apaixonado por Portugal nasceu em Pisa, no mesmo dia em que os Aliados bombardearam a cidade para libertá-la dos nazistas. Desde muito jovem, era um leitor voraz e um viajante apaixonado. Portanto, muitas frases de Antonio Tabucchi se referem a esses temas.

A memória e os sonhos também têm um lugar especial na obra desse grande escritor, que admirava Fernando Pessoa de forma quase delirante.

Essa influência e sua própria análise da realidade de seu tempo permitiram que ele fosse um dos romancistas contemporâneos mais importantes. Estas são algumas das frases mais lembradas de Antonio Tabucchi.

“A noite é quente, a noite é longa, a noite é magnífica para ouvir histórias’.
– Antonio Tabucchi –

Livro aberto

1. Permaneça no país de origem

Existem várias frases de Antonio Tabucchi nas quais ele fala sobre a sua terra natal. Esse escritor era apaixonado pelo trabalho de Fernando Pessoa. Isso o levou a Portugal, um país pelo qual ele também se apaixonou perdidamente.

Nesta frase, ele parece esclarecer a sua posição sobre o assunto: “Eu nunca deixei a minha terra, estou plantado nela como uma cepa”.

Não se aplica apenas à sua situação pessoal, mas à de todos aqueles que deixaram o local onde nasceram. Por mais longe que estejam, as suas raízes estarão sempre naquele lugar onde se formaram.

2. Uma das frases de Antonio Tabucchi sobre a memória

A memória é outro tema recorrente nas frases de Antonio Tabucchi. Esta, por exemplo, diz: “Na realidade, a vida é muito mais o que não lembramos do que o que lembramos”. Ele se refere aos meandros caprichosos do passado em nossa mente.

Atualmente, sabemos que a memória é criativa e dotada de imaginação. Essas características também se aplicam ao esquecimento. Finalmente, o que esquecemos é muito mais do que aquilo que conseguimos conservar nesse mundo imaginativo da memória.

3. As convicções e o coração

Tabucchi também se refere, em uma de suas frases, ao velho dilema entre o que é pensado e o que é sentido. Ele se expressou desta maneira: “É difícil ter convicções precisas quando se fala sobre as razões do coração”.

Significa, em última análise, que os sentimentos humanos costumam ser ambíguos. É por isso que convicções que surgem de razões subjetivas também tendem a ser frágeis, ou pelo menos um pouco confusas. Nesse aspecto, a razão é uma referência mais confiável.

4. A hibridação e miscigenação

Antonio Tabucchi era um viajante extraordinário. Ele era movido por uma profunda curiosidade; queria conhecer outras formas de ser, outras formas de pensar, outras formas de viver. Abordava o diferente com uma atitude aberta e grande capacidade de admiração.

Por esse motivo, compreendia que os purismos demográficos são brandos e pouco enriquecedores. Assim disse em uma de suas frases: “O sal de qualquer civilização interessante é a mistura de raças”. Quanto mais diversificada é uma sociedade, mais interessante é o que ela gera e produz.

5. O político que não parece político

Há quem pense que o mundo da política é o mundo dos políticos. No entanto, a partir de uma perspectiva mais profunda, fica claro que o poder passa pela vida cotidiana de todas as pessoas de várias maneiras, independentemente de participarem ou não da política formal.

Uma das frases de Antonio Tabucchi diz: “Meu trabalho é ver o que a política está fazendo, além do próprio político”. Refere-se a busca daquelas realidades em que o poder entra em jogo, sem que isso dependa diretamente da ação de alguém dedicado à política.

As engrenagens da mente humana

6. Os ideais de perfeição nas frases de Antonio Tabucchi

Esta é uma frase fabulosa, que pode muito bem se tornar um mantra para as nossas democracias. Ela ressalta: “A perfeição gera doutrinas, ditadores e ideias totalitárias”. É uma crítica contra os ideais de perfeição, que muitas vezes levam ao desastre.

Tanto na família quanto na educação e em todas as áreas da sociedade, essa grande demanda pelo perfeito nos leva apenas à arbitrariedade. Esta é a maneira mais imperfeita de nos relacionarmos com outros seres humanos.

7. A memória atual

Antonio Tabucchi também foi muito crítico com a maneira como o conhecimento circula e como os relacionamentos são configurados atualmente. Em outras palavras, ele criticou o que chamamos de “pós-modernidade”.

Portanto, não nos surpreende que ele tenha dito uma frase como esta: “Hoje, a nossa memória está em um encefalograma plano”. Isso significa que os eventos acontecem tão rapidamente e em uma estrutura de tanta trivialidade que nem são registrados na memória.

Antonio Tabucchi foi um escritor animado e divertido, que falou muito em suas obras sobre as pessoas que não alcançam o que querem ou que simplesmente não sabem como desejar. Lê-lo é uma experiência maravilhosa, que promete grandes surpresas e reflexões.

  • Capano, D. A. (2007). El errático juego de la imaginación: la poética de Antonio Tabucchi. Editorial Biblos.