Irmãos narcisistas: que características apresentam?

O irmão narcisista foi na infância o "filho de ouro", aquela criança que alguns pais priorizavam acima das demais e cuja deferência e atenção gradualmente levaram a um comportamento egoísta e até tirânico.
Irmãos narcisistas: que características apresentam?

Última atualização: 07 julho, 2022

Muitas vezes, chega um ponto em nossas vidas em que identificamos algo. Fomos vítimas de uma família disfuncional na qual nossos pais, por algum motivo, priorizavam um filho acima dos demais. Era o menino ou menina “de ouro”. Isso se traduz amanhã na figura daqueles irmãos narcisistas com os quais estamos quase sempre em conflito.

Discussões, comportamentos egoístas e abusivos, cobranças excessivas, censuras… Se ter um irmão é, em geral, é ter um presente da vida e um aliado constante, há momentos em que esta fórmula não se cumpre. Às vezes, crescemos com uma presença claramente nociva, deliberadamente moldada por pais com traços narcisistas semelhantes.

Quase sem saber como, nos vemos envolvidos em dinâmicas desgastantes que marcam nossa infância e até maturidade. Por um lado, temos um pai ou uma mãe que coloca toda a atenção, esperanças e afetos em apenas um de seus filhos. Por outro lado, devemos lidar com um irmão tirânico, mimado, competitivo e às vezes até verbal ou fisicamente agressivo.

São realidades silenciadas e altamente complexas sobre as quais vale a pena falar.

A educação seletiva e o fato de priorizar o amor e o cuidado sobre um filho e não sobre os outros de forma igualitária, sempre deixa sérias consequências.

Menino agarrado às pernas da mãe para representar a origem dos irmãos narcisistas
Grande parte da origem do narcisismo está no estilo parental.

Irmãos narcisistas, vítimas de uma educação seletiva

“Fabricar” um narcisista é mais fácil do que pensamos. Basta reforçar o egocentrismo da criança e desativar sua empatia. Basta educá-lo a partir de uma visão inflada e desproporcional de si mesmo, com mensagens como: “você é o mais bonito, você é o mais inteligente, você é o menino que a mamãe mais ama no mundo, etc”.

Os irmãos narcisistas são fruto de uma educação desigual e discriminatória que construiu sobre eles uma identidade distorcida. Essa identidade foi nutrida pela internalização de narrativas que lhes permitiram assumir, desde muito cedo, que eles e somente eles eram dignos de todas as formas de amor e atenção.

Pouco a pouco, bloco a bloco, foi erguida aquela personalidade nociva que se torna mais pronunciada e nociva com o passar dos anos. Além disso, uma investigação da Universidade de Amsterdã confirma esse fato. O narcisismo está em parte enraizado nas primeiras experiências de socialização. A educação é o primeiro fator capaz de modelar esse perfil de personalidade.

Irmãos narcisistas assumem desde cedo que são muito mais importantes do que nós. Suas conquistas, e não as nossas, são as que merecem ser reconhecidas pela família.

Que características, traços e comportamentos eles mostram?

Quem cresce com um irmão ou irmã narcisista guarda na memória muitas lembranças da infância que nem sempre são agradáveis. Mais tarde, com o passar dos anos, essa relação torna-se mais tensa, prejudicial e complexa. A tal ponto que, na idade adulta, é comum manter distância ou ter encontros ocasionais por mero compromisso familiar.

Vejamos agora alguns sinais que os definem:

  • Desde muito jovens, eles precisavam de atenção e reconhecimento excessivos.
  • Eles só consideram suas próprias necessidades.
  • Mesmo quando crianças, eles frequentemente recorriam a mentiras e chantagens.
  • Eles sempre mostraram uma necessidade obsessiva de competir por quase tudo.
  • Eles nos culpam por qualquer desacordo ou problema familiar.
  • Eles gostam de mostrar suas realizações para a família.
  • Eles sempre projetam um antagonismo claro em relação a nós.
  • São reativos, argumentativos, não têm empatia e dificilmente ouvem quando falamos com eles.
  • Eles geralmente não mostram nenhum interesse em como nossas vidas estão indo.
  • Quando nos defendemos ou o censuramos por sua atitude, indicam que somos muito sensíveis.
  • Eles são espertos em fazer com que nossos pais sempre se posicionem a seu favor.

Quando nossos pais priorizam uma criança em detrimento de outras eles criam uma personalidade narcisista na criança, é muito difícil manter um vínculo saudável com essas figuras.

Irmãos narcisistas às vezes nos desconectam da família

Irmãos narcisistas geram conflitos. Eles são o elemento disruptivo, o gatilho de qualquer discussão e aquela figura que sempre traz consigo uma batalha que não queremos iniciar. Se eles eram o olho direito de nossos pais quando crianças, na idade adulta serão o direito e também o esquerdo. Algo assim, como podemos supor, tem um custo.

É comum que acabemos marcando distância daquela família claramente disfuncional. Se a origem de tudo está nos pais que deliberadamente criaram essa divisão e essa deferência a um, é comum optar por evitar, na medida do possível, o contato. Quando o amor da família não é incondicional, todo vínculo cria sofrimento.

Figuras recortadas da família para representar a origem dos Irmãos Narcisistas
Ao lidar com irmãos narcisistas, devemos aprender a estabelecer limites e parar de esperar uma mudança positiva em seu modo de ser.

Como tratar um irmão ou irmã com traços narcisistas?

O complexo de ter que lidar com irmãos narcisistas é que também temos que lidar com uma hierarquia familiar. Aquela em que estamos na base da escada e o filho de ouro no topo. No entanto, às vezes, não podemos nos distanciar de um ou de outro. Nesses casos, é aconselhável levar em consideração o seguinte:

  • Não espere nada deles. Devemos aceitar a realidade: esse irmão e essa família não nos valorizará, nem levará em conta nossas necessidades. Portanto, evitemos depender deles em qualquer aspecto e deixemos de esperar uma mudança milagrosa.
  • Reafirme seus limites. Se você for forçado a manter contato com esses irmãos narcisistas, deixe claro o que eles podem e não podem esperar de você. Nem tudo vale e é necessário esclarecer o quanto antes.
  • Cure suas feridas passadas. Você cresceu em uma família disfuncional que só concentrou a afeição em uma criança. Talvez você tenha muitas memórias e experiências para curar. Não hesite em pedir ajuda especializada.

Por último, mas não menos importante, concentre-se nas figuras que realmente lhe trazem afeto, validação e compreensão no seu dia a dia. Essas pessoas são sua família autêntica; aquela que você escolheu e formou.

Pode interessar a você...
9 características dos pais narcisistas
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
9 características dos pais narcisistas

As características dos pais narcisistas abrangem uma série de dinâmicas que vale a pena conhecer. Vamos analisá-las a seguir.



  • Brummelman, E., Thomaes, S., Nelemans, S. A., Orobio de Castro, B., Overbeek, G., & Bushman, B. J. (2015). Origins of narcissism in children. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America112(12), 3659–3662. https://doi.org/10.1073/pnas.1420870112
  • Kacel, E. L., Ennis, N., & Pereira, D. B. (2017). Narcissistic Personality Disorder in Clinical Health Psychology Practice: Case Studies of Comorbid Psychological Distress and Life-Limiting Illness. Behavioral medicine (Washington, D.C.)43(3), 156–164. https://doi.org/10.1080/08964289.2017.1301875