Psicólogo social: papéis e funções

fevereiro 19, 2020
O psicólogo social analisa os pensamentos, sentimentos e comportamentos de uma comunidade para estabelecer quais são as suas necessidades e desenvolver planos e intervenções para melhorar a sua qualidade de vida.

A psicologia abrange vários campos que, em muitos casos, delimitam especialidades. Na área do ambiente social, encontramos o psicólogo social, que se dedica a estudar os comportamentos, sentimentos e pensamentos associados a nossa interação com os outros.

O psicólogo social ajuda a melhorar a qualidade de vida das pessoas através da sua intervenção. Assim, gera um maior bem-estar nas pessoas com quem trabalha.

Para fazer isso, ele executa várias funções. Continue lendo este artigo, pois falaremos sobre as funções do psicólogo social e em quais áreas ele desenvolve o seu trabalho. Dessa forma, você se informará sobre a sua valiosa contribuição.

“Ninguém nasce pronto. Vamos nos fazendo aos poucos na prática social”.
– Paulo Freire –

1. Avaliação, planejamento e gerenciamento

O psicólogo social é responsável por avaliar o ambiente em que irá intervir, incluindo as pessoas com quem ele trabalhará. Para isso:

  • Estabelece um objetivo de avaliação de acordo com as necessidades do grupo.
  • Avalia as habilidades do grupo.
  • Implanta programas de prevenção e conscientização.
  • Observa os recursos que tem para trabalhar e define as metas de acordo com eles.

Assim, é capaz de detectar o que o grupo ou a pessoa deseja e estabelece as metas. Em seguida, cria projetos para resolver as necessidades encontradas e avalia as mudanças reais que as intervenções realizadas estão produzindo.

Além disso, utiliza os recursos e direciona as atividades a serem realizadas. Para isso, pode intervir em um grupo ou em um indivíduo. O trabalho requer atenção durante todo o processo para atingir as metas que foram definidas.

Psicólogo social trabalhando com grupo de pessoas

2. Treinamento

O psicólogo social também é responsável pelo treinamento. Por meio da psicoeducação, fornece à comunidade ou à pessoa recursos diferentes para enfrentar a situação que afeta o grupo. Ou seja, os orienta para resolverem as suas necessidades através do aprendizado.

Assim, seja uma comunidade ou uma pessoa, elas aprendem a gerenciar as suas emoções, pensamentos e comportamentos para manter o seu bem-estar. Dessa maneira, é possível melhorar a qualidade de vida de todos. Maravilhoso, não é mesmo?

Além disso, o psicólogo social realiza programas de criação de projetos sociais que melhoram o bem-estar da comunidade. Isso é feito através da criação de projetos inclusivos, após uma avaliação e a definição de objetivos.

3. Pesquisa

Outra tarefa do psicólogo social é investigar. Esse profissional obtém novos conhecimentos a partir da análise de indivíduos e comunidades em relação a sua interação social. Para isso, ele estuda os seus comportamentos, ideias e emoções.

Existem muitas pesquisas em psicologia social. Além disso, elas abrangem várias áreas. Por exemplo, Martínez-Tur, Peiró, Ramos e Tordera mostraram as suas pesquisas sobre as contribuições da psicologia social para o estudo da satisfação dos usuários e dos consumidores em seu artigo para o International Journal of Social Psychology.

Como existem centenas de estudos de psicologia social, alguns dos campos mais explorados são: psicologia social nas organizações, psicologia social de grupos, da saúde, do aprendizado, da personalidade, da guerra e do trauma, etc.

4. Intervenção: uma tarefa essencial do psicólogo social

O psicólogo social intervém de várias maneiras. Vejamos algumas delas:

  • Social: ele se concentra na participação do grupo. Através de grupos de autoajuda, escolas de pais, oficinas de treinamento sobre habilidades específicas, psicoterapia em grupo, promoção e prevenção da saúde, entre outros.
  • Individual: através da psicoterapia ou psicoeducação para que a pessoa se integre à sua comunidade.
  • Familiar: a partir da psicoterapia e de atividades como oficinas.
  • Mediação: ajudar as partes em conflito a alcançar um acordo que seja satisfatório para ambas.
  • Ambiental: através de modelos ecológicos.

Para a intervenção, o psicólogo social realiza pesquisas, cria grupos estruturados, avalia recursos e necessidades, utiliza diferentes instrumentos e técnicas para o benefício dos grupos-alvo (grupos que, de uma maneira ou de outra, afetam a intervenção).

Sessão de terapia

Áreas de atuação do psicólogo social

O psicólogo social pode atuar nas seguintes áreas:

  • Estudo, avaliação e análise das necessidades de um grupo ou comunidade.
  • Elaboração de índices e indicadores dos aspectos relacionados à interação dentro de um grupo.
  • Detecção de grupos de risco dentro de uma comunidade.
  • Abordagem de campanhas publicitárias.
  • Análise das redes sociais de um grupo ou comunidade.
  • Pesquisa sobre as habilidades, atitudes e percepções sociais de uma comunidade ou grupo.
  • Planejamento de programas, projetos e trabalhos de campo em uma comunidade ou grupo.
  • Elaboração de estratégias de inclusão social.
  • Criação de ferramentas de avaliação psicossocial.
  • Execução de atividades culturais.
  • Psicoterapia em grupo.
  • Facilitação de recursos.

Como vimos, o psicólogo social pode se desenvolver em vários campos. Para isso, requer uma especialidade. Embora a formação em psicologia seja o início do treinamento para a intervenção social, a especialidade ajuda o profissional a desenvolver habilidades específicas e a ter um conhecimento mais profundo.

Então, o psicólogo social é um profissional incomparável que intervém em grupos e comunidades para que eles tenham um maior bem-estar não apenas em relação a si mesmos, mas também no ambiente com o qual interagem.

Através dos grupos e da comunidade, o psicólogo social executa projetos maravilhosos que criam um ambiente mais favorável para a comunidade-alvo.

  • Eguzquiza, I. (2011) Roles y funciones del psicólogo social, pp. 1-8.
  • Martínez, Tur, V., Peiró, J.M., Ramos, J., & Tordera, N. (2000). Contribuciones de la psicología social al estudio de las satisfacción de los usuarios y consumidores. Revista de psicología social, 15 (2), 117-136.
  • Moscovici, S. (1984). El campo de la psicología social. La psicología social I. Barcelona, España: Paidós.