Os 10 princípios para a vida, de acordo com os índios americanos

14 Março, 2021
Os 10 princípios para a vida dos nativos americanos são um catálogo de comportamentos que eles consideravam relevantes para manter a paz individual e coletiva. Os ocidentais podem aprender grandes lições com eles.

Os princípios para a vida dos índios americanos foram elaborados para garantir o bem-estar das próximas sete gerações. Portanto, eles não são orientados apenas para cada indivíduo no presente, mas são projetados para o futuro.

A nota predominante nesses princípios de vida é o respeito e a valorização das pessoas e do meio ambiente. É também uma exaltação dos valores associados à honestidade e generosidade.

“Quando o sangue de suas veias retornar ao mar, e a poeira de seus ossos retornar ao solo, talvez você se lembre de que esta terra não lhe pertence, mas você pertence a esta terra”.
– Provérbio Sioux –

Os índios americanos, assim como outras comunidades, davam uma grande importância à vida coletiva. Por isso, valorizavam as diretrizes de comportamento que garantissem uma convivência harmoniosa. Podemos aprender muito com eles. Esses são os princípios de vida que eles estabeleceram.

1. Trate a Terra com respeito

Tratar a terra com respeito significa, fundamentalmente, não a poluir ou deteriorar. Busque todos os meios para preservar a sua integridade.

Isso implica, fundamentalmente, cuidar dos resíduos que emitimos, sejam eles sólidos, líquidos ou gasosos. A terra é a nossa casa, e se ela ficar doente, nós também ficaremos.

Os 10 princípios para a vida

2. Agradeça ao Grande Espírito por cada novo dia

O Grande Espírito pode ter um significado diferente para cada pessoa. Para alguns será um deus específico, para outros a própria natureza ou o conceito de vida, em um sentido universal.

O que os índios americanos nos convocam a fazer é agradecer diariamente pela vida. Esta não é mais uma ação, mas o ponto de partida para cultivar uma atitude global saudável.

3. Honre a sua palavra

Um dos princípios para a vida mais importantes dos nativos americanos é o respeito pela palavra. Isso está muito desvalorizado no mundo de hoje.

É importante ter consciência de que atos de comunicação são apenas isso: atos. Equivalem a fatos e, portanto, não devemos perder de vista as suas consequências.

4. Trabalhar em conjunto, um dos princípios para a vida

Os seres humanos são gregários por natureza. De uma forma ou de outra, precisamos uns dos outros e nos tornamos mais fortes quando aprendemos a trabalhar juntos.

Um bom trabalho em equipe é muito mais satisfatório, fortalece os laços e gera melhores resultados. Aprender a cooperar é uma meta louvável e necessária.

Equipe de trabalho

5. Pegue apenas o necessário

Isso vale para uma ampla variedade de situações. É um apelo à moderação e ao equilíbrio. Temos necessidades físicas e mentais e podemos satisfazê-las sem ter que ir além.

O excesso, mais cedo ou mais tarde, leva ao sofrimento, à doença ou à exaustão. Os índios americanos consideram que este é um dos princípios de vida que garantem a saúde física e emocional.

6. Toda vida é sagrada

A vida não deve ser vista simplesmente como um fato biológico. Você ameaça fisicamente a vida de outra pessoa, mas também pode ameaçar a sua vida psicológica.

O outro é sagrado e, portanto, é imprescindível a atuação para preservar a sua integridade e existência. Este princípio se estende a todas as formas de vida.

7. Cuide do bem-estar do corpo e da mente

O autocuidado é um ato de amor próprio e constitui um dos princípios de vida do qual depende o nosso bem-estar. Uma boa saúde é condição fundamental para desfrutar plenamente de todo o resto.

Cuidar do bem-estar significa evitar hábitos ou ações que possam nos deteriorar ou nos colocar em risco de alguma forma. Faça tudo o que for necessário para recuperar a saúde, quando a perder.

8. Faça o que você deve fazer para o bem de todos

O bem coletivo é uma meta que todos nós devemos compartilhar. Ao fazer o bem aos outros, também estamos fazendo o bem a nós mesmos.

Não é possível construir o bem-estar individual, se ao mesmo tempo não construirmos o bem-estar coletivo. Os problemas e sofrimentos dos outros, de uma forma ou de outra, também acabam nos atingindo.

9. Siga os ritmos da natureza

Este é um dos princípios para a vida que muitas vezes não é bem compreendido. Tem a ver com a sincronia que devemos estabelecer com o nosso ambiente natural e com a nossa condição biológica.

Envolve a adaptação às diferentes idades, aos ciclos diurnos e noturnos, às condições do contexto em que vivemos, etc. A palavra-chave é adaptação, juntamente com uma atitude de flexibilidade.

Mulher respirando profundamente

10. Aproveite a jornada da vida, mas não deixe rastro

Os índios americanos acham que é bom ser leve ao longo da vida. Assim como você tem que saber estar presente, também tem que aprender a se diluir. Não deixar rastro significa não tentar tornar o ego mais importante do que as próprias ações. Levar-se muito a sério só nos leva a limitar o prazer da existência.

Todos esses princípios para a vida são um guia que pode ser perfeitamente aplicado por qualquer pessoa. Eles resumem a filosofia dos nativos americanos, que é orientada para exaltar a vida em comunidade, a honestidade e o bom senso. São um catálogo interessante para consultar se sentirmos que perdemos o rumo.

  • Ramírez, R. (2009). Nacionalismo tribal y sexismo: Reflexiones desde las mujeres nativo-americanas de Estados Unidos. Desacatos, (31), 35-50.