Por que comemos sem fome? - A Mente é Maravilhosa

Por que comemos sem fome?

agosto 19, 2016 em Emoções 0 Compartilhados
Por que comemos sem fome?

Todos nós, em algum momento da vida, já devoramos tudo o que encontramos na geladeira ou na despensa mesmo sem fome. E mesmo na rua caímos em tentação e compramos biscoitos, lanches ou um delicioso sorvete no verão.

Mas, você se lembra se realmente sentia fome nesses momentos?

Para começar, vamos dar uma definição de fome que consta em muitos dicionários e que usamos como referência.

“A fome é uma sensação que índica a necessidade natural de fornecer alimentos ao corpo, produzida por substâncias que operam a nível cerebral no hipotálamo”.
Compartilhar

Se você olhar para trás e pensar naqueles momentos que falamos no início deste artigo, perceberá que sentiu vontade de comer mesmo não estando com fome.

Certamente você não notou nenhum movimento nas vísceras ou, em um caso mais grave, a diminuição da glicose que causa fadiga e tonturas.

mulher pensando em comer chocolate sem sentir fome

O importante é perceber se estamos comendo porque sentimos fome ou não. Isso vai fazer toda a diferença e nos ajudar a controlar as tentações.

Dessa forma, você perceberá quantas vezes come sem uma fome real. Por que agimos dessa forma? Somos fortemente influenciados pelo humor e pelas situações cotidianas.

Situações que nos fazem comer mesmo quando não sentimos fome

1- O estresse do trabalho ou dos estudos

Essas situações podem provocar algumas manifestações físicas como fumar, comer ou beber excessivamente.

Além disso, nesses momentos podemos perder o controle de diferentes formas: o mais comum é escolher inconscientemente alimentos pouco saudáveis (gorduras, doces, salgados).

Você perde a noção da quantidade que consome, come na hora errada e alimentos que não fazem bem para a saúde.

Esses “lanchinhos” entre as refeições acabam gerando mais estresse, ansiedade e até mesmo arrependimento ou frustração pelo fato de ter comido demais.

2- A preocupação com as mudanças

É muito comum ouvir as pessoas dizendo que não conseguiram dormir bem porque estavam preocupadas e se levantaram no meio da noite para comer um lanche.

Às vezes comemos para tentar acalmar o nervosismo, como se estivéssemos tentando acalmar os ruídos do estômago.

Por isso, é preciso identificar se a situação que estamos vivendo é estressante ou incomum para entender por que temos essa vontade de comer.

A preocupação com alguma coisa que não vai bem e a vontade de alcançar os objetivos que essa mudança nos traz causam preocupação e estresse. Não conseguimos dormir bem, passamos o dia todo pensando nas consequências dessa mudança e esta situação pode influenciar o nosso apetite.

mulher sem fome

3- A mídia influencia nosso apetite

O mundo da publicidade sabe muito bem como provocar emoções e se aproveita disso para aumentar as vendas e para que seu slogan não saia da nossa cabeça.

Com base nisso, ver ou ouvir o anúncio de um produto alimentar provoca a vontade de comê-lo. Quantas vezes você viu o anúncio de um refrigerante e foi até a geladeira para pegar uma garrafa?

O que fazer para controlar essas reações?

  • Há quantas horas você está sem comer? Se for há menos de três horas, tente não comer nada, certamente você ainda não está com fome.
  • Pare por um momento, respire profundamente e perceba se está nervoso ou estressado. Se estiver nervoso, não está com fome, mas precisa se livrar desse turbilhão emocional.
  • Você está assistindo um filme, uma série ou qualquer coisa na TV e vê algum alimento que o agrada. Antes de comer algo ou tomar um refrigerante, tome água. Dessa forma, perceberá se sente fome ou sede.

É preciso reconhecer e aceitar qualquer que seja a razão para comer sem fome; identificar a causa e enfrentar a situação para encontrar uma solução.

Recomendados para você