Não é preciso mudar nada para ser feliz! – A mente é maravilhosa

Não é preciso mudar nada para ser feliz!

Abril 1, 2015 em Emoções 381 Compartilhados
ser feliz

Um dos objetivos mais importantes para o ser humano, não importa a que cultura ou a que nível social ou econômico ele pertença, é ser feliz. No entanto, esse é um conceito que tem significados diferentes para cada um e, inclusive, muda com o passar do tempo e com as diferentes circunstâncias da vida.

Assim, alguns pensam que a felicidade pode ser encontrada em valores espirituais, outros em objetivos profissionais e, para a grande maioria, o segredo da felicidade está numa boa relação amorosa. No entanto, uma das consequências dessa busca é que, ao alcançar um dos objetivos que pareciam essenciais para nós, foram criados outros no caminho, que também acabaram se tornando indispensáveis para o encontro com a felicidade. Isso quer dizer que a felicidade não existe?

Momentos felizes, vidas felizes

A felicidade está longe de ser um lugar ao qual chegamos, ela se parece mais com uma coleção de momentos que, ao final do dia, nos fazem pessoas satisfeitas. No entanto, algumas práticas diárias nos impedem de aproveitar ao máximo estas pequenas “parcelas de felicidade”; por exemplo: não deixar as dores, perdas e frustrações do passado para trás.

Ou seja, relembrar constantemente o que nos fez infelizes no passado também nos fará infelizes no presente… E isso não se parece em nada com a felicidade. Deixar essas experiências para trás é mais difícil do que pensamos, pois algumas vezes elas representam quem somos, mas devemos compreender que, se nos feriram, significa que não valem mais a pena.

Outro costume que nos impede de perceber a felicidade que já temos é a queixa constante da situação na qual nos encontramos atualmente. Por exemplo: acordamos pela manhã pensando que precisamos ir a um trabalho frustrante que nos faz mal, e vamos o caminho todo repetindo que, sem esse trabalho, seríamos muito mais felizes… Então é ai, quando estamos completamente confusos e tristes que, finalmente, começamos a nos sentir cada vez piores.

Se, ao contrário de só reclamar, começássemos a aceitar que estamos onde nossas decisões nos levaram e, portanto, não pode ser tão ruim assim, deixaríamos de sentir esse enorme fardo e poderíamos começar a liberar o peso que carregamos. É curioso, mas uma vez que aceitamos as coisas como elas são, elas começam a mudar.

Sejamos agradecidos

Esse é um hábito que pode ser cultivado. Agradecer pelo que temos e pelo que nos faz feliz muda completamente nosso panorama, pois deixamos de desejar, por um momento, aquilo que não temos. Temos tempo suficiente para desejar aquilo que faria nossas vidas melhores, ou seja, nossas vidas não estão completamente saturadas de coisas que não nos deixam tempo para pensar. Não estamos tão cansados para imaginar o que poderíamos ser, ou ter algo a mais.

Nas vidas de todos nós existe algo, ao menos um aspecto, funcionando quase perfeitamente. E, normalmente, é a ele que dedicamos menos atenção. Então que tal começar a reconhecê-lo, agradecer por tê-lo numa situação tão boa e continuar com tudo aquilo que nós temos? Afinal de contas, nos sentiremos mais felizes e começaremos a ir na direção em que merecemos, ou inclusive, perceber que o lugar no qual estamos é exatamente onde deveríamos estar.

Créditos da imagem: Ben Raynal

Recomendados para você