O método Grisham para fazer projetos paralelos

O método Grisham destaca-se pela sua simplicidade. Qualquer pessoa pode colocá-lo em prática e testar seus resultados.
O método Grisham para fazer projetos paralelos

Última atualização: 15 maio, 2022

O método Grisham é uma técnica que é usada para realizar projetos paralelos ao trabalho usual. Quase todo mundo tem algum projeto que não conseguiu alcançar por falta de tempo. O dia tem as horas que tem e as atividades demoradas nem sempre se encaixam.

Às vezes você só quer ter um blog e atualizá-lo regularmente, mas sua agenda não parece flexível o suficiente para você se comprometer com isso. Outras vezes, o que você quer é começar sua própria empresa sem abrir mão do emprego que tem, mas acontece a mesma coisa: você nunca tem tempo suficiente para avançar e materializar sua ideia.

É até possível que o seu projeto não seja de natureza laboral ou intelectual, mas estritamente pessoal. Por exemplo, passar mais tempo com seus filhos ou ter um hobby. Em todos esses casos, o tempo costuma ser um grande obstáculo. Como resolver isso? O método Grisham pode ser uma excelente resposta.

” Nada avança a um ritmo razoável, por isso você aprende a ignorar os relógios.”

-John Grisham-

Homem pensando em como os introvertidos lidam com o estresse

O método Grisham e sua origem

O Método Grisham tem o nome do famoso escritor John Grisham. Ele é o autor de livros famosos como O dossiê pelicano, O Grande Golpe ou Os Segredos de Gray Mountain. Como você pode ver, vários desses nomes coincidem com os títulos de filmes que quase todos nós vimos.

Grisham dedicou grande parte de sua vida e energia à sua grande paixão, escrever. Estamos falando de um prestigiado advogado que em 1993 foi eleito para a Câmara dos representantes do Estado do Mississippi, nos Estados Unidos. Como você pode imaginar, sua agenda estava sempre cheia.

Tudo mudou para ele em 1984, quando, como autoridade estadual, presenciou um julgamento que o abalou. Uma menina de 12 anos testemunhou como vítima em um caso de estupro. Foi tão chocante para ele que se deu ao trabalho de conhecer todos os detalhes do caso.

A história foi tão perturbadora para Grisham que ele se viu incapaz de pensar em outra coisa. Ao longo dos dias, ele decidiu que queria compartilhar a história dessa situação com o mundo. No entanto, ele tinha o mesmo problema que todos os outros: onde encontraria tempo para escrever um romance , se mal conseguia manter seu trabalho regular? Como resposta a essa pergunta, nasceu o método Grisham.

Em que consiste este método?

John Grisham encontrou uma solução simples, mas eficaz, para o problema do tempo. Ele usou seu bom senso, em vez de qualquer teoria ou doutrina. Ele simplesmente decidiu passar meia hora antes de ir trabalhar para escrever. Os 30 minutos não afetaram sua rotina habitual, e parecia que era a única maneira de seu projeto não permanecer como um sonho inacabado.

Durante três anos, Grisham cumpriu esse compromisso diário. O resultado foi seu primeiro romance, Tempo de matar. Ele não teve muita sorte no início com os editores, até que um deles decidiu publicar 5.000 exemplares da obra. No entanto, não teve muito impacto.

O escritor começou seu segundo romance um dia depois de terminar o primeiro. Ele provou que seu método funcionava e que isso lhe permitia desfrutar de sua grande paixão: escrever. Desta forma, tornou-se o escritor americano mais vendido da história, nos anos 90. Nessa época, ele se aposentou de sua profissão e se dedicou à escrita.

mulher escrevendo

O que o método Grisham ensina

Como você pode ver, o método Grisham não tem segredo. Ou melhor, o único segredo que ele tem é o do compromisso. Você deve cumprir uma condição: atingir uma pequena meta todos os dias, em um determinado horário. Isso é tudo. Vá passo a passo e não pare. É o valor da constância o que supera ou quebra de limites.

Nas diversas entrevistas que este autor concedeu, também apontou dois pontos que devem ser levados em consideração. A primeira é que as pessoas devem estar cientes de que existem dias bons e dias ruins. Isso significa que às vezes essa meia hora é muito produtiva e às vezes não. O importante é continuar.

O segundo critério foi expresso pelo próprio Grisham da seguinte forma: “Não escrevo a primeira cena até saber a última”. Deve-se dizer que isso não se aplica apenas à escrita, mas a qualquer atividade: é importante ter um mapa mental de onde você quer ir.

Em suma, o Método Grisham está ao alcance de qualquer pessoa com um projeto paralelo. Para encerrar,  deixamos um último conselho de John Grisman: “comece amanhã”.

Pode interessar a você...
Contraste mental: a melhor técnica para atingir um objetivo
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Contraste mental: a melhor técnica para atingir um objetivo

Neste artigo, explicamos o contraste mental, uma técnica para atingir um objetivo, com base em experimentos psicológicos.



  • Pringle, M. B. (1997). John Grisham: a critical companion. Greenwood Publishing Group.