O que é a psicologia humanista? - A Mente é Maravilhosa

O que é a psicologia humanista?

6, outubro 2015 em Psicologia 75 Compartilhados
O que é a psicologia humanista?

A psicologia humanista tem como principal característica considerar o ser humano como um todo. Ela se baseia no fato de que há múltiplos fatores envolvidos na saúde mental. Todos eles convergem e estão interligados: as emoções, o corpo, os sentimentos, o comportamento, os pensamentos, etc.

Como surgiu a psicologia humanista?

A psicologia humanista é uma corrente da psicologia que surgiu no meio do século XX. Nasceu como uma alternativa para as duas escolas principais: o behaviorismo e a psicanálise. Seu objetivo era dar uma resposta diferente, abordando os problemas do ser humano, oferecendo uma perspectiva da área da saúde ao invés da doença.

A abordagem humanista exalta a saúde mental e todos os atributos positivos da vida. A pessoa como um ser individual, ressaltando o que é necessário para atendê-la de forma personalizada e multidimensional.

As raízes da psicologia humanista estão na corrente filosófica do existencialismo europeu, com autores tais como:

Jean Paul Sartre

“O homem nasce livre, responsável e sem desculpas.”

Jean Jacques Rousseau

“O homem é bom por natureza, é a sociedade que o corrompe.”

Erich Fromm

“Se eu sou o que tenho e perco o que tenho, quem sou eu, então?”.

Viktor Frankl

“O homem se realiza na mesma medida em que se compromete com o significado de sua vida”.

Estes autores têm uma visão da condição humana com base na liberdade, no significado da vida, nas emoções e na responsabilidade. Eles consideram o indivíduo como responsável pela sua vida e pelas suas ações, sendo capaz de encontrar seu próprio caminho para a liberdade.

Principais precursores da psicologia humanista

Abraham Maslow e Carl Rogers podem ser considerados os principais precursores da psicologia humanista.

Abraham Maslow: é conhecido principalmente pela sua famosa “Pirâmide de Maslow“, na qual ele define uma hierarquia diferente das necessidades humanas, a partir da mais básica (fisiológica), até chegar ao topo, onde você encontraria a autorrealização. Este conceito foi criado por Maslow para considerar que no momento em que o ser humano tiver satisfeitas todas as suas necessidades, ele atingirá o estado de desenvolvimento de seu impulso vital.

Carl Rogers: tem uma nova visão terapêutica que busca uma colaboração mais estreita com o “cliente” (termo cunhado dentro da psicologia, sendo considerado mais adequado do que o termo “paciente”).

Em seu livro “A terapia centrada no cliente”, ele mostra como rejeita as técnicas diretivas em sua experiência clínica, mostrando um relacionamento mais próximo com seus clientes, facilitando assim o encontro do indivíduo com ele próprio.

Sua contribuição para a psicologia, a partir desta perspectiva, é inestimável, já que se considera que o indivíduo é capaz de encontrar dentro de si todos os recursos necessários para manter o equilíbrio em sua vida.

Para Rogers, as pessoas que se encontram mal estão “dormindo”, e é necessário acordá-las através de sua própria sabedoria interior. O terapeuta serve como um guia para que eles possam encontrar suas próprias respostas.

O que é a psicologia humanista?

Características da psicologia humanista

– Fornece uma ampla perspectiva holística, ou seja, caracteriza-se por ver a pessoa como um todo, numa base global. Cada um dos aspectos possui a mesma relevância. Os pensamentos, o corpo, as emoções e o lado espiritual. Estes aspectos estão inter-relacionados e se confluem mutuamente. Eles são a principal via pela qual o indivíduo encontra a si mesmo.

– A existência humana ocorre em um contexto interpessoal, portanto, é muito importante e necessário o relacionamento com os outros, levando em conta o contexto em que é produzido, para o desenvolvimento individual do ser humano.

– As pessoas possuem a capacidade de fazer suas próprias escolhas, de responsabilizar-se e de proceder para um desenvolvimento e implantação de seu próprio potencial.

– Promove e facilita o desenvolvimento pessoal. O psicólogo serve como uma ferramenta para que a pessoa, através de recursos próprios, possa vir a compreender-se e desenvolver-se.

– As pessoas têm uma tendência inata de autorrealização. O ser humano pode confiar na sabedoria dessa parte do seu interior, já toda a cura está em suas próprias respostas. Isto precisa ser entendido, pois não é necessário controlar o ambiente ou controlar as próprias emoções suprimindo-as.

A psicologia humanista focaliza o indivíduo sob uma perspectiva global. Ela compreende que todos os aspectos que compõem o ser humano são importantes. O indivíduo é considerado um ser único, responsável por sua própria experiência, capaz de se tornar ciente de seus próprios recursos; se desenvolver, alcançar a autorrealização e descobrir todo o seu potencial.

Recomendados para você