O segredo para uma boa comunicação do casal

· abril 21, 2015

Muitas vezes ouvimos dizer que para ter um bom relacionamento uma boa comunicação é o mais importante. E é verdade, mas no final todo mundo vai dar sua própria interpretação a esta frase. Alguns pensarão que já falam o suficiente com os seus parceiros e outros pensarão no que eles têm que falar.

A comunicação vai além de se falar ou não se falar, ou do quanto se fala. Tem mais a ver com o que se diz e como se diz.

Quais são os erros mais comuns na comunicação do casal?

A maioria dos erros que costumamos cometer na comunicação de casal tem a ver com não saber expressar-se corretamente ou por falta de respeito por si mesmo ou pela outra pessoa:

–  Impomos nosso critério acreditando que nosso ponto de vista seja melhor do que o dos nossos parceiros.

–  Expressamos defeitos e reclamações do parceiro com frequência, às vezes de forma exagerada.

–  Queremos que a outra pessoa seja como queremos.

–  Não nos interessamos pelos pontos de vista ou crenças de nosso parceiro.

–  Não deixamos que nosso parceiro se expresse.

–  Supomos o que ele vai dizer e lhe interrompemos constantemente.

–  Manipulamos para conseguir o que desejamos.

–  Damos razão ainda que não estejamos de acordo.

O resultado deste padrão de comportamento pode enfraquecer a relação até o ponto de término em muitos casos.

Como poderia me comunicar corretamente com meu parceiro?

Independentemente do fato de sermos agressivos, passivos ou manipuladores na nossa comunicação, há um meio termo chamado assertividade ao alcance de todos.

A assertividade é apenas uma forma de expressão em que se busca respeito por si e pelos outros. 

Expressar os pensamentos, os sentimentos e a forma de ver o mundo através de palavras ou gestos, de forma tranquila e apropriada, ao mesmo tempo que se quer conhecer os sentimentos e pensamentos do outro para compreendê-lo melhor.

Como poderia ser mais assertivo?

I. Expresse o seu apreço pelas qualidades dele

O mais provável é que você aprecie certas qualidades ou ações de seu parceiro. Algo em sua aparência, seu temperamento, algo que ele diz ou faz, o que for. Expressá-lo verbalmente ou de outra forma é bom para os dois, uma vez que ambos vão conseguir se sentir melhor.

Nosso ambiente melhoraria significativamente se em vez de queixas ou críticas houvesse mais demonstrações de apreço.

Por exemplo: não é a mesma coisa dizer “Gostaria de lhe dizer que, embora não pareça, eu presto muita atenção no esforço que você faz para me ajudar e me apoiar. Isso me faz sentir bem. Obrigado por tudo.”, do que dizer: “Se você quer ajudar, faça direito!”

II. Aceite as demonstrações de afeto e de urbanidade

Também é possível que o seu parceiro expresse o seu apreço por você. Não duvide de sua sinceridade, o fato de que você não acredite, não significa que a outra pessoa não acha. Aceite essas demonstrações naturalmente, um simples “obrigado” é suficiente.

Por exemplo pode lhe dizer: Que lindo/a que você está. E você acabar respondendo: Sim, com esse cabelo…
Lembre-se de não duvidar de sua sinceridade, basta dizer “obrigado”.

III. Seja capaz de dizer “Não”

Leve em conta que a responsabilidade de dizer “Não” é só sua e dizer “Sim” quando quer dizer “Não” não é sincero e fere seus sentimentos.

Você está no seu direito de recusar pedidos sem se sentir culpado ou egoísta. Lembre-se de que você não rejeita a pessoa, apenas o pedido, embora possa haver uma falta de compreensão por parte de seu parceiro.

Por exemplo: não é a mesma coisa dizer: “Entendo que você queira que a gente vá  a essa reunião, mas neste momento eu não quero.” Do que ir sem vontade a um lugar onde provavelmente no final os dois passarão um mau momento.

IV. Peça o que quiser

Um erro muito comum é esperar que o parceiro faça algo sem dizer isso a ele em nenhum momento. Todos temos o direito de expressar o que queremos, mas se não o fizermos, teremos de compreender que os outros não têm como adivinhá-lo, por mais que se conheçam muito bem. Se você realmente quer algo, expresse-o de forma adequada.

Por exemplo não é a mesma coisa dizer: “Gostaria que saíssemos para passear a tarde, o que você acha?” Do que estar frustrado internamente porque seu parceiro nunca tem a ideia de ir passear.

V. Explique o que você pensa ou como você se sente

Diga claramente o que você pensa ou como você se sente. Seja positivo ou negativo, mas sempre com respeito pelo outro. Não há melhor maneira para que seu parceiro lhe entenda do que mostrando as suas emoções. “Isto é o que eu penso…”, “Estou aborrecido com você porque…”, “Isso me assusta…”.
Acumular as emoções pode nos fazer explodir em algum momento.

Por exemplo não é a mesma coisa dizer: “Toda vez que você chega tarde eu me preocupo, eu gostaria que você levasse em consideração que, caso isso aconteça novamente, lembre-se de me avisar.” Do que culpar o outro, esconder nossas emoções e dizer: “Você sempre chega tarde! Toda vez que você sai é a mesma história!”

VI. Cuidado com as acusações

É muito fácil se deixar levar pela raiva e culpar nosso parceiro quando nos sentimos mal. Então, para evitar confrontos que não levam a nada, o melhor é:

Fazer perguntas em vez de acusações
Como poderia ser: “Você está me escutando?”, em vez de acusar diretamente e dizer: “De novo você não está me escutando!”

Comentar o que seu parceiro faz sem qualificá-lo
Por exemplo: “Tenho notado que ultimamente você esquece as roupas jogadas na cama depois de se trocar.” Em vez de: “Você é um desastre, toda vez que você troca de roupa você deixa o quarto bagunçado.”

Evitar as generalizações como sempre ou nunca 
Por exemplo é melhor dizer: “Ultimamente você não está tirando o lixo.” Do que dizer: “Você nunca tira o lixo.”

VII. Usar em nossa conversa termos assertivos

Penso, sinto, façamos, quero, o que você pensa, o que parece, como podemos resolver isto, eu gostaria…

Manter uma comunicação assertiva com seu parceiro não lhe garante a ausência de discussões e problemas, mas facilita uma compreensão e respeito mútuo que irá se moldando lentamente. Você sempre terá esta opção à mão, basta escolhê-la.