Os 9 pilares do relacionamento – A mente é maravilhosa

Os 9 pilares do relacionamento

setembro 25, 2015 em Emoções 0 Compartilhados
pilares do relacionamento

Uma relação de casal surge quando duas pessoas decidem projetar juntas suas vidas. Por isso, é fundamental que o casal edifique uma série de pilares sólidos e robustos sobre os quais possam construir todos os seus projetos em comum. O concreto para estes pilares é a negociação e o acordo, os tijolos são o amor, o respeito e o entendimento.

Por que um relacionamento fracassa?

Com frequência, as relações de casal fracassam porque faltam os pilares do relacionamento, ou seja, porque nunca chegaram a estabelecê-los e, portanto, o casal não possui uma base que lhes dê estabilidade e segurança dentro da relação.

O fracasso, em muitos casos, se deve à falta de um acordo entre ambos os membros da relação, um acordo que estabeleça os pilares. Portanto, muitos relacionamentos fracassam porque a estrutura que supostamente manterá as pessoas unidas como um casal é inexistente; a relação não tem uma base que a sustente.

Quando estabelecer os pilares do relacionamento?

É conveniente que os pilares do relacionamento sejam estabelecidos no início do mesmo, quando as pessoas que o compõem estiverem se conhecendo. Nesse momento, é imprescindível dialogar, conhecer mais profundamente um ao outro e chegar a acordos que satisfaçam a ambos os membros.

Quando é necessário repensar os pilares do relacionamento?

Os pilares do relacionamento equivalem às rodas de um caminhão: se um pilar falhar por algum motivo, é preciso revisar todos os outros, já que a união do casal está em perigo.

Com frequência, o casal ainda continua a se relacionar por um tempo, mesmo com a ausência de algum pilar, mas com a deterioração que isto implica, a relação acaba se rompendo e causando sempre uma ruptura muito dolorosa.

Quais são os 9 pilares fundamentais das relações amorosas?

Falaremos de 9 pilares do relacionamento, mas eles podem ser tantos quantos cada casal considerar adequado. Estabelecer estes pilares mínimos que detalharemos a seguir é fundamental para que o casal possa desfrutar da felicidade no convívio.

1. Amor

O amor é um pilar fundamental, tanto quanto qualquer um dos restantes. Para estabelecer este pilar é imprescindível que existam sentimentos fortes entre as duas pessoas.

Para que o amor seja um pilar forte e seguro temos que saber que, ao longo das diferentes etapas do relacionamento, este irá variando em sua manifestação, no entanto, o sentimento irá se fortalecendo com o passar do tempo se os outros pilares do relacionamento se mantiverem estáveis.

2. Comunicação

A comunicação é o canal mediante o qual o casal resolverá suas diferenças e crescerá tomando decisões e chegando a acordos satisfatórios para ambos.

Convém estabelecer momentos exclusivos para que o casal se comunique, compartilhe e decida em conjunto, já que este pilar é imprescindível para que o resto dos pilares do relacionamento se mantenham.

Comunicar-se supõe escutar e expressar sentimentos, um pilar básico para nos conhecermos realmente e potencializarmos a confiança entre os membros da relação.

3. Respeito

O respeito entre ambos os membros da relação está implícito nas relações dos casais que se mantêm por um longo tempo juntos, que crescem e que prosperam de forma feliz.

Respeitar ao outro é crescer junto, sem imposições, sem expectativas sobre o outro, sem dependência emocional, e sem agressões. Quando há respeito, pode existir amor e uma comunicação adequada.

4. Escala de valores

Cada pessoa possui sua própria escala de valores individuais. Quando começamos uma relação amorosa, temos que construir uma escala de valores em comum, que pode ser diferente da escala de valores individuais ou, inclusive, compartilhar alguns dos valores individuais.

Em qualquer caso, serão os valores do casal que definirão como eles passarão a interagir com o mundo e que definirá os projetos em comum.

5. Convivência

Em todos os relacionamentos, chegará o momento de propor uma vida compartilhada. Se o casal decidir que é o que desejam, é conveniente que isto esteja previamente acordado e compartilhado por ambos, para que chegado o momento, os dois se sintam seguros frente a própria trajetória a seguir.

Quando chegar o momento, é conveniente já ter estabelecidos os acordos deste pilar básico, como os acordos financeiros, a forma de convivência, a partilha de tarefas domésticas, a organização do espaço e do lar, etc.

os pilares do relacionamento

6. Ser você mesmo

Ser membro de uma relação amorosa em nenhuma hipótese supõe deixar der ser você mesmo. Para isso, é conveniente expressar claramente quem se é, quanto aos gostos, opiniões, ideologia, valores individuais, relações sociais, etc.

O relacionamento tem que ser um lugar seguro onde seja possível ser você mesmo, compartilhando com o parceiro/a em certos momentos e, em outras ocasiões, mantendo tempo, espaço e atividades próprias, não compartilhadas com o outro membro da relação.

7. Liberdade

Em qualquer relação de casais emocionalmente saudáveis, a liberdade pessoal segue existindo. Cada membro deve decidir permanecer na relação por vontade própria, como também cabe decidir em conjunto quais serão os pilares do relacionamentoA pessoa não perde a liberdade, ganha uma pessoa com quem compartilhá-la.

8. Sonhos e projetos compartilhados

O casal cresce quando tem projetos e sonhos compartilhados. Quando o casal decide compartilhar projetos e lutar por eles, o sentimento de união entre ambos aumenta, já que descobrem que a união faz a força e que chegam mais longe juntos do que separados.

Caminhar rumo a um projeto pode não ser fácil, mas será muito satisfatório para o casal quando os outros pilares estiverem firmes e contribuírem para a solidez e a segurança do casal.

9. Fidelidade

A fidelidade é um acordo e uma forma de viver as relações sexuais e afetivas. Só compete ao casal decidir como quer definir este pilar, sendo condição indispensável que seja um acordo mútuo, com o qual ambos se sintam seguros e com confiança plena no outro.

Recomendados para você