O que o seu perfil do Linkedin diz sobre a sua personalidade?

O perfil que você preenche no Linkedin revela vários traços de sua personalidade, de acordo com um estudo. Fatores como gentileza ou conscienciosidade podem se refletir nele.
O que o seu perfil do Linkedin diz sobre a sua personalidade?

Última atualização: 31 Agosto, 2021

O que o seu perfil do Linkedin diz sobre a sua personalidade? Há quem diga que esta rede social orientada para o uso empresarial, negócios e procura de emprego assemelha-se a uma feira. Cada pessoa expõe o que possui e, posteriormente, os recrutadores escolhem aquele cuja “mercadoria” melhor atende às suas necessidades.

Nessa praça pública de perfis, diplomas, competências e experiências diversas, cada um procura se vender da melhor forma. É como criar um outdoor online com o qual esperamos atrair um empregador. O que nem sempre sabemos ou percebemos é que, nessa tentativa de cativar por meio do currículo, expomos vários traços da nossa personalidade.

Um estudo recente se interessou em fazer uma análise deste aspecto para nos fornecer dados que são, no mínimo, interessantes. Eles também nos encorajam a ser mais escrupulosos ao projetar aquele outdoor em que certas luzes podem ser mais prejudiciais do que atrativas.

“Imagine para você um personagem, um modelo cujo exemplo você está determinado a seguir, tanto no âmbito privado quanto no público.”
-Epicuro-

Perfil profissional incompleto no Linkedin

Isso é o que o seu perfil do Linkedin diz sobre a sua personalidade

Atualmente, o Linkedin é mais importante do que podemos imaginar. Ele tem um grande poder corporativo e aqueles que fizeram uso eficaz e estratégico de seu perfil viram uma mudança positiva em sua carreira. Desde que seus criadores Allen Blue, Konstantin Guericke, Eric Ly e Jean-Luc Vaillant o lançaram em 2002, não demorou muito para se tornar uma plataforma de referência.

Não é apenas um “mercado público digital” voltado para a busca de emprego. O Linkedin é um ponto de encontro entre comunidades, pois nos permite estar sempre atualizados sobre as questões atuais, conecta diferentes profissionais entre si e conta ainda com a plataforma LinkedIn Learning voltada para a formação.

Agora, ao recrutarem candidatos, existem especialistas que sabem ver além do que revela o perfil de cada usuário desta rede social. Na verdade, há apenas alguns meses, a Universidade de Ciências Aplicadas e Artes da Suíça Ocidental publicou um estudo muito revelador.

O que o seu perfil do Linkedin diz sobre a sua personalidade é, na verdade, tão impressionante quanto interessante.

Sua abertura para novas experiências

O presente trabalho de pesquisa partiu do Modelo dos Cinco Grandes da Personalidade Humana. O primeiro fator que constrói essa abordagem é a abertura, uma característica altamente positiva, interessante e valorizada no campo de recrutamento. Essa variável é expressa por meio de dimensões como as seguintes:

  • Imaginação ativa (fantasia), curiosidade intelectual, sensibilidade estética, preferência pela variedade e controle emocional.

Agora, como essas características são apreciadas em nosso perfil do Linkedin? Os especialistas apontam isso por meio dos seguintes elementos:

  • Sua foto de perfil.
  • A maneira como você se apresenta, a maneira como você fala sobre si mesmo e explica quem você é, o que você espera, o que está procurando.
  • Os idiomas que você fala.
  • Ter vários contatos na rede Linkedin.

Consciência, sua capacidade de ser responsável e orientado para a tarefa

O que o seu perfil do Linkedin diz sobre a sua personalidade vai além do seu conjunto de estudos, experiências e habilidades. Muito pode ser visto sobre a sua capacidade de cumprir regras e tarefas, o seu autocontrole e a sua exigência com o trabalho.

A consciência é outra variável muito apreciada pelos recrutadores; para avaliar se você a tem, eles olharão o seguinte:

  • Certificações que você possui e como as expõe.
  • Habilidades que você descreve e como você as apresenta.
  • Organização, detalhamento e rigor na redação do seu currículo e apresentação.
  • Acrescentar ou não credenciamentos que comprovem seus cursos e experiências.

O seu perfil do Linkedin e o seu grau de extroversão

Extroversão é outra variável que aparece na taxonomia ou classificação dos traços de personalidade dos Cinco Grandes. Mede a sociabilidade, a energia e se somos mais solitários ou reservados. Nesse caso, os pontos a serem avaliados são:

  • Praticar um esporte de equipe.
  • Experiência de liderança ou não.
  • Tamanho da rede social do candidato.
  • Experiências complementares (hobbies, habilidades, etc.).
Pessoas conectadas digitalmente

A amabilidade, o candidato cooperativo

Você consegue apreciar, perceber, intuir a gentileza de uma pessoa em seu currículo? Parece que o que o seu perfil do Linkedin diz sobre a sua personalidade também inclui esse fator.

A capacidade de colaborar com outras pessoas, ser altruísta, solidário e atencioso pode ser visualizada por meio das seguintes variáveis:

  • As atividades solidárias ou voluntárias indicadas pelo candidato são sempre muito valorizadas e levadas em consideração.
  • Ter competências como “trabalho em grupo” refletidas em habilidades.

A pessoa neurótica ou menos neurótica pode ser identificada em um perfil do Linkedin?

Esta pode ser a pergunta de ouro. Podemos identificar a personalidade neurótica nesta rede social e em um currículo? Lembre-se: o neuroticismo, no modelo dos cinco grandes, define a pessoa com mais ou menos insegurança emocional. Além disso, indica uma tendência maior ou menor de sofrer de ansiedade ou ser uma pessoa com alta ou baixa inclinação para se preocupar, sentimentos de culpa, etc.

Portanto, poderíamos identificar um candidato mais estável e menos neurótico nesse fator de personalidade? A verdade é que esta é a variável que apresentou a menor correlação. Não é fácil deduzir esse traço psicológico. Para isso, seria necessário analisar, por exemplo, as publicações que o candidato faz e a forma de interagir nesta rede social.

É muito interessante levar em conta esses pequenos aspectos quando escrevemos ou preenchemos nossos dados em outra rede social. Se um empregador está à procura de alguém com talento, não será suficiente apresentar apenas sua formação e experiência.

Neste mercado de ofertas e exigências, devemos desenhar os nossos próprios letreiros de néon que sejam sinceros, atrativos, e que revelem aquilo que queremos vender a nosso respeito.

Pode interessar a você...
6 dicas de como fazer networking
A mente é maravilhosaLeia em A mente é maravilhosa
6 dicas de como fazer networking

Você saber como fazer networking? É muito importante saber gerir seus contatos para conseguir um emprego ou mesmo para melhorar a sua condição prof...



  • Sébastien Fernandez, Marie Stöcklin, Lohyd Terrier, Sowon Kim (2021) Using available signals on LinkedIn for personality assessment. Journal of Research in Personality, Volume 93, 2021, 104122, ISSN 0092-6566, https://doi.org/10.1016/j.jrp.2021.104122.
  • van de Ven, Niels & Bogaert, Aniek & Serlie, Alec & Brandt, Mark & Denissen, Jaap. (2017). Personality perception based on LinkedIn profiles. Journal of Managerial Psychology. 32. 10.1108/JMP-07-2016-0220.