As frases mais famosas de Hans Christian Andersen

· janeiro 2, 2019

As frases de Hans Christian Andersen sobreviveram por diversas gerações e se espalharam por todo o mundo. Ao contrário de outros autores de contos de fadas, este incrível escritor e poeta dinamarquês se destacou pelo conteúdo humano, realista e, ao mesmo tempo, otimista de suas histórias.

Há algo mágico na vida deste escritor. Quando nasceu, sua família era tão pobre que tiveram que fazer seu berço com a madeira de um velho caixão. Por sua vez, morreu porque, como nos contos de fadas, caiu de sua cama e isso lhe causou graves lesões.

Sua vida foi infeliz. Ficaram gravadas em seu diário suas tristezas, vazios e decepções. Mesmo assim, quase todas as frases de Hans Christian Andersen têm um tom esperançoso que nos convida a sonhar. Estas são algumas das suas mais famosas afirmações:

Mas uma sereia não tem lágrimas e, portanto, ela sofre muito mais”.
-Hans Christian Andersen-

A vida e os pequenos problemas

Várias das frases de Hans Christian Andersen comparam a vida com a literatura, mostrando que, no fim das contas, são a mesma coisa.

Uma de suas afirmações diz: A vida em si é o conto de fadas mais incrível. Ele não via “as fadas” como algo sobrenatural, e sim como parte dos eventos cotidianos que são maravilhosos, mesmo que não os notemos.

Sobre a vida cotidiana, outra das frases de Hans Christian Andersen fala: Mas estes são problemas pequenos, as pessoas dirão. Sim, mas são as gotas que fazem buracos nas rochas.

Neste caso, chama a atenção o fato de que mesmo os pequenos problemas devem ser abordados e resolvidos. Por menores que sejam, com o tempo podem causar um grande estrago.

Bailarinas com asas

As palavras e a música

O autor de O Patinho Feio e de A Pequena Sereia também foi um profundo apaixonado pela música. De fato, seu conto O Soldadinho de Chumbo, entre outros, foi adaptado e transformado em uma famosa ópera.

Por isso, não é estranho que uma das frases de Hans Christian Andersen diga: Onde as palavras falham, a música fala.

Outra de suas afirmações diz: O bom e o belo não é esquecido; vive na história e na canção. Desse modo, dá a entender que a arte, em particular a literatura e a música, são uma via para nos fazer chegar ao melhor e mais bonito da vida.

Uma das frases de Hans Christian Andersen sobre a razão

É óbvio que este escritor dinamarquês tinha uma imaginação muito fértil. Embora escrevesse muitas obras para adultos, tinha um dom especial em narrar para as crianças. Um grande desafio se você levar em conta que as crianças são pura imaginação.

Por isso, várias frases de Hans Christian Andersen buscam recordar o imaginário, o sensível e o intuitivo, que têm tanto ou mais valor que o racional. Como indica aqui: Quando o pássaro do coração começa a cantar, com muita frequência a razão paralisa as nossas orelhas.

Mundo dos contos de fadas

Tudo é um milagre

Andersen viveu uma infância infeliz. Seu pai morreu quando tinha somente 11 anos de idade. Isso o forçou a deixar a escola e começar a trabalhar. Sua mãe era amável, mas escrava do alcoolismo. Talvez tudo isso o tenha transformado em um leitor voraz, especialmente das obras de Shakespeare.

Apesar de tudo que foi dito anteriormente, há frases de Hans Christian Andersen que causam desconcerto de tão esperançosas que são as mensagens. Esta é uma delas:O mundo inteiro é uma sucessão de milagres, mas estamos tão acostumados a eles que os chamamos de coisas comuns.

Talvez sua própria infelicidade o tenha preparado para saber captar melhor a parte positiva do que o cercava.

Estátua de Hans Christian Andersen

A única forma de ser feliz

Hans Christian Andersen era um artista completo. Escrevia, cantava e também se interessou pela dança.

Da mesma forma, foi um viajante incansável que sempre exaltou a felicidade de conhecer novos lugares e culturas. Uma pessoa cheia de vida que, no entanto, nunca pôde encontrar o amor.

Mesmo assim, uma de suas frases diz: Ser útil para o mundo é a única forma de ser feliz. Ele também dizia que procurava fazer de sua vida uma história que merecia ser contada. Obteve ambas as coisas. Ser útil e ser feliz, além de transcender no tempo.

Andersen foi objeto de muitas homenagens e tributos durante sua vida. Superou a pobreza, pôde viajar pelo mundo todo e fazer o que mais amava: escrever. O rei da Dinamarca o condecorou com diferentes reconhecimentos.

Além disso, o astrônomo Nikolai Chernyj batizou um asteroide com seu nome.

Andersen, H. C., Pedersen, V., & Frølich, L. (1991). Cuentos completos. Anaya.